quarta-feira, 13 de julho de 2011

#Resenha: Chama Negra - Alyson Noël


Os Imortais #04 - Chama Negra
Autora: Alyson Noël
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 239
Sinopse: "Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen..."

Resenhas anteriores:

Este foi um livro que me deixou muito dividida. Se no começo eu estava com raiva pelas burradas de Ever ainda repercutirem sobre ela e todos a sua volta, eu terminei o livro com as minhas esperanças renovadas. Não sei como, mas de alguma forma, Alyson conseguiu se redimir comigo e eu voltei a acreditar na série Os Imortais, da forma como eu acreditava ao ler Para Sempre.
Com Haven transformada em Imortal, sobra para Ever a tarefa de lhe explicar algumas regras desse mundo e dar a dica mais importante, porém, conflitante: ficar longe de Roman. Eu acho que já deixei bem claro aqui que, desde o começo, não gostei de Haven e, durante a série, meu desgosto por ela só aumentou. Se eu estivesse no lugar de Ever, teria seguido o que Damen me dissera e teria deixado-a morrer. Podem me chamar de má ou egoísta, sei lá, mas eu teria me virado para Roman no final de Terra de Sombras e dito: "Toma, pode levar. Toda sua." Oh garota chata! E como Imortal? Ficou pior ainda!
Mas Ever possui outro foco agora, ela tenta se livrar do feitiço de amarração que a mantém obcecada por Roman e, tudo isso, sem contar para Damen, é claro. Outra coisa que ajudou a me irritar na primeira metade do livro é o comportamento de Damen. Ele pensa que sabe o que está acontecendo com Ever e ele se faz todo de afetado, ficando magoado e blablablá. Me deu vontade de gritar: "Você não sabe um quinto desse inferno, então senta aí e fica quieto!" E a relutância de Ever em colocá-lo a par era só mais uma de minhas expectativas para esse livro ser um saco.
Porém, como um milagre, parece que Ever coloca a mão na consciência (aleluia!) e começa a consertar as coisas. Do jeito certo. Mas, ainda assim, sem a ajuda de Damen, que se recusa a escutar o que acontece, já que isso só pode ser feito em Summerland e, como eu disse, ele está com uma crise existencial do cão e não quer ir para lá. Não se dando por vencida, Ever leva o Jude mesmo e, devo dizer, no começo esse rapaz pareceu legalzinho, mas na segunda metade desse livro, eu o teria matado com minhas próprias mãos?
Ah, e lembram do Roman? Pois é, eu o odiei desde o primeiro momento, assim como fiz com Drina, mas em Chama Negra, mais para o finalzinho, eu totalmente mudei minha opinião sobre ele e... bem, como é de praxe, Alyson estragou meus sonhos e minha misericórdia. Porcaria, viu? Só tenho a dizer que Roman não é mal porque nasceu mal. Muitas coisas aconteceram com ele quando era pequeno que o fizeram assim e, é de dar pena viu? Eu fiquei comovida e, só imaginando sua situação, foi o suficiente para esquecer meu ódio por ele... que foi redirecionado para Haven e Jude. Argh!
Como é normal na série Os Imortais, o quarto livro (antepenúltimo) termina sem dar uma dica sequer de que a estória está perto de se acertar. Ever, no entanto, se desenvolveu muito nesse livro e eu fiquei feliz com sua evolução como pessoa! Posso dizer que ela está perdoada por todas as suas burradas e eu só posso esperar que ela não faça mais nenhuma besteira. Mas, conhecendo a Alyson, ainda posso esperar me irritar muito com essa série e, se em Everlasting, Ever e Damen não ficarem juntos, eu realmente vou me revoltar... poxa, fiquei aguentando desventuras por cinco livros e no sexto e último as coisas não se ajeitam? Olha lá em Alyson?
Ela acertou na segunda metade de Chama Negra e eu espero que continue assim em Estrela da Noite, que está previsto para ser lançado ainda nesse mês de julho. Vamos aguardar!

Nota:

2 comentários:

Aione Simões disse...

Bom, como eu não li ainda nenhum da série, pulei a resenha :S
Senão ia ficar sabendo de coisas que acontecem antes!!
Beijos!

Patrícia disse...

Olha, até agora só li "Para Sempre" e até me empolguei pra ler "Lua Azul", mas falaram que a continuação era muito ruim que até desisti dessa série ;\
Quem sabe depois eu não retome ela? (:

=*