domingo, 2 de outubro de 2011

"Turn On The Radio, Honey..." #7

Boa noite!

Como todo pesadelo de estudante, o final de semana chega ao fim. Essa semana eu não terei provas, mas em compensação terei um trabalho para apresentar para classes mais novas. Eu realmente estava esperando que esse trabalho desastroso fosse cancelado, mas como a minha sorte quando se trata de escola não é lá das melhores...
De qualquer forma, não vejo a hora que ele chegue para acabar logo, não é mesmo? E temos outras coisas a comemorar, como por exemplo... faltam 98 seguidores para o 1º sorteio da promoção dos 1.000 seguidores!!!!!!! Eu não poderia estar mais feliz com todo o esforço sendo correspondido e o empenho de vocês em divulgar no twitter e preencher o formulário! Boa sorte e que mais seguidores venham!
A indicação de hoje é da Danyelle, novamente, só que dessa vez ela sugeriu Broken, do Seether em parceria com Evanescence (Amy Lee).




I wanted you to know
Queria que você soubesse que
That I love the way you laugh
Adoro o jeito que você sorri
I wanna hold you high
Quero te abraçar bem forte
And steal your pain away
E levar sua dor pra bem longe

I keep your photograph
Eu guardo a sua fotografia
And I know it serves me well
E eu sei que ela me faz bem
I wanna hold you high
Quero te abraçar bem forte
And steal your pain
E roubar sua dor

No começo eu estranhei muito o estilo do som e comecei a me perguntar o que o Evanescence estaria fazendo no meio de um clipe como esse. A voz de Shaun Morgan, vocalista do Seether, se assemelhou muito a do Chad Kroeger, vocalista do Nickelback. Com presença, firme e bem grossa, começamos as duas primeiras estrofes da música que começa como uma declaração. Ele quer que ela saiba que adora o jeito como ela sorri, que quer abraçá-la e tirar sua dor. Ele possui uma fotografia e isso o deixa bem, o faz se sentir melhor e deixa nele um desejo de abraçá-la e tirar a dor que ela está sentindo. Acho que estamos falando de amor aqui, não? Aquele sentimento de proteção, seja por parte do rapaz ou da moça, de proteger a pessoa amada, de não querer que ela sofra. E foi aí que a música já me encantou. Não é algo pesado, triste, mas mais leve e a melodia te guia tranquilamente, sem o rock mais pesado, que normalmente notamos nas músicas do Evanescence logo no começo.


'Cause I'm broken
Porque eu fico em pedaços
When I'm lonesome
Quando estou solitário
And I don't feel right
E eu não me sinto bem
When you're gone away
Quando você vai embora

You've gone away
Você se foi pra longe
You don't feel me here, anymore
Você não me sente aqui, não mais

Agora o som pesa um pouco mais e temos um trecho mais triste, na minha opinião. É o sofrimento sendo exposto quando se está solitário, sem a pessoa amada por perto. É como se ela fosse a cola e ele, os pedaços, precisando dela para se manter firme, inteiro. Às vezes nos sentimos assim quando estamos apaixonados, não é mesmo? Sentimos como se fosse um mal estar quando estamos longe de alguém que gostamos, uma espécie de vazio.
É a primeira vez que ouvimos a voz de Amy Lee na música, porém, ela é um pouco ofuscada pela voz grossa e imponente de Shaun. Não que isso atrapalhe, gera até um toque delicado a letra e certo sentimento feminino invadindo a canção. E então, nossa pessoa amada foi para longe e ela não o sente mais (teria ela simplesmente partido para longe mesmo ou morrido?)


The worst is over now
O pior já passou agora
And we can breathe again
E nós podemos respirar de novo
I wanna hold you high
Quero te abraçar forte
And steal my pain away
Você manda minha dor pra longe

There's so much left to learn
Há muito o que aprender
And no one left to fight
E ninguém restou para lutar
I wanna hold you high
Eu quero te abraçar bem forte
And steal your pain
E roubar sua dor

Finalmente Amy Lee toma as rédeas da canção e podemos usufruir de sua voz profunda, exatamente como ela faz desde sempre. E, ao que parece, o pior da relação turbulenta já passou e eles enfrentam um período de calmaria. É com alívio que podem respirar e trocar um abraço, mandando a dor para longe e ficando juntos novamente.
Porém, essa próxima estrofe me deixou confusa. Afinal, quem não sobrou para lutar? É evidente que há muito a aprender, muito do caminho a percorrer pelos dois, mas o que não consegui entender foi o segundo verso. Será que os dois desistiram da relação, mas ainda assim sentem a necessidade de abraçar um ao outro para tirar a dor? Definitivamente não posso afirmar com certeza.


