quarta-feira, 12 de outubro de 2011

#Resenha: Beijo da Morte - Ellen Schreiber

Boa tarde!

Como prometido ontem, hoje teremos posts super especiais e eu espero que vocês gostem e não deixem de comentar, hein?
Antes de mais nada um Feliz Dia das Crianças a todos nós, crianças ou não, porque um dia todos já fomos e merecemos retornar a essa época pelo menos uma vez ao ano, né?
Eu estava desejando ávidamente que o feriado se estendesse até sexta-feira, mas, pelo visto, não tenho essa sorte toda e na semana que vem minhas provas já voltam. E a folga? Puf! Evaporou! Nem consegui ler direito, quero férias já!
Chega de lamentações, antes que eu resolva me enfiar na cama e não sair mais... #drama

Beijos de Vampiro - Beijo da Morte
Autora: Ellen Schreiber
Editora: iD
Número de páginas: 200
Sinopse: "A vida em Dullsville tinha se tornado algo entediante para Raven – isto é, até ela conhecer Alexander Sterling, o garoto gótico dos seus sonhos que trouxe a luz ao seu mundo sombrio. Mas, assim como acontece em Beijo da Morte (seu filme favorito), Raven está sentindo na pele que o amor também tem as suas complicações: Alexander tem um segredo – um segredo que ela precisa guardar com a boca fechada. Quando ele desaparece do nada, Raven sai à sua busca… E o que ela acaba encontrando pode ser mais aterrorizante do que imaginava."

Um livro super curtinho, que li em poucas horas e que era uma das continuações mais aguardadas por mim. Para ler a resenha do primeiro livro, Beijos de Vampiro, participante do primeiro Book Challenge, clique aqui.
Raven está desolada pela partida repentina de seu amor gótico Alexander e, sem contar a ninguém o motivo pelo qual ela acha que ele partiu, ninguém sabe que ele foi mesmo embora, nem sua família, nem sua melhor amiga. Dessa forma, ela acaba alimentando uma mentira incômoda que, ao mesmo tempo, a deixa cada vez mais desesperada para partir em busca dele. Descolada e com seu estilo gótico mais forte do que nunca, Raven parte para a cidade de sua tia hippie com a esperança de encontrar Alexander, já que ficar esperando por ele não parece estar surtindo muito efeito. Além disso, sua melhor amiga deu de ser uma apaixonada incorrigível que a está dando nos nervos!
O livro transcorreu de forma tão rápida, que eu praticamente devorava as páginas, ansiosa pelas investidas de Raven em tentar descobrir o paradeiro de Alexander e do surgimento de personagens, no mínimo, intrigantes, como é o exemplo de Jagger, um gótico sombrio e que demonstra interesse assustador por Raven. Mas ela não se deixa levar, seu objetivo é o príncipe gótico que jura ser sua alma gêmea e que acredita estar em perigo. Gosto do jeito descolado da Raven, mas achei sua busca por Alexander um pouco... psicótica.
Tudo bem, ela adora seres da noite e tem certeza de que ele é um vampiro, mas será que precisa mesmo dar uma de enxerida para cima dele? Certo, ele não quer ser encontrado, mas quando ela se dá conta de que o perigo a espreita, ela praticamente já o encontrou e trouxe a ameaça consigo. E foi tudo tão rápido, no decorrer de apenas algumas páginas, foi praticamente em um piscar de olhos e não estou sendo dramática!
Não gosto de livros que enrolem muito e até estranhei um pouco a espessura de Beijo da Morte, mas Ellen deixou a sensação de que algo estava faltando. Talvez uma explicação anterior para a chegada de Jagger ou, então, mais detalhes sobre a relação dele com Alexander. A meu ver foi como se tudo fosse jogado ao ar, encaixado de maneira rápida e aí... acabou. É claro, eu adorei saber desse "capítulo" da história de Raven e Alexander, definitivamente eles formam um casal fofo e diferente de vampiro e humana. Mas foi essa a impressão que ficou, que Beijo da Morte não passou de um capítulo da história, ao invés de um livro. Acho que mais alguns detalhes poderiam ser inseridos, algumas dúvidas sanadas, mas se fosse assim não existiriam mais livros, certo?
Mas se você curtiu Beijos de Vampiro e, como eu, adorou a oportunidade de uma leitura leve, rápida e de deixar muitas questões no ar, então a continuação, Beijo da Morte, é obrigatória! Pode passar na frente dos demais livros que você tem para ler porque ele não levará mais do que algumas horas. Algumas dúvidas e histórias serão reveladas nesse segundo volume, outras questões irão surgir e o final será de tirar o fôlego, deixando uma enorme brecha para continuação! E que venha o terceiro volume!

Nota:

3 comentários:

Juliana Kobayashi disse...

eu tive a mesma impressão q vc, você lê um monte mas parece q as coisas aconteceram de maneira rapida e q naum houve qlqr progresso de verdade na história... achei completamente destoante a capa passada dessa capa! bem, de qlqr forma fico no aguardo da continuação ^^

Naniedias disse...

Uau! Cinco estrelas?
Confesso que não li toda a resenha, porque ainda não li o primeiro livro, mas só de saber que a continuação é excelente, já me anima para ler essa série!

Veezinha disse...

É sim, Nanie! Apesar de ser uma continuação curtinha, que você lê em um piscar de olhos, não perde a leveza e a fofura do casal principal e insere novos personagens intrigantes. Eu, com certeza, estou na expectativa para próxima parte! Leia sim, vale a pena!

xx


Em segunda-feira, 17 de outubro de 2011, Disqus<
> escreveu: