quinta-feira, 7 de junho de 2012

#Nova Parceria

É com grande alegria que anuncio a mais nova autora parceria do Only The Strong Survive: Selène D'Aquitaine.

Selène D'Aquitaine é o pseudônimo de Adriana. Escritora de livros de ficção fantástica e estudante de Letras na USP, gosta de escrever desde criança. Começou fazendo histórias em quadrinhos, depois passou a criar contos. Aos 15 anos, publicou seu primeiro livro, Diário de Rabiscos, e aos 16 publicou O Jardim das Rosas Negras. Começou a escrever sua primeira trilogia, Annástria com 17 anos, que já conta com os dois primeiros volumes publicados. O terceiro será lançado em breve.


Conheça um pouco da trilogia Annástria:



Livro I


Annástria e suas divindades:

Annástria é considerada uma importante e elevada dimensão. No contexto da história existe as dimensões principais e as várias dimensões intermediárias que são chamadas de " colônias"; o poder é exercido, em principal, pela deusa Memória e seu parceiro, o deus Zolum.
A idéia de um universo dominado pelo ideal feminino é inspirado na divindade exaltada pela Wicca. Zolum é inspirado na idéia de um deus um tanto menos fraterno, melhor relacionado com questões ligadas a conquistas, batalhas, bravura e ideal racional acima do emotivo. Já a deusa possui três faces, Memória ( mãe e amor), Florença ( natureza e fertilidade) e Kérbera (morte e renascimento). Juntos os deuses possuem dois filhos; Roreck, o primogênito, e Strauss, o favorito do povo annastriano.
A deusa possui uma irmã chamada Satine, a deusa que reino no submundo das trevas; território destinados a todos que carregam a extrema maldade em si.
Na história Satine domina um submundo gelado e hostil. Seus seguidores são seres denominados Obcessores. Tais seres são desprovidos de alma e carregam consigo um estranho cristal que aumenta seus poderes. Cada Obcessor tem gravado na pele a imagem de um animal peçonhento que o melhor represente. Eles alimentam-se da energia roubada de outros.
A deusa das trevas tem, supostamente junto com Roreck, dois filhos; William, o mais velho, e Maya, uma verdadeira Peste Negra.

A Queda:

Annástria costumava ser uma das dimensões mais perfeitas e elevadas, encarnavam nela os espíritos de grande grau evolutivo. No decorrer de sua história Annástria evolui e atinge longo apogeu, porem seu famoso e ostentado equilíbrio é quebrado quando Strauss envolve-se com uma mortal, a ingênua Serenite, moça pertencente a nossa dimensão. Paralelo a isso, Roreck apaixonasse por uma das feitiçeiras mais poderosas de Annástria e grande amiga da deusa, a jovem chamada Angelina. Seu amor pela feitiçeira não é correspondido. Após forçar a jovem a enamorar-se com ele, Roreck é rejeitado. O ódio e rancor faz com ele acabe unindo-se a Satine. Roreck também nutre grande inveja por seu irmão caçula ser o favorito do povo annástriano e por Serenite corresponder a seu amor.
Juntos, Satine e Roreck, planejam destruir Annástria. Os dias áureos de Annástria estão contados. Reza uma profecia que o filho de Strauss e Serenite seria capaz de impedir o triunfo das trevas. Roreck descobre sobre a profecia e quando o bebe (Darin) nasce, ele corta suas asas. As asas do bebe representam sua parte divina, sem elas o jovem Darin torna-se vulnerável a mortalidade e as trevas.
Angelina consegue salvar uma única pena das asas da criança uma vez que as demais foram espalhadas pelo ares. Com essa única pena a feitiçeira realiza um feitiço que acaba por criar Artenis, o ser protetor que representa parte da alma de Darin.
De acordo com a profecia as penas só poderiam ser recuperadas através de sete desafios. Darin precisa provar ser merecedor e digno de recuperar sua divindade e salvar seu reino. Ele contará com a ajuda de uma misteriosa garota chamada Ímpar.
     
Darin e Ímpar

Darin vive sua infância, longe de Annástria, aos cuidados de Pandora. Durante muito tempo ele mal sabia a que estava predestinado. Ele aparece como um personagem sonhador e otimista.
Ímpar é envolvida de mistério. Ela surge na história como uma garota poderosa, porém lamentavelmente tola e facilmente manipulável. A jovem é responsável por proteger um anel sagrado. O brilho do anel é perigoso, pois revela ás trevas a sua localização. O desafio dela é saber controlar suas emoções. Ímpar é a protegida da fênix Aradios.
Logo no primeiro livro a tola jovem comete seu mais grave erro: apaixonar-se por William.

A Narrativa

O livro I é o único da série a ter sua narrativa na terceira pessoa. A idéia é que os protagonistas começam muito imaturos, mal sabem o peso de sua missão, ainda são ingênuos e inseguros, portanto não estão preparados para narrar ou dar voz à história.
O narrador onisciente é muitas vezes frio e sóbrio. O emotivo é pouco expressivo no primeiro livro, pois as emoções pouco importam ao narrador.



