segunda-feira, 26 de março de 2012

#Resenha: Demoníaco - Pandora Fairel (Book Tour - Blog Viajando nos Livros)

Demoníaco
Autora: Pandora Fairel
Editora: Dracaena
Número de páginas: 240
Sinopse: "Diablo Ader é filha de uma relação entre Lilith e Lúcifer, que resolve sair do Inferno para trabalhar na Terra como caçadora de demônios. Conhecida por sempre obter sucesso, os Anjos colocam nas suas mãos uma tarefa que, ao seu ver, era a mesma das outras: matar um demônio. Este, porém, seguia uma linha de terrorismo completamente diferente dos outros: ele estuprava e espancava adolescentes até a morte, porém, não deixava rastro algum. Durante dias ela procura por ele e não obtém sucesso, até certo dia, em que ele deixa um forte rastro. Mas ela nunca imaginou que simplesmente correr atrás dele e matá-lo seria uma tarefa tão complicada... Ainda mais quando um resquício de paixão se coloca entre eles."

Antes de começar a resenha, gostaria de agradecer ao André, do blog Viajando nos Livros, pela oportunidade de tão emocionante leitura!
Diablo é uma jovem demônio, metade súcubo e ninguém menos do que a filha do próprio Príncipe do Inferno, Lúcifer. Há um ano ela deixou seu castelo no Inferno para combater demônios na Terra, matando-os e os enviando de volta para onde merecem. Ao lado dela, estão alguns anjos e, até mesmo, humanos que lutam diariamente para manter o mundo a salvo dessas criaturas condenadas.
Sendo filha do príncipe, ter saído de casa e, pior de tudo, estar matando seus coterrâneos gera a ira de seu pai, que quer a todo custo que ela volte e fará de tudo para tê-la, morta ou viva. Ainda assim, embora numa família que não se poderia chamar de perfeita, Diablo tem o desprazer de ser a filha preferida de sua mãe (dentre centenas de outras) e a única legítima de Lúcifer, possuindo meios-irmãos por parte de mãe que tem um carinho especial por ela: Roudin e Sehedin.
Contrariando as ordens do pai de voltar para casa, Diablo segue em sua última missão e a mais complicada: caçar um demônio que tem sequestrado, violentado e espancado meninas até a morte. Conhecida por nunca hesitar em matar demônios e com o "bônus" de ter tornado aquela missão pessoal, afinal, o criminoso conta entre suas vítimas a filha de um grande amigo humano, que também os caça: Eloistier, Diablo sai em busca dele completamente às cegas.
Lidando com uma pilha de corpos de adolescentes cada vez maior e a caça, por sua cabeça, aberta em todo o Inferno, Diablo precisa utilizar de toda sua agilidade para matar mais demônios do que nunca. Sentindo a pressão por estar deixando o demônio escapar, permitindo que ele faça mais vítimas, ela acaba por trombar com ele em uma de suas desovas e o persegue. Mas será que, ao encontrá-lo e ter seu primeiro vislumbre, Diablo concordará que ele é o demônio nojento e doentio que ela tem em mente?
O que fazer quando seus próprios pais a querem morta e o demônio que persegue é bonito e sedutor demais para o próprio bem? Conseguirá Diablo, manter-se viva e sã, mesmo com todos que conhece atrás dela? E o mais importante: será que ela vai conseguir cumprir sua palavra e completar a missão?
Este livro me deixou intrigada do começo ao fim. Muitas cenas de ação, desdobramentos inesperados e um final aberto para continuações. A história de Diablo tinha tudo para ser do mal: filha de Lúcifer e Lilith, praticamente a princesa do Inferno, a mais bela de todas as filhas da súcubo mais famosa e a preferida desta, com dois irmãos que a amam... E, mesmo assim, ela é a nossa protagonista rebelde, aquela que vira a mesa, sai de casa para, justamente, lutar contra os conhecidos de seu pai, aqueles que são como ela: demônios.
Já dá para esperar muita gente irritada, não? Pois é, mas ela consegue se esquivar muito bem sendo uma ótima caçadora de demônios, na verdade, a única da "espécie" entre os demais, compostos por seres celestiais e humanos. Ambientado na Inglaterra, Demoníaco apresenta o primeiro desafio de Diablo (ou Lilim, seu verdadeiro nome): caçar o demônio que está aterrorizando a cidade de Manchester.
Demora um pouco para ela conseguir, ainda mais porque seu pai colocou um prêmio pela sua cabeça, mas quando ela tem seu primeiro encontro com aquela besta, jamais poderia imaginar se sentir atraída por ele. Logo ela, Diablo, uma caçadora durona, paralisada na presença daquele desgraçado. As cenas de lutas, dos encontros de Diablo com seu humano (afinal, ela é uma súcubo e precisa de energia através de relações sexuais) e com Alec, o demônio da vez, são carregadas de fortes emoções, sendo impossível desgrudar os olhos das páginas e, quando você menos espera, já está caminhando para a reta final do livro.
Eu adorei, do começo ao fim, e mal posso esperar para ver pelo próximo livro que, tomara, contenha muito mais cenas de ação e luta, sem contar, é claro, um romance. Sinto que ainda há muito pano para manga entre Diablo e seu humano, Harlan.
O único ponto negativo que, inclusive, impediu que eu desse nota máxima para essa leitura foi o mau uso dos tempos verbais que, na minha opinião, se misturavam em passado e presente, atrapalhando um pouco a narrativa em terceira pessoa; outro ponto foi a confusão de preposições que, eu penso, deve ter sido falha na revisão. Por outro lado, a capa é maravilhosa e eu mal posso esperar para ter esse livro na minha estante!

