domingo, 21 de agosto de 2011

"Turn On The Radio, Honey..." #1

Boa tarde!!!

Sem resenhas ou indicações, hoje eu finalmente venho estrear a nova coluna do Only The Strong Survive: "Turn On The Radio, Honey!" onde vocês mandam as sugestões de videoclipes (pode ser um dos seus favoritos ou não) e eu falo um pouquinho sobre o que achei deles.
No final do post eu coloco o link onde vocês possam se inscrever e enviar seus videoclipes!
Então, abrimos a coluna com a sugestão da Letícia Walter: Monster, da banda Paramore.







O clipe tem início em uma espécie de pátio inundado e todos os membros da banda estão com 50% do corpo submerso em água. Eu gostei desse fundo escuro, serviu para destacar principalmente a Hayley, que é super branquinha e tem tudo a ver com a primeira estrofe da música.

You were my conscious
Você era minha consciência
So silent, now you're like water
Tão silencioso, agora você é como água
And we started drowning
E nós começamos a nos afogar
Not like we'd sink any farther
Não como se pudéssemos afundar mais
But I let my heart go
Mas eu deixo meu coração seguir em frente
It's somewhere down at the bottom
É um lugar bem no fundo
But I'll get a new one
Mas eu conseguirei um novo
And come back for the hope that you've stolen
E voltarei pela esperança que você roubou

Depois que passamos para a próxima cena, temos um hospital abandonado como a maior parte do cenário a partir de então. Todo esse clima de destruição me fez lembrar daqueles filmes apocalípticos e, como em toda boa música do Paramore, no refrão temos uma explosão de energia:

I'll stop the whole world
Eu evitarei que o mundo todo
I'll stop the whole world
Eu evitarei que o mundo todo
From turning into a monster
Se torne um monstro
And eating us alive
Nos devorando vivos
Don't you ever wonder how we've survived?
Você nunca se pergunta como nós sobrevivemos?
Well now that you're gone
Bem, agora que você se foi
The world is ours
O mundo é nosso

Quando assisti ao clipe pela primeira vez, eu não entendi muito bem qual era a mensagem que eles gostariam de passar. Nas vezes seguintes, comecei a pensar que se tratava de um relacionamento amoroso. Conversei com a minha amiga, que é super fã da banda e ela me ajudou a entender um pouco. Procuramos na internet uma interpretação do clipe e acabei descobrindo que todo o significado era muito maior do que eu havia esperado.
Trata-se da descrição de um momento pelo qual o Paramore passou recentemente, com a saída de um de seus integrantes. Eu me lembro vagamente de todas essas notícias circulando pelas redes sociais, mas, como não sou muito ligada ao Paramore, não pude saber mais a fundo sobre o que se passava. Acabou que no ParamoreBR.com eles fizeram uma análise completamente detalhada de todos os aspectos e percebi que, perto do que realmente significou, eu não tinha ideia do que era esse clipe.
Aqueles que, como eu, não conhecem o histórico da banda, vão se surpreender com o significado que eles colocaram nesse clipe. É praticamente uma letra sobre recomeço, sobre tentar consertar as coisas e mostrar que nem tudo está acabado, que eles estão prontos para se reerguer. No final, ao terminarem olhando um para o outro, juntos, finalmente concluímos que, essa música foi muito mais para eles mesmos e para os fãs do que para qualquer outro.
Mas, para nós, apenas conhecedores de Paramore através de músicas como Decode, Ignorance, Crushcrushcrush, That's What You Get, etc. Monster pode ser um clipe intrigante, de fotografia interessante e, é claro, música agitada, uma marca dos hits da banda. O que eu acrescentaria na minha análise, com a ajuda do texto que li no Paramorebr.com, é claro, é que trata-se de um hino. Para aqueles que acreditavam que a banda havia acabado, que nada seria como antes novamente, para eles mesmos, inclusive, e isso me deixou ainda mais interessada no clipe!
Se vocês quiserem ler a análise do videoclipe, basta clicar no primeiro link do Paramore BR que eu escrevi que serão direcionados para lá!

Espero que tenham gostado da análise e comentem! Para deixar sua sugestão de videoclipe, basta preencher este formulário e aguardar!

Até amanhã!


5 comentários:

Letícia Walter disse...

Não aperreia Juliana! --'
Poser, poser, poser! Vou fazer vc escutar Paramore! U_U

Juliana Neves disse...

Letícia é o maior arroz de festa que eu já vi, ela aparece em todo blog que eu vou HAHAHAHAHAHA

Por culpa sua vou ficar com Bubble Wrap na cabeça agora, a primeira coisa que fiz quando abri o post pra comentar foi continuar cantando. lol

Enfim, não curto muito Paramore. Eles até são bons, mas não é AQUELA banda pra mim sabe. Não sei se é porque não faz meu estilo :( mas alguns amigos meus gostam. Nunca escutei Monster, acho. As músicas que conheço e tenho no PC são aquelas mais antigas e modinhas. Sou a maior poser. KKKKKK

Adorei o post, depois vou dar umas sugestões bem legais das minhas bandas preferidas <3

Beijos,
Julie.
www.booksjournal.org

Aione Simões Sérgio disse...

Olá!
Primeiro, adorei a idéia da nova coluna, muito legal mesmo!
Segundo, quando comecei a ler o post, achei que seria apenas você mostrando um clipe, mas amei o fato de você tê-lo analisado parte a parte!
Eu não conheço a história de Paramore e jamais imaginaria que o clipe trata do tema que trata, achei muito legal mesmo você ter ido atrás da informação e transmitido-a aqui!
Parabéns!
Aguardarei pelos próximos posts da coluna!
Beijos!

Letícia Walter disse...

É realmente dificil perceber o que eles queriam dizer com esse clipe (e música), quando vc não acompanha a banda.
Mas gostei da sua análisee!! \o/


xx

Livia Lorena Damasceno disse...

Oiee Vê! Gostei da nova coluna aqui do blog! Chique heim!
Não sou muito fan de Paramore, mas o vídeo é bem legal!
Vou mandar alguma coisa para você também!
Adorei.
Bjos e boa semana.
Sucesso
Lilo
Redenção