sexta-feira, 27 de maio de 2011

#Resenha: Terra de Sombras - Alyson Noël (Book Challenge - Dia 28)


Os Imortais #03 - Terra de Sombras
Autora: Alyson Noël
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 269
Sinopse: "Ever e Damen viajaram por muitas vidas e combatendo centenas de inimigos, para poder estar juntos. Porém quando seu desejado destino quase está em suas mãos, Damen cai em uma maldição poderosa. Um simples contato entre eles causaria a morte, levando a Damen a Shadowland. Ever desesperada por salvar a Damen, consegue ajuda de um surfista, Jude. Mesmo acabando de conhecê-lo, Jude parece muito familiar. Traindo a Damen, Ever é atraída por José, seus olhos verdes com cabelo loiro e seus poderes mágicos e um passado muito misterioso. Ever sabe que Damen é a sua alma gêmea e nunca o esqueceria. Porém ao passar do tempo, sua conexão com Jude crescerá mais, colocando à prova seu amor por Damen como nunca antes..."

Resenhas anteriores:

Bem, depois da decepção que foi o final de Lua Azul, Terra de Sombras se arrastou para mim. Um livro cheio de culpas e impulsos desnecessários. Ever, influenciada por Roman, terminou com o feitiço de Damen, mas agora nenhum dos dois pode se tocar. Uma simples troca de DNA levará Damen a morte e Ever não sabe o que pode fazer.
As gêmeas que, na minha opinião, foram as grandes culpadas pelo erro já que não explicaram para ela ANTES que, se Damen permanecesse no círculo, ele ainda aguentaria algumas horas vivo. Esse foi o primeiro erro que levou Ever a tomar uma atitude drástica e, lamento dizer, péssima.
Todo o livro gira em torno dessa culpa que ela alimenta, de como ela fica se martirizando pelo o que fez. Damen é super atencioso, mas ouso dizer que ele age como um babaca ao falar sobre carma. Meu Deus, se esse garoto tivesse explicado tudo a ela, nada disso estaria acontecendo. Por mim, Os Imortais ficaria muito bem terminando em Lua Azul, com Damen sendo salvo sem maiores problemas. Terra de Sombras foi um livro de mártir e extremamente cansativo. Praticamente caminhávamos em círculos com a culpa de Ever.
Os problemas só estão no começo! Desesperada para encontrar a cura, Ever corre atrás de todas as coisas que poderiam ajudá-la, mas Roman parece indisposto a dar o antídoto do antídoto e ele faz desse joguinho o livro inteiro. Então, quem já tinha raiva dele em Lua Azul, fica com mais raiva ainda nesse 3º livro. Ava, que deveria cuidar de Damen até que Ever voltasse (ou não) da Lua Azul, deu no pé e a deixou possessa. Como ela foi embora da cidade, uma outra pessoa veio para cuidar da lojinha de produtos místicos.
E essa pessoa é Jude, um surfista com seus dredlocks (honestamente, gente, não imagino Jude de dread que, na minha opinião, fica parecendo um ogro.). Imediatamente Ever se sente atraída por ele, embora esteja quase certa de que a causa seria seu forçado afastamento físico de Damen.
Mas o nosso galã e, agora, "inútil" Damen logo se toca de que não. A história tem muito mais páginas do que isso. Sua origem está nas vidas passadas que ele e Ever atravessaram. Digamos que Jude é a peça-chave para o triângulo amoroso. Era ele quem cortejava Ever antes que Damen chegasse e eles ficassem juntos até Drina agir. Praticamente um ciclo triângulo sem fim (há, entenderam?).
Além desse reaparecimento incômodo, Damen teme algo mais: o lugar para onde todos os Imortais vão quando (e se) forem mortos. Shadowland. Praticamente o nada absoluto, o vazio completo. Ele mostra a Ever esse lugar e ela fica horrorizada, principalmente ao se lembrar de que foi para lá que ela mandou Drina. E Roman também faz questão de lembrar a ela sempre que pode, ainda mais agora que ela e Damen não podem ficar realmente juntos, se é que me entendem.
Tudo o que posso dizer é que esse livro foi uma grande decepção para mim. Ever cometeu muitos erros (ainda mais dos que o que já citei aqui, mas não vou continuar para não irritá-los ainda mais!) e a maioria deles poderia ser evitado. Como? Novamente, se as pessoas a avisassem sobre as consequências terríveis de cada passo que ela dava na tentativa de consertar seu erro, muitas coisas seriam resolvidas, embora eu tenha quase certeza de que só a petulância de Roman fosse suficiente para continuar o livro.
De qualquer forma, volto a insistir que a série teria muito bem terminado em Lua Azul, embora a ideia ainda pudesse ser desenvolvida de muitas outras formas. Alyson escolheu o caminho mais cansativo e redundante e, é claro, fez com que ficássemos com raiva da protagonista, por agir impulsivamente e, mesmo alegando que pensasse em Damen, só fazia o que lhe convinha.
Jude e Roman ajudaram a equilibrar a participação sem sal nem açúcar de Damen, mas ainda ouso dizer que Roman tornou-se meu personagem favorito no livro Chama Negra (resenha em breve), pena que por pouco tempo. Ever, até Terra de Sombras, se mostrou muito imatura e rebelde, sabe quando temos muitas opções e "atiramos para todos os lados"? Pois é, ela agiu dessa forma e conseguiu piorar a situação. O que nos levará ao quarto livro da série.

