sábado, 3 de março de 2012

#Indicação - Série: Unforgettable

Sobre aluno de faculdade não ter mais tempo pra nada... agora eu acredito. Curtam os posts de hoje e desculpem a demora!

Unforgettable - Exibido pela CBS nos EUA e pelo AXN no Brasil.
Número de temporadas: 1 (em andamento)

Sobre o que fala?

Carrie Wells (Poppy Montgomery) é uma enigmática ex-policial que sofre de uma rara condição: Carrie possui uma memória perfeita. Isso significa que ela é capaz de se lembrar de tudo nos mínimos detalhes. Tal condição pode ser tanto uma benção como uma maldição, afinal, Carrie é incapaz de esquecer-se de todas as coisas ruins que viveu e presenciou. 

Minhas convicções:

Está aí uma série que eu não poderia, sequer, imaginar! Já vi de tudo no ramo policial, inclusive, o uso de mediuns para a resolução de casos, mas a própria memória é, sem dúvida, fascinante! Carrie possui uma condição denominada hipertimesia, ou seja, ela consegue se lembrar de t-u-d-o o que já viu. No primeiro episódio, ela não está trabalhando com a polícia, mas, ao testemunhar um crime, passa a ser a peça-chave no descobrimento de possíveis suspeitos.
Coincidentemente, o detetive responsável pelo caso era seu antigo parceiro (e namorado) com quem Carrie trabalhava em Syracuse antes de se afastar e se mudar para Nova York. Quase imediatamente, seu talento é revelado e, apesar do ceticismo dos colegas policiais, ela acaba por se juntar a eles na delegacia e, então, descobrimos um dos motivos que levaram Carrie a tornar-se policial: quando era pequena, sua irmã foi morta e, mesmo vivenciando a cena diversas vezes, ela não se lembra de muitos detalhes que, em outras circunstâncias, apareceriam facilmente.
Frustrante? Também achei. Como pode uma pessoa como ela, que não se esquece de nada, não se lembrar justamente do rosto do assassino de sua própria irmã? Mas, ao longo dos episódios, algo incrível começa a acontecer; é como se, ao resolver os casos, ela fosse destravando partes de sua memória do dia do assassinato da irmã. E isso só deixa a série ainda mais fascinante e curiosa. Será que, em algum episódio, ela será capaz de se lembrar, com a clareza de sempre, do rosto daquele que matou sua irmã? Eu acredito que sim.
Essa não é só mais uma série sobre a polícia de Nova York, com assassinatos e investigações, é também a história de uma detetive de talento, capaz de não deixar nada passar despercebido, mas com problemas próprios que refletirão em cada caso, ao final de cada dia. Enquanto ela carrega uma habilidade especial e extremamente rara, nem sempre significa que as pessoas ao seu redor, muito queridas, poderão se beneficiar desse dom que mais parece uma maldição. Afinal, quem não gostaria de apagar os piores momentos vividos da memória? Carrie, por outro lado, não tem escolha.
Eu indico totalmente a série! Para os amantes de séries policiais, para os amantes de dons raríssimos, para os amantes de uma boa série de TV!

Onde?

Quintas-feiras, às 22hrs, no AXN.

Nota:

10 comentários:

Diego Rangel disse...

Ultimamente por uma questão de tempo estou selecionando poucas séries para assistir, mas achei interessante os seus comentários sobre Unforgettable. O que eu achei mais legal foi o fato de a hipertimesia realmente existir, pelo que pesquisei na internet existe no mundo quatro casos de pessoas que tem esta "habilidade" sendo três casos nos EUA e um na Rússia. Apesar de ter o lado bom e mal desta habilidade eu gostaria muito de ter ela neste momento pois estou com uma pilha de apostilas pra estudar pra concursos!!! Abrc!

Veezinha disse...

De fato, é uma série curiosa sobre uma habilidade curiosa e, o que é melhor, real! Chega de superpoderes, imortalidade, etc! É algo raro, mas que existe e isso só deixa tudo mais incrível ainda!
Se bem que eu gostaria de ter imortalidade... com a pilha de livros que não para de crescer! rsrsrsrs Acho que assim já implicaria em uma memória de elefante; minha vida estaria feita! :)

xx




Em 1 de abril de 2012 17:08, Disqus
<>escreveu:

Ricardo Biazotto disse...

Essa série chamou a atenção (principalmente por essa imagem *-*), mas no inicio deixei passar e depois desisti pelo alto número de episódios que ainda tenho para assistir. Ainda assim, a ideia é muito bacana e inovador. Não imaginava que a personagem se lembrava de detalhes sobre o assassinato da irmã e isso também deve ajudar a série. Quem sabe "nas férias" das série não pegue para assistir Unforgettable.

Beijos
Ricardo - www.overshock.blogspot.com

Veezinha disse...

Eu também estou super atrasada com a série; comecei a assistir pelo AXN, mas com o tempo ruim, um episódio saiu do ar e eu não consegui mais pegar... aí já viu, perdi completamente o fio da meada. rsrsrs
E eu acho incrível que, a cada episódio, ela vá meio que destrancando detalhes do assassinato da irmã dela e eu realmente espero que, no final, tudo se encaixe e o mistério finalmente se resolva!

xx




Em 1 de abril de 2012 20:29, Disqus
<>escreveu:

Mayara Fernandes disse...

aihh que foto linda esta ai em cima, eu adoraria assisitir *...*
que diz que capas, seja de filme ou reivsta ou livro nao faz diferença esta bem enganado em certos casos
e esta eu nao conhecia

Veezinha disse...

Com certeza, a capa faz toda a diferença! Parece que instiga a curiosidade para saber do que se trata, né? Eu, por exemplo, já me interessei por muitas séries só de olhar a foto de divulgação! :D

xx




Em 5 de abril de 2012 09:39, Disqus
<>escreveu:

Mayara Fernandes disse...

o ruim é quando a capa nos engana e o livro ou filme é horrivel kk

Veezinha disse...

Aí é terrível mesmo rsrsrs



Em 5 de abril de 2012 09:51, Disqus
<>escreveu:

Mariih Goomes disse...

AAAH, PRECISO ASSISTIR ESSE SERIADO *O*
Parece ser muuuuito top na balada. Vou baixar agora! *-*
Já começou faz tempo? :S
O pior é que estou mega atrasada nos outros, mas fazer o que, né?
ASUHAUSAHUSAHS'
Mariiih
http://mundo-da-noite.blogspot...

Veezinha disse...

Kkkkkkkk, assista! É bem legal!!!!
Já tem um tempo sim :~ tá no episódio 19, indo para o 20. Não se preocupe, também estou atrasadérrima! Preciso colocar em dia rsrsrs Mas vale a pena!
xx




2012/4/5 Disqus <>