quarta-feira, 19 de setembro de 2012

#Resenha: Card Captor Sakura 03 - CLAMP

Card Captor Sakura #03 - Edição Especial
Autores: CLAMP
Editora: JBC
Número de páginas: 200
Sinopse: "Aiaiaiaiai! Problemas à vista, Sakura! Alguém está se fazendo passar pela meiga garotinha e aprontando todas na cidade! Será mais uma Carta Clow?! Seja quem for, Sakura precisará descobrir logo, pois este ser misterioso está armando algo contra Touya!!! Mas nem tudo é problemas na vida de Sakura, pois ela vai aproveitar uma tarde na casa da Tomoyo para saber um pouquinho mais sobre o passado de seus pais. E uma nova professora começa a dar aulas na escola… mas, ela já conhece Touya?! E por que o Shoran fica tão esquisito na presença da professora Mizuki, hein?"

Resenhas anteriores:

Já seguindo para o terceiro volume, eu não consigo me conformar com a rapidez com a qual a leitura dos mangás flui. Acaba tão rápido que eu só fico na saudade depois.
Nesse volume, a grande participação é da Tomoyo e do Touya, ainda mais desse segundo. Ele não só já começou a desconfiar do Kero (na minha opinião, são as partes mais engraçadas) como também pudemos descobrir um pouco mais sobre a sua habilidade de ver espíritos e outros seres. Ele já havia visto a mãe da Sakura no volume 01 ou 02 e agora tivemos outro exemplo, bem mais claro... e perigoso.
A relação entre os dois irmãos é sempre retratada com a troca de alfinetadas, Touya chamando Sakura de "monstrenga", Sakura devolvendo com beliscões e pisões no pé em qualquer momento que o irmão ousasse fazer algum comentário inoportuno com o Yukito por perto. Mas neste volume, temos a oportunidade de perceber o quanto um realmente se preocupa com o outro, por baixo de toda a intriga de irmãos.
O que me faz lembrar que o Yukito é um personagem altamente disputado na história, afinal, tem o carinho da Sakura, do Shaoran e do próprio Touya. Ele é bem peculiar mesmo, talvez mereça toda essa atenção. Mas senti falta de sua participação dessa vez, bem como a do Shaoran. As cartas se manifestaram, na minha opinião, um pouco rápido demais e algumas delas eu não me lembrava de ter visto antes no anime.
Eu ainda continuo apaixonada pela leitura da história que me lembra tanto o tempo quando eu tinha meus 7, 8 anos. Card Captor Sakura é o tipo de entretenimento no qual você não precisa se irritar com um personagem, apenas se divertir. A história é deliciosa, os personagens são fofos e as situações, engraçadas.
Volto a comentar sobre a ~estranha~ relação Touya/Yukito e Sakura/Tomoyo. Não é algo explícito, mas que me deixa com a pulga atrás da orelha; a simples insinuação é aberta a muitas interpretações e eu, como a inocente que sou (mentira!) sigo a teoria mais suave. Apenas grandes amigos.
Indico a série a todos os fãs do anime e do mangá ou, simplesmente, àqueles que tem curiosidade. É uma história que vale a pena e, com certeza, entra para uma das minhas favoritas do ano (e da vida toda). <3

Nota:


5 comentários:

Fabianne Almeida disse...

Ao ver este manga sempre me lembro da minha irma,pois ela adora!Realmente, a fluidez é incrível e Captor Sakura parece ser engraçado.

Fernanda Rodrigues Mendonça disse...

Eu tenho muita vontade de comprar e ler os mangás, pq há uns anos atrás assisti ao anime e a-m-e-i!

Fernanda Rodrigues Mendonça disse...

Ps. Olha o que vc fez!

lá vou eu no anitube assistir sakura! ò.ó


AISJAOISJAOISJAOISJ

jessica rochafonseca disse...

Já disse aqui o quanto viajo nas suas resenhas da Sakura né!!
Consegui um marcador da Sakura numa troquinha pelo skoob e surtei de alegria!

Luciana Cardoso disse...

A muito tempo atrás rs... assisti tdos os episódios que passava na Tv globinho eu adora a Sakura, quero muito ler os mangás, pena que é um tanto difícil de achá-los, pelo menos na minha cidade não achei :S, vou ver se compro pela net.
Adorei a sua resenha , muito bem detalhada e me deixou com mais vontade ainda de lê-lo rsrs... meus parabéns.