sexta-feira, 22 de julho de 2011

#Indicação - Série: Body Of Proof

Bom dia!

Tirando o atraso do blog, hoje vocês terão dois posts e mais uma surpresinha que, em breve, vou explicar e pedir pela ajuda de vocês. É também hoje que vou anunciar o(a) vencedor(a) da promoção "Quase Pronta". Ansiosos? Eu também ficaria! :D


Body Of Proof - Exibido nos EUA pela ABC e no Brasil pela Sony.
Número de temporadas: 1 (2ª estreia em 20/09/2011)

Sobre o que fala? 

Criada por Chris Murphey, a história apresenta a Dra. Megan Hunt, uma brilhante neurocirurgiã que passou por momentos difíceis em sua vida. Seu divórcio não amigável custou-lhe a custódia de sua única filha; seus problemas pessoais interferiram com sua vida profissional, o que custou a vida de um paciente; tudo culminando em um acidente de carro do qual ela saiu incapaz de realizar cirurgias delicadas.
Assim, a dra. Hunt se torna médica legista. No entanto, sua reputação de difícil a torna uma persona non grata no departamento, onde, entre seus não fãs está o detetive da polícia Bud Morris (John Carroll Lynch, de “K-Ville”). Ela consegue se manter graças à sua chefe, que a protege, mas lhe cobra atitudes mais amenas. Sua equipe é a única que a aceita como ela é, apoiando seus métodos pouco ortodoxos de solucionar casos, interferindo com o trabalho tradicional da polícia. Entre eles, o Dr. Peter Dunlap (Nicholas Bishop, de “Past Life”).

Minhas convicções:

Essa, como várias outras, foi uma série indicada pelo meu pai. No começo não dei muita atenção, mas aconteceu de eu pegar por acaso no canal Sony e eu decidi dar uma chance. Acabou que eu me surpreendi, a série retrata a vida de uma neurocirurgiã que, após um acidente de carro, não possui mais a sensibilidade e agilidade nas mãos necessária para realizar esse tipo de procedimento. Assim, ela se torna médica legista. Mas não daquelas que vemos em C.S.I. ou Law & Order, todo o caso é tirado das informações que o cadáver tem a oferecer. Ou seja, ao invés de só apontar a causa da morte, essa causa se torna a base para descobrir o que realmente aconteceu, quais foram os passos que a pessoa tomou antes de morrer.
E a doutora faz questão de acompanhar as investigações, embora seus métodos de obter informações não sejam lá aquelas coisas. Digamos que sua abordagem é um tanto sutil. Ao mesmo tempo em que cuida de seu trabalho e tenta ganhar a simpatia da equipe com a qual divide as necropsias, ela precisa reconquistar a simpatia de sua filha que, após o divórcio, se afastou consideravelmente.
É assim que a série se desenrola e, a meu ver, ela é bem interessante pois toma como base a morte da pessoa e daí que se constrói um caso. Então podemos perceber o quanto nosso corpo pode dizer sobre o tipo de vida que levamos, além de revelar muitos segredos e detalhes que, pessoas que vivem ao redor, não poderiam ter reparado. É por isso que, sim, os mortos falam! Vale a pena conferir!

Onde?

Terças-feiras, às 22h no canal Sony.

Nota: 


3 comentários:

Fernanda disse...

Eu ainda não conhecia essa série. Qualquer dia vou assistir!
Bjs

Nana Barcellos disse...

Sempre vejo comerciais dessa série na sony
parece ser bem legal, gostei da dica...
Confie mais no seu pai haha,...o meu só assiste CSI.

bjs
Nana - Obsession Valley

Anônimo disse...

I love what you guys are usually up too. Such clever work and reporting!
Keep up the excellent works guys I've incorporated you guys to my personal blogroll.
Feel free to visit my web site ; know memes