'Cause I'm broken
Porque eu fico quebrado
When I'm open
Quando fico exposto
And I don't feel like
E eu não me sinto como se
I'm strong enough
Eu fosse forte o bastante

'Cause I'm broken
Porque eu fico quebrado
When I'm lonesome
Quando estou solitário
And I don't feel right
E eu não me sinto bem
When you're gone away
Quando você vai embora

E a pessoa fica em pedaços quando está exposta, vulnerável e não se sente potente o suficiente para consertar o que há de errado, para salvar aquilo que a faz se sentir bem. Todo esse cenário de destruição do clipe, o aparente ferro velho, com pilhas incendiadas. Amy de asinhas pretas (digam se não é uma graça? *-*), Shaun cantando dentro de um carro, aquele olhar que pode muito bem ser o normal dele, mas que deixa claro que não se trata de uma história com final feliz.
A solidão o deixa quebrado, quando a pessoa amada não está por perto. E ele tem medo de não ser forte o suficiente para passar e sobreviver a isso. Apesar do pior já ter passado, não é como se ela tivesse voltado para tirá-lo daquela dor, para fazê-lo se sentir bem. Ainda assim, a melodia dá um toque mais leve à música, embora o som fique mais pesado conforme avança pelo refrão e ao longo da música. Eu gostei bastante, não é algo pesado, triste, mas deixa muitas dúvidas quanto ao que realmente acontece nesse relacionamento. Fico me perguntando se a pessoa amada morreu ou simplesmente partiu, desistiu do relacionamento. Algo que me incomoda muito em músicas é não conseguir identificar o porque de determinados sentimentos, atitudes, pensamentos. Gosto de entender o que se passa, de montar a história na cabeça e nem sempre isso é possível.
Também é bem complicado determinar o eu lírico da música, se é homem ou mulher, procuro me basear em quem canta, como se ele fosse a voz que transmite os sentimentos. No caso de Broken, Shaun e Amy tem o papel intercalado e, por isso, me senti um pouco atrapalhada em determinar a hora em que ele ou ela estavam dando voz à canção. Pode parecer óbvio, só interpretar de acordo com a parte que cada um canta, mas mesmo assim, os versos, era como se Amy estivesse cantando, mas a "voz" pertencesse a um homem, ao rapaz desse relacionamento, desesperado e quebrado.
Eu adorei a sugestão, gostei muito da música e fico feliz por ter feito a análise. Não deixem de comentar, sempre expondo seus pontos de vista que podem ser bem diferentes dos meus, certo?

E para você que quer deixar sua sugestão de videoclipe para ser analisado, basta preencher este formulário e aguardar!

Bom restinho de domingo e bom início de semana!

6 comentários:

Ângela Graziela disse...

Faz tempo que não escuto essa musica muito boa mesmo
E ontem teve evanescence no rock in rio, eu assisti =D
Boa sorte na escola
Beijos

Veezinha disse...

É verdade!! Vi os trechos que passaram no Fantástico hahaha Adoro a voz da Amy Lee, tem uma presença que deixa a música com leveza. Muito bom mesmo! Obrigada, vou precisar! haha

xx




2011/10/3 Disqus <>

dpaulaingrid disse...

Lindo, lindo lindo! Adoro evanescence! Que bom que o blog está atingindo a 1ª meta, ajudando na divulgação sempre! #vamuquevamu

Veezinha disse...

Uhul!!!!! hahaha Evanescence é divo, não?! Vamos para o primeiro sorteio logo, logo! Já está com os dedos cruzados???

xx




2011/10/3 Disqus <>

dpaulaingrid disse...

Os da mão e os do pé. Exceto na hora de divulgar hehe ;P

Veezinha disse...

Hahahaha continue assim!! ;D

xx




2011/10/3 Disqus <>