segunda-feira, 2 de maio de 2011

#Indicação - Filme: Refém

Boa tarde!

Antes de mais nada, gostaria de comemorar as 660 visitas que o blog recebeu em todo o mês de abril! Estou muito feliz e espero que vocês apareçam mais nos posts, deixando nem que seja um Oi ou selecionando uma das opções no final de cada postagem, escolhendo se gostaram ou não! :D
Também espero que estejam se preparando para participar do primeiro sorteio do blog! Para saber mais, clique aqui. Por enquanto não vi nenhuma participação, mas ânimo pessoal! Não vou desistir tão fácil! haha
Hoje, trago mais uma sugestão de filme com o Bruce Willis, um dos meus atores preferidos!

Refém (Hostage) - 2005
Jeff Talley é um negociador de reféns da SWAT de Los Angeles, Califórnia. Traumatizado com o desfecho sangrento de um caso que atuou, aceita o cargo de chefe de polícia numa pequena cidade do interior da Califórnia chamada Bristo Camino (fictícia). Quando três jovens desordeiros resolvem invadir a mansão do ricaço Walter Smith, Jeff se vês as voltas novamente com um caso envolvendo reféns, pois na casa estavam além de Smith, seus dois filhos. Jeff deixa o comando das operações para a polícia do Condado de Ventura mas é obrigado a voltar quando sócios criminosos de Smith sequestram a esposa e a filha dele. O objetivo desses criminosos misteriosos que sequestraram a família de Jeff é entrarem na casa cercada pelos guardas (com a ajuda do policial) e resgatarem informações bancárias dos negócios ilegais, compiladas por Smith. As coisas ficam mais perigosas quando um dos jovens invasores revela-se um assassino psicopata.
Refém é um daqueles filmes em que você fica com o coração na mão e torce para que, no final, dê tudo certo. O filme começa com a tentativa de negociação pela parte de Jeff com um homem de família que está mantendo o filho e a mulher reféns dentro de casa. Toda a equipe da SWAT se encontra do lado de fora e alguns atiradores tem o homem na mira, mas Jeff se recusa a deixar que o filho do fanático veja o pai ser morto.
Enquanto as conversas de telefone duram mais de um dia, Jeff tenta convencê-lo a deixar o menino e a esposa saírem e tentar conversar com ele mais de uma vez. Quando a situação sai de controle e o homem atinge seu ápice de desespero, mata a mulher, atira no filho e se mata logo em seguida. O garoto morre nos braços de Jeff.
Após o final trágico da negociação, Jeff concorda em trabalhar como chefe de polícia em uma cidade pacata. Ele tem problemas com a filha adolescente que não gostaria de ver seus pais separados, mas acha que é a única solução. Parece mais um dia pacato de trabalho, até que recebem um chamado de uma mansão que fica mais afastada do centro da cidade.
Lá, mora um milionário envolvido com misteriosos criminosos que, aparentemente, falsificam e invadem programas de computador. O homem, Walter, possui um casal de filhos e sua mulher morreu há algum tempo. Eles seguiam para uma loja para comprar comida quando cruzam pela primeira vez com três rapazes. A princípio, não dão muita importância, mas sua perspectiva muda quando eles adentram a casa e tentam levar o carro.
Um deles, o mais velho e esquisito, insiste que eles devem entrar na casa e exigir por dinheiro e é então que as coisas saem de controle. O filho, ao notar a movimentação estranha, aciona o alarme silencioso, chamando a atenção da polícia. Uma policial é enviada para checar se está tudo bem, mas, novamente, o rapaz mais velho se descontrola e abre fogo contra a mulher, chamando a atenção da polícia.
O caso chama a atenção nacional e os bandidos estão presos na própria casa, fazendo os filhos de Walter de reféns. Mas parece que outros bandidos também querem levar vantagem e eles estão usando a filha e a esposa de Jeff como reféns para que ele faça exatamente como mandarem.
Logo a trama se mostra cada vez mais atrelada e você começa a rezar para que ambos os lados bandidos se deem mal, o que não é fácil. Quem são esses homens e qual a relação deles com Walter? Qual será o fim dos três adolescentes que resolveram assaltar a casa dele? Será que os filhos de Walter e sua família sairão vivos dessas duas ameaças?
Refém te deixa de sangue gelado até a última cena, onde concluímos mais um ótimo trabalho de Bruce Willis.

Nota:
(a-pa-vo-ran-te!)

xx

Nenhum comentário: