segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

#Resenha: Você Tem Meia Hora - Camila Nascimento (Book Tour - Blog Et Art Literature)

Esta resenha faz parte da Book Tour promovida pela Charlene Santos do blog Et Art Literature. Muito obrigada pela oportunidade de participar! ;)


Você Tem Meia Hora
Autora: Camila Nascimento
Editora: Subtítulo
Número de páginas: 435
Sinopse: "Na noite de réveillon, Bia é abandonada por Arthur, o namorado de três anos com quem já morava há dois e pretendia se casar em um. À beira dos trinta, isso é uma tragédia, pois o que era para dar certo já tinha que ter dado e o que deu errado não dá mais tempo de consertar, ou seja se não se casar até os trinta, Bia estará condenada ao calabouço da solteirice, brigando pelo buquê nas festas de casamento e conhecendo homens que mentem a idade, o estado civil e a foto na internet. Mariana acha que a melhor amiga está exagerando, pois até um pé na bunda te empurra para frente. "Reiventar-se" é A palavra! Porém para isso, Bia precisa ir para o lugar onde todo mundo vai quando dá essas loucas. Londres. E concorrer à vaga de emprego mais disputada do século XXI. Mais será que uma mudança pode mesmo dar certo quando se leva na bagagem uma estória tão mal resolvida?"


Você Tem Meia Hora é um livro pelo qual tinha muita expectativa quando li a sinopse e adicionei na minha estante do Skoob. Tanto que, quando surgiu um recado anunciando uma Book Tour, eu fui logo me inscrever, com medo de ficar sem a vaga. No entanto, acabei me decepcionando um pouco, na verdade, bastante.
É muito difícil começar uma resenha de um livro do qual você não gostou muito. Sinceramente, não sei por onde começar. Claro que, antes de mais nada, não posso tirar o mérito da autora ao escolher um assunto bem diferente: uma protagonista que é aeromoça, largada pelo namorado na noite de ano novo que depois conquista o emprego dos sonhos em uma filial de sua empresa em Londres. Posso dizer que a parte onde diz 'Londres' foi a que mais me chamou a atenção na hora de me interessar pela leitura do livro. Mas até Beatriz chegar em Londres... foi um caminho bem longo!
Já no começo nos deparamos com a partida de seu 'namorido', como ela chama o namorado com quem divide o apartamento e isso a deixa completamente devastada. O primeiro ponto que me desagradou: as longas e incessantes páginas e capítulos onde ela se lamenta pelo ex, explicitando sua vontade de tê-lo de volta, a profunda tristeza que está sentindo e isso se arrasta por praticamente suas férias inteiras!
Claro que nenhuma protagonista é de ferro, com os nervos de aço, mas me chateou um pouco ela demorar tanto tempo (e tantas páginas) para começar a se reerguer, visto que a partida de Arthur foi como um tapa na cara e em pouco tempo ele já estava em outra.
E então temos a insistência de Mariana, sua melhor amiga, para que ela se candidate a uma nova oportunidade de emprego: a empresa de aviação na qual elas trabalham estará firmando acordo com outra internacional e, dessa forma, expandindo suas atividades para outros países, começando por Londres. A relutância de Bia e a insistência de Mariana me fez questionar o por que de elas serem amigas. Mariana foi outra personagem que não me agradou, o tipo de pessoa que entende um 'não' como 'sim' e, dessa forma, nunca para de insistir ou, então, faz as coisas por si própria.
Mesmo após a insistência, os contratempos, as tristezas, Bia consegue ir para Londres e vai morar com um amigo gay que é assistente de uma estilista enquanto ainda se ajeita para começar a trabalhar. Todas as partes, desde o Brasil até Londres são muito bem descritas, dando-lhe a sensação de que você está mesmo no lugar, você consegue visualizá-lo. E foi essa parte que garantiu ao livro a minha nota final. Porque, mesmo numa mudança de ares, eu não consegui me ligar aos personagens.
Posso até ter lido o livro em um momento de stress (no meio das provas e no segundo semestre) e isso talvez tenha afetado a minha leitura, minha interpretação. Por isso, quem sabe após uma releitura, minha visão sobre ele mude completamente? Não pretendo fazer isso agora, no entanto, mas com certeza garantirei meu exemplar e, assim que ler Você Tem Meia Hora pela segunda vez, caso minha opinião tenha mudado, ficarei feliz em refazer essa resenha!

Nota:



3 comentários:

Bruna Melo disse...

O nome (e até um pouco a capa) me interessaram mas já ao ler a sinopse e depois sua resenha vi que será muito dificil de gostar de um livro do tipo.

Té mais...
http://bmeloescrt.blogspot.com

Juliana Kobayashi disse...

oi
eu passei aki para avisar q estou fazendo uma promoção no meu blog, sorteando imãs da saga crepúsculo! da uma passada, a promo é bem simples, seguir publicamente, resisidir no brasil e preencher um formulário com nome de seguidor e e-mail p contato!
o sorteio será no dia 12 de janeiro, qnd meu blog completar um ano! conto com sua participação!
bjs!

TÍTULOS DE LIVROS

Veezinha disse...

Obrigada pelo convite, Ju! Sem dúvidas estarei passando lá para participar! :D

xx




2011/12/20 Disqus <>