terça-feira, 5 de julho de 2011

#Indicação - Filme: Coach Carter - Treino para a Vida

Coach Carter - Treino para a Vida (Coach Carter) - 2005
A história se passa em Richmond uma pequena cidade da Califórnia.Ken Carter (Samuel L. Jackson) retorna a seu pobre colégio da adolescência como novo técnico do time de basquete. Porém, encontra um ambiente desgastado, com falta de respeito por parte dos alunos, além de serem todos ruins no esporte. Carter impõe um novo regime, baseado na obrigação de se ter boas notas e obediência. A partir daí, ao mesmo tempo que criará um time muito bom, conhecerá a resistência de muitos alunos, porém os fará mudar de vida, já que não os treina apenas para jogar, mas também para a vida.

Esse filme eu vi pela primeira vez no colégio, durante a aula de religião se bem me lembro. Mas, como o tempo não permite, algumas partes o professor precisou pular para que desse o tempo. Então, como presente de aniversário, meu pai comprou um box de filmes do Samuel L. Jackson e, então, pude assistir ao filme inteiro.

Ele retrata a vida de uma escola de periferia, onde a maioria dos alunos são pobres e a expectativa de terem um futuro brilhante, ou pelo menos digno, é praticamente nula. O time de basquete de Richmond é bem inexperiente e a maioria dos jogadores só faz parte do time como passatempo. Mas, como todos nós sabemos, nos EUA, eles fazem campeonato de tudo e com o basquete, é claro que não poderia ser diferente.
É nesse contexto que entra Ken Carter, ex-aluno de Richmond e destaque do time de basquete de sua época. Ele é dono de uma loja de materiais esportivos e consegue dar uma vida boa a seu filho, que estuda em escola particular e jogou contra o time de Richmond. Ele, decidido a melhor a qualidade do time, se candidata a técnico.
Mas ele não será apenas técnico, será também um excelente educador. Para ele, o basquete é um privilégio, e se os meninos quiserem fazer parte desse time, a parte do aluno deve vir primeiro. Ele oferece contratos, uma forma de formalizar suas condições para treinar e fazer parte do time de basquete. Entre médias de 5,75 e o uso de terno e gravata em dias de jogos, Carter começa a tentar mostrar aos rapazes e seus familiares que, sem o estudo, não se pode ser nada.
No bairro, muitos jovens acabam se envolvendo com o tráfico de drogas e o crime, mas Carter quer evitar isso e, assim, mantém o time sob rédeas curtas, o que causa revolta entre os garotos. Afinal, por que tentar uma vida melhor se já está tudo ferrado mesmo? O filme todo é uma lição de vida, podemos nos deparar com a vida difícil de alunos da periferia, como a estrutura da escola pode interferir em seus destinos acadêmicos ou até mesmo destrui-los.
Sem o estudo você é nada, não adianta ser um astro no basquete e ter notas baixíssimas. Os olheiros de faculdades, dispostos a fornecer bolsas de estudo esportivas, olharão para as notas e para o talento, e não só para um ou só para outro. Carter está destinado a dar um futuro melhor para esses garotos e garantir que sejam brilhantes e não desperdissem suas vidas!
Mas ele encontrará muitos obstáculos e resistência por parte dos garotos e em dado momento pode até parecer que ele desistirá. E então os meninos colocam a mão na consciência e finalmente percebem que, por mais que a estrutura do treinador seja rígida, é apenas um modo eficaz de proporcionar-lhes vidas melhores. E então percebemos que, se há alguém, disposto a ajudar, a pessoa que precisa de ajuda se esforçará cada vez mais, pois só assim conseguirá subir na vida com mérito.
Uma ótima lição de vida esse filme, muito bom mesmo!

Nota:


2 comentários:

Thais Priscilla disse...

Não conhecia esse filme mas adorei a dica *-*

Depois dá uma passadinha no meu blog? :)

Beijocas,
Thais Priscilla
http://thaypriscilla.blogspot.com

Patrícia disse...

Não conhecia esse filme, mas fiquei interessada (:
Ele me lembra um pouco "Escritores da Liberdade", se não viu ainda, veja! É muito bom.

Bjs :*