segunda-feira, 1 de agosto de 2011

#Resenha: Cicatrizes de um Segredo - Marcio Scheibler


Cicatrizes de um Segredo
Autor: Marcio Scheibler
Editora: ZUM
Número de páginas: 162
Sinopse: "Com a morte de seu pai, Ricardo Valença passa a ser o novo herdeiro da coleção de jóias pertencente a sua família há quatro gerações. Numa decisão arriscada, transfere as jóias do cofre de um banco para um esconderijo que apenas ele e seu melhor amigo, Martim de Sandri, conheciam. Mas o inesperado acontece. As jóias são roubadas e uma amizade de quinze anos é abalada.
Entra em ação o detetive Otávio Medeiros. Um crime que parecia comum torna-se envolvente à medida que o bandido volta inúmeras vezes ao local do crime e deixa novas pistas enigmáticas, em pontos estratégicos da sala onde as jóias estavam guardadas, intrigando ainda mais a mente de todos.
Numa trama de sedução, traição, fé, vingança e ousadia, o quebra-cabeça é montado e o bandido descoberto, revelando consigo um segredo de família que mudará o rumo da vida dos envolvidos."

Um livro super curtinho, em formato pocket, mas que não deixa a desejar na trama. Conhecemos, logo no começo, o homem responsável por toda a estória: um caçador de tesouros se encontra na América Central, em busca de mais um achado e, para isso, precisa de ajuda de alguns locais.
Depois de uma caminhada, em uma caverna a grande descoberta. Mas, temeroso de que o tesouro fique com os rapazes que o ajudaram, ele os mata e foge, porém não consegue paz. O homem morre e deixa as jóias para seu sucessor e assim por diante, até chegar a Ricardo, com a morte recente de seu pai.
Temeroso que outros parentes possam colocar as mãos nas jóias, Ricardo as esconde com a ajuda de seu amigo em uma sala secreta descoberta na faculdade onde estudou. Entretanto, o que deveria ser um alívio acaba se tornando um pesadelo. As jóias somem e, no lugar dela, ficam pistas sombrias. Sobra para o detetive Otávio Medeiros, amigo de Ricardo, investigar por debaixo dos panos sobre as jóias.
As pistas levarão a um enigma que, acreditem, vai ficando cada vez mais complexo e depois, no final, você simplesmente não acredita! É aquele típico livro em que você desconfia de todos e, quando percebe que está chegando ao final do mistério, simplesmente rola aquele receio de descobrir quem foi o verdadeiro autor da façanha.
Esse foi o primeiro livro que li do Marcio e gostei bastante de como ele desenvolveu a trama e todo o mistério, foi tudo muito bem pensado e o fato do tesouro ter sido levado na base de três assassinatos tem um peso enorme para o desfecho do livro. Quando vocês leem a última página, podem entender o por quê do título e, finalmente, desfrutar de toda a lógica de Medeiros ao desvendar o crime.
Mas, como todo livro de mistério, rola envolvimentos amorosos e a dúvida constante, amizades são provadas e outras resgatadas, porém não tem o rumo esperado. Ele me prendeu do começo ao fim e, quando a lógica finalmente foi revelada, realmente era algo que eu não poderia esperar. É um ótimo passatempo, a estória curtinha, porém cativante, pede por momentos em que a espera seja iminente. Eu, por exemplo, esperava lê-lo na espera do médico, mas esqueci o livro em casa. Perdi uma ótima oportunidade de distrair minha cabeça, mas também penso que pude prestar atenção melhor em casa, afinal, em um livro de mistério, os detalhes são cruciais!
Super indicado para os caçadores de enigmas de plantão!

Nota:

Nenhum comentário: