quarta-feira, 20 de julho de 2011

#Indicação - Filme: Falando Grego

Não se esqueçam de que a promoção "Quase Pronta" termina hoje às 23:59, ainda dá tempo de participar! Só clicar no banner da barra do lado direito e seguir as regras!

Falando Grego (My Life in Ruins) - 2009

Georgia (Nia Vardalos) é uma guia turística greco-americana insatisfeita que volta para a Grécia e redescobre não apenas a beleza do antigo país. Seus turistas preferem mais comprar camisetas a aprender sobre a história do local. Num choque histérico de personalidades e cultura, tudo parece dar errado, até que um dia um turista muito especial, Irv Gordon (Richard Dreyfuss), lhe mostra como se divertir. Ele a inspira a refletir sobre a última pessoa pela qual ela acha que se apaixonaria.

Eu já devo ter comentado aqui que gostei bastante da atuação de Nia Vardalos em Casamento Grego, então, quando vi anunciar na rede Telecine que este iria passar, falando sobre a Grécia e com ela no papel principal, eu simplesmente tinha que conferir! E já deixo avisado: o filme é muito engraçado!
Georgia se mudou para a Grécia em busca de um emprego na faculdade como professora de História. Ela é super apaixonada pela história e pela arquitetura que, vamos combinar, a Grécia tem e ainda sobra! Mas, como ela não conseguiu o emprego ainda, decidiu sobreviver como guia turística em uma agência onde a dona é mercenária e vasculha todas as suas correspondências de emprego e seu concorrente, Nicko, que sempre pega os turistas "legais".
É mais um dia de trabalho e Georgia se empenha em mostrar aos estrangeiros a beleza escondida nas ruínas de Atenas e outras cidades, mas eles só estão interessados em tirar fotos e comprar souvenirs, o que a deixa decepcionada. Aos poucos, ela vai se aproximando de cada um de seu grupo e tenta se identificar com eles. Dessa forma, ela se esforça para deixar o passeio ainda mais interessante e acaba fazendo muitos amigos.
Como eu disse antes, ela é um pouco perseguida na agência, por isso fica com os turistas mais chatos e o ônibus pior, mas ao longo do filme, com a ajuda dos próprios estrangeiros ela acaba sabotando o chato do Nicko e aí tudo fica mais engraçado. Ela também gosta de classificar o pessoal em seu grupo, de acordo com o comportamento e pela nacionalidade. E o jeito como agem é exatamente igual ao que ela descreve.
Um filme divertido, mas que não poderia deixar de ter sua dose de romance: o motorista do ônibus, um esquisitão cabeludo e barbudo, silencioso e misterioso é designado para acompanhar Georgia. Mas conforme eles se aproximam, ela se depara com um homem maravilhoso e sensível. Tudo isso, é claro, tendo a Grécia como pano de fundo. Lindo não é?
Eu gostaria de visitar a Grécia um dia desses, quem sabe antes que as ruínas restantes terminem de ruir?!

Nota:


Um comentário:

Eduarda Menezes disse...

Ah parece ser legal! Também adorei Casamento Grego, apesar de não ter gostado muito do "Eu Odeio o Dia dos Namorados", achei meio fraquinho!
Mas esse parece ser legal, vou assistir depois! Próxima vez que passa no telecine eu vejo! ^^

Bjs! =*