Livro II

Novos personagens

Nesse livro os personagens principais começam a sentir melhor na pele o peso da sua missão e também começam a ter suas maiores dúvidas e questionamentos. O aparente linear desenvolver de sua missão, sofre fortes abalos. 
A profecia não é muito clara e exata, ao contrário do que muitos acreditam. Em sua segunda parte reza o aparecimento de sete personalidades que ajudarão na luta contra as trevas, e também entra em cena Stellnaja, personagem de história obscura e visão crítica. 
Seu irmão atreve-se a desrespeitar a deusa, considerando-se esperto demais para submeter-se a quem quer que seja. Sua arrogância é castigada através da única pessoa que ele amava, a sua irmã mais nova. 
Stellnaja tem gravado em seu pulso a imagem de uma cobra naja. Ela descobre o poder transformar-se em cobra, habilidade que considera uma faca se dois gumes. Stellnaja começa com a responsabilidade de viajar através do tempo e reunir os sete escolhidos mencionados pela profecia. Após isso ela pode unir-se a Darin e Ímpar.

A Narrativa

A partir do vol. II a narrativa passa ser na primeira pessoa e divide-se em quatro partes, cada uma narrada por um personagem diferente. 
Os personagem, ainda em crescimento, começam a dar voz a história e mostram seus pontos de vista, dúvidas e reflexões acerca dos acontecimentos. Cada um tem seu jeito de contar a história, de relatar sua experiência. Evidentemente que uma narrativa em primeira pessoa acaba sendo mais emotiva que uma narrativa em terceira pessoa, pois deve-se ter em mente que quando um personagem narra a história é o seu ponto de vista que esta sendo exibido, ou seja, o texto ganha maior subjetividade.

A missão em risco

No vol. II os personagens correm o risco de fracassar por completo. Eles então passam a questionar suas habilidades e precisam aprender o peso de suas decisões, não podem receber ajuda o tempo todo, precisam agir por si próprios. 
Detalhe: os deuses deram aos annastrianos o poder de escolhas, de seguir outros caminhos, sendo assim eles não podem e nem devem tomar as decisões pelos jovens, ou por que, quer que seja. Se um dos jovens, por exemplo, fracassar na sua parte, a responsabilidade é de quem cometeu o erro. Deve-se atentar que a queda do apogeu de Annástria não foi causada diretamente pelos deuses, e sim pelas escolhas de seus sucessores... Ímpar é um exemplo de más escolhas, e consequentemente, severas respostas, assim como William. 


Aguardem, em breve, resenha desses dois primeiros volumes aqui no blog! Muito obrigada à Adriana Selène pela oportunidade e estou super ansiosa para conferir essas duas histórias, afinal, quem pode resistir com capas lindas assim e um mundo totalmente novo?


11 comentários:

Caique Bruno disse...

Oi, parabéns por mais essa conquista, o seu blog é muito bom e merece! Estou conhecendo a autora agora, e os livros dela parecem ser muito legais.


Abraços
http://entrepaginasdelivros.blogspot.com.br/

Caique Bruno disse...

Oi, parabéns por mais essa conquista, o seu blog é muito bom e merece! Estou conhecendo a autora agora, e os livros dela parecem ser muito legais.
Abraços
http://entrepaginasdelivros.bl...

Annie Stephanie disse...

Oi flor!
Tem selinho pra você lá no blog. Confere:
http://muchdreamer.blogspot.com.br/2012/06/selinho-5.html


Beijos!


PS: Parabéns pela parceria!

LadyMarinah disse...

Olá, lindo blog. Parabéns pela nova parceria (:


Beijos,Marinah | Blog Marinah Gattuso

Flavio Oliveira disse...

A Vê está sumida... Deve estar embaixo das cobertas lendo dezenas de livros... rs.

Veezinha disse...

Obrigada, querida! :D

xx

Veezinha disse...

Obrigada Annie, vou responder assim que puder! *-* Adorei!

xx

Veezinha disse...

Muito obrigada, Caique!
Os livros parecem ser bem interessantes mesmo, espero curti-los! :D

xx

Veezinha disse...

Quem dera, Flavio! Fiquei é cuidando do meu dedo e estudando para as provas. E, é claro, assistindo de novo e de novo Sherlock! *0* kkkk

xx

Flavio Oliveira disse...

Kkkkkk.. Consegui uma parceria, finalmente!!! Quando fizermos a nossa, será a segunda parceria... rs... Escritor de primeira viagem sofre... Kkkk

xx

Veezinha disse...

Eu posso imaginar, Flavio! Vida de escritor, de artista, de músico... deve ser super difícil.
Mas, paciência... com o tempo, a recompensa vem! ;)


xx