Nota:
(volume desnecessário, a não ser que a autora não tivesse ficado dando voltas sobre a culpa de Ever)

E, com essa resenha, o Book Challenge é concluído. O último livro lido foi Insatiable, cuja resenha foi a primeira a ser publicada, você pode conferi-la clicando aqui.
Muito obrigada a todos que comentaram ao longo das resenhas e, agora, posso finalmente dizer que o blog trará muitas novidades e variedades em conteúdo. Não se esqueçam, últimos dias para participar do sorteio de marcadores, assim que ele terminar, trarei outras promoções para vocês!

xx

3 comentários:

Poupée disse...

Garota nem preciso falar que vc tirou as palavras da inha boca ao fazer essa resenha neh?

o livro foi PÉSSIMO, mt maçante e por mim poderia ter terminado no 2º também.

Ficava louca quando a Ever fazia as burradas dela, sinceramente não sei porque as mocinhas das histórias sempre metem os pés pela mãos!

Acho que a Alyson só quis encher linguiça com esse livro, espero que o próximo [chama negra seja melhor]


bjs

Jaque
Mapetitepoupée

Carolina disse...

Eu não consigo decidir qual é pior, Lua Azul ou Terra das Sombras. Acho que arrisco dizer que é o último, pois Lua Azul ainda é aceitável no começo, diferente de Terra das Sombras, que como você mesma disse, se arrasta!
A Ever mais chata do que nunca, o Damen com esse papo de carma, nossa, ainda me pergunto como consegui lê-lo. Decidi que se Chama Negra não desse uma melhorada, pararia com essa série, porque tava ficando dificil continuar. Mas ainda bem que a Alyson conseguiu se redimir, mesmo que de leve, por esses dois livros.
Enfim, vou ficar esperando pela sua resenha de Chama Negra para ver se temos opiniões parecidas.

Beijos xx

Mandinha disse...

Eita nóis! haha.
Antes eu não tinha interesse nenhum nessa série, ganhei o segundo livro e como não tinha o primeiro eu sorteei no blog! :X rs.
Mas depois de um tempo fiquei curiosa e com vontade de ler.. agora acho que desisti de novo! HAUAHA ..
Um dia quem sabe, quando a coleção estiver na promoção eu compre pra tirar minhas dúvidas .. hehe..

Beijos.
Amanda,
Lendo&Comentando
http://lendoecomentando.blogspot.com/