Nota:

8 comentários:

Luciara disse...

oie,
nossa, adorei sua resenha. A capa desse livro é linda, fiquei doida para ler. Acredito que vou curtir e muito a história. ^^
beijos.

guriagauchabooks disse...

Nossa, A-D-O-R-E-I a capa desse livro, sério mesmo, imagina que linda não fica na estante(haahahahha).
mas eu gostei da resenha e fiquei com vontade ler, certeza que vou colocar na lista de leitura :D

Veezinha disse...

A capa, sem dúvida, é um chamativo a mais, além da sinopse. Eu estou louca para ter o livro na estante, principalmente porque capas como essa são raras e maravilhosas! A história, é claro, é incrível e super original! Bem ativa, impossível ficar monótona! Leitura mais que recomendada!

xx




2012/4/1 Disqus <>

Diego Rangel disse...

Que resenha é esta? Se o livro tiver o rítmo que você contou na resenha eu quero ler ele agora! Já tinha lido sobre este livro mas eu estava com uma visão muito superficial deste mundo sobrenatural de anjos e demônios. Agora já consegui entender sobre o que a Diablo vai passar, não sabia que era uma série tb! Você tem alguma notícia de quando vão lançar o próximo livro?

Mayara Fernandes disse...

eu realmente tenho um gosto variado.. gosto de tudo e incrivel, ruim é que gostar de tudo só faz minha lista crescer e daqui apouco explodir..
:p
E bem é a primeira resenha do livro que li e com toda certeza quero o livro, acho dificil encontrar resenahs como a sua que falam de livros diferentes nao so dos lançamentos do momento!
isso é otimo

Ricardo Biazotto disse...

Acho que essa é uma das melhores capas da Dracaena *-* Na verdade eles sempre arrebentam nesse quesito.
A história também chamou a atenção desde o inicio e com sua resenha isso talvez tenha aumentado (vale ressaltar que é a primeiar que leio), apesar dos pontos negativos citados na resenha.

Parabéns pela resenha \o/
Beijos
Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

Veezinha disse...

Obrigada :D
A capa, sem dúvidas, foi golpe de mestre, eles acertaram mesmo! A história, então, uma das melhores que já li sobre demônios (e olha que não li muitas até agora) e, apesar das críticas, eu indico mesmo!
É tranquilo de se ler, sem aquele sofrimento acumulado que as personagens que tenho encontrado enfrentam não só no primeiro, como em outros livros, afinal, tudo hoje é uma série.
Eu realmente espero que os próximos livros a escrita da Pandora evolua e que a ação não se extinga.

xx




Em 8 de abril de 2012 21:23, Disqus
<>escreveu:

@Cada Livro disse...

Verônica, como vc pôde fazer isso?
Me deixou com mais vontade de ler este livro!
Amei a resenha! Mal posso esperar para lê-lo.
Parabéns pelo blog!


Bjs... Fik com Deus!