quarta-feira, 21 de setembro de 2011

#Indicação - Filme: Uma Garota Encantada

Olá pessoal!

Nossa, estou tão cansada e essa semana parece estar passando tão devagar! Deve ser a quantidade de provas, só pode. Sem contar que estou aguardando alguns e-mails e encomendas, mas o correio em greve não está ajudando em nada. Digam que as coisas vão melhorar?
Ok, talvez vocês não tenham reparado, mas adicionei uma imagem na barra lateral do blog com o objetivo de estabelecer uma legenda para as notas dos livros, seriados e filmes que sempre dou nos posts. Não começarei agora a aplicá-las, vou fazendo a mudança gradativamente, bem como pretendo revisar todos os posts do blog e padronizar as resenhas e indicações, assim fica tudo mais fácil, organizado e bonito, certo?
Então aguardem que logo, logo o blog passará por mudanças! Só vou esperar minhas provas acabarem na semana que vem e já arregaço as mangas. Pois vamos reaver o tempo perdido, hora de indicação!

Uma Garota Encantada (Ella Enchanted) - 2004

Quando Ella nasceu, foi abençoada pela sua fada madrinha com o dom da obediência que é, ao mesmo tempo, uma maldição. Ella tem de obedecer a tudo o que lhe ordenarem, por mais disparatado ou malévolo que seja. Quando ela era criança, já era mau, mas tudo piora quando, passado alguns anos depois da morte da sua mãe, o seu pai se volta a casar e traz para casa uma madrasta cruel e duas meias-irmãs sinistras, que ao descobrirem o dom de Ella, aproveitam para que ela faça tudo o que elas querem. Farta de sofrer às mãos de todos, Ella foge de casa com um livro mágico, à procura da fada madrinha para lhe pedir que retire o indesejado dom. Durante a sua viagem, Ella entra em perigosas e sombrias florestas nas quais encontra um mundo de fantasia, um belo príncipe e as mais estranhas personagens (tais como duendes, anões e gigantes) que a irão ajudar.
Um digno conto de fadas, com suas próprias características. Temos uma fada madrinha, a madrasta e as filhas malvadas, o príncipe encantado e o conflito. Mas espera um pouco; que tipo de fada madrinha presenteia sua afilhada com um dom que mais parece um castigo? Pois é exatamente o presente de grego que Ella recebe de sua fada madrinha Lucinda: o dom da obediência. Tudo o que os outros mandarem, ela fará. Não é algo que possa escolher, por pior que seja o pedido. E é assim que ela começa sua vida.
Alguns anos depois, sua mãe morre. E o mais interessante disso tudo é que ela e a tia são fadas domésticas, ou seja, detém alguns poderes, porém nenhum forte o suficiente para desfazer a condição de Ella. Seu pai, que é comerciante e vende relógios, está preocupado com a possibilidade da casa deles ser tomada a qualquer momento, por isso, arranja uma noiva. 
Como é de se esperar, é uma megera com suas duas filhas mimadas que bate à porta de Ella e não demora muito tempo para que elas descubram sobre o "dom" da menina. Já dá para ver que ela não terá paz, não é? Como se não bastasse, suas meia-irmãs a obrigam a roubar um produto do shopping (pois é, até eu fiquei embasbacada com a tecnologia dado a época que o filme se passa) e, assim, a madrasta vê a oportunidade perfeita para fazê-la dispensar a melhor amiga.
É o suficiente para que ela saia em busca da causadora disso tudo: sua fada madrinha. Junto com um livro falante (que deveria ser o noivo de sua tia, mas por conta de alguns errinhos mágicos, acabou se tornando um objeto extremamente útil) e que mostra a ela tudo o que quiser saber, um duende revoltado com a imagem que os demais tem de seu povo e que quer ser advogado e um certo príncipe charmoso, Ella está preparada para sua longa jornada.
Acho que uma das partes mais legais do filme é quando Anne Hathaway canta Somebody to Love do Queen em um bar cheio de gigantes. O filme tem doses de humor, muitas delas relacionadas aos seres mitológicos que compõe o elenco pra lá de diferente. Depois, mais para o final, Ella faz uma nova performance, só que dessa vez com a música Don't Go Breaking My Heart do Elton John e eu achei bem legal essa mistura de música sem precisar ser classificado como um musicla.
E aí, será que Ella conseguirá retirar esse "presente" dela? Ou ela precisará da ajuda de um certo alguém, quem sabe, do amor verdadeiro? Eu adoro o filme e, apesar de passar alguns momentos de raiva por causa desse dom, da fada madrinha e das meia-irmãs, Ella consegue encarar tudo com jogo de cintura e mais coragem do que muito gigante por ali! 
Para os fãs de Anne Hathaway, vale a pena conferir mais essa atuação divertida dessa atriz maravilhosa e muito talentosa. Acho que, junto com Meryl Streep e tantas outras atrizes que eu adoro, todos os trabalhos estrelados por ela vale a pena conferir. Alguns podem ser melhores do que outros, mas, para mim, os direcionados ao público mais jovem a adulto e com um caráter humorístico como, por exemplo, O Diário da Princesa e O Diabo Veste Prada, além de Uma Garota Encantada, são os que mais chamam a atenção e pedem por uma tarde relaxante e divertida!

Nota:


5 comentários:

Aione Simões Sérgio disse...

AHhh eu amo esse filme e amo a Anne Hathaway!
Ela é uma das minhas atrizes favoritas e realmente merece ter todos os seus trabalhos conferidos!
Esse filme é fofo, hilário e com uma trilha sonora maravilhosa!
Amei a indicação!
Beijos!
P.S: Depois passa lá no blog, citei você no vídeo mostrando os marcadores que ganhei aqui!
www.minha-vida-literaria.blogspot.com

Natália Alves disse...

Legal! se fosse ver esse filme, seria justamente por causa da Anne Hathaway, gosto muito dela *-*

Bjoos;*
Naty - Just Books !

Naniedias disse...

Ai, que delícia *-* Esse filme parece ser daqueles no estilo "sessão da tarde" \o/ E adoro a Anne Hathaway \o/ Amei a indicação =)

Juliana disse...

Adoro filmes!!!
Quero ver esse.. ñ conhecia
obrigada pela dica!
Beijos
http://bichosentrelivros.blogspot.com/

dpaulaingrid disse...

Uma mistura de varios contos.... que criativo. A atuação de Anne Hathaway é mara! *-* O filme até que é legalzinho, mas eu só assistiria se não tivesse passando nada de bom na TV ou nada para estudar =P