sábado, 9 de abril de 2011

#Resenha: House Of Night: Indomada - P.C. Cast e Kristin Cast (Book Challenge - Dia 11)

Boa noite!

Passei a manhã toda fazendo simulado na escola e depois fui ao shopping assistir Rio! Uma fofura esse desenho, super engraçado e muito lindo, vale a pena assistir! Depois eu trago a resenha aqui, não se preocupem!
Eu teria festa de aniversário de uma grande amiga minha, mas vou ter que ficar de molho. Estou com mal estar desde quinta-feira e ele vai e volta. :( Não faço ideia do que possa ser; meu palpite é nervosismo por causa das provas. Vamos ver né?
Aproveitei que fui ao shopping e me esbaldei em livros. Ganhei quatro marcadores da Garota da Capa Vermelha, fiquei super feliz com o mimo que recebi da Saraiva. Sem contar o desconto de R$15,00. Não foi muito, mas já ajudou bastante!

Vamos à resenha de hoje?


The House Of Night #04 - Indomada
Autoras: P.C. Cast e Kristin Cast
Editora: Novo Século
Número de páginas: 367
Sinopse: "A vida é uma droga quando seus amigos estão chateados com você. Basta perguntar a Zoey Redbird – ela se tornou uma perita no assunto. Em uma semana ela passou de três namorados a nenhum, e de ter um grupo íntimo de amigos que confiavam nela e a apoiavam, para ser uma rejeitada. Falando de amigos, só sobraram dois. Neferet declarou guerra aos seres humanos, Zoey sente em seu coração que está errado. Mas será que alguém a escutará? As aventuras de Zoey na escola de aperfeiçoamento de vampiros da uma reviravolta selvagem e perigosa, lealdades são testadas, enquanto chocantes e verdadeiras intenções vem a luz, e um mal antigo é despertado no quarto volume fascinante da série Morada da Noite."

Resenhas anteriores:

Depois das mortes que chocaram a Morada da Noite, Neferet chega a seu ápice de loucura declarando guerra aos humanos. Só quem leu até aqui sabe como sua personagem evoluiu para um quadro mental absurdo. Zoey ainda está sem quem confiar, com excessão de Aphrodite e Stevie Rae, mas ainda assim ela precisa fingir que está sozinha para que as coisas não piorem para o lado dela.
Eventos sinistros passam a circundar a Morada da Noite e ninguém parece ter os olhos suficientemente abertos. Erik Night, já transformado em vamp é convidado a retornar à Morada da Noite para lecionar teatro visto que a professora responsável foi morta. É um clima de dor e tristeza que assola as paredes da escola, mas apenas Zoey consegue ver o que (ou quem) está por trás disso tudo. E ela não pode dizer nada.
A Suprema Sacerdotisa chega à escola para tentar colocar as coisas um pouco em ordem e, junto com ela, trás outro aluno: James Stark. Excelente arqueiro, recebeu da deusa o dom de nunca errar o alvo e, estando há pouco tempo na escola, seu corpo não resiste à transformação e morre.
Mas Zoey já está acostumada a isso. E ela sabe exatamente o que fazer. Por isso, quando Stark retorna como morto-vivo, Zoey fará de tudo para afastá-lo das garras de Neferet, enquanto ela e Aphrodite tentam descobrir um jeito de salvá-los.
Porém as coisas ficam realmente feias: seres sinistros se postam na escola, no começo eram só espíritos que sussurravam e incomodavam Zoey, mas depois...
Mergulhe nesse quarto livro salpicado com o terror e a angústia pela próxima página. Eu fiquei torcendo até o final para que ninguém morresse... mas só quando você termina é que fica sabendo!
Eu peço desculpas se soltei algum spoiler, mas quem já leu os outros livros já sabe desses detalhes e fica quase impossível aprofundar a resenha sem dar os acontecimentos. Então, por favor, não fiquem chateados, ok?
Vale a pena!

Nota:

xx

Nenhum comentário: