quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Retrospectiva 2012: Livros

Oi pessoal!

Última semana do ano, então é tempo de retrospectivas. Já comecei no domingo, postando os 12 vídeos favoritos de 2012.
Hoje teremos os 12 livros favoritos e amanhã, os 12 filmes. Espero que gostem!
Faltam poucos dias para o término do Concurso Cultural: Eu Amo Capas! e estou aguardando a participação de vocês! Finalmente consegui a confirmação e anunciei os dois últimos prêmios, os livros: Cilada e Confie em Mim, ambos do Harlan Coben. E aí? Estão esperando o quê? São 10 livros para 3 ganhadores!!!
Agora vamos à minha lista:

12 - Danação (Marcus Achiles)



"Somos guiados pelo dia a dia de uma civilização que está apenas começando em terras novas, o regime escravista ainda é forte e os engenhos de açúcar acabaram de perder sua prosperidade. As condições de higiene, precárias, e as moradas sem nenhuma infraestrutura assusta no começo, mas depois somos capazes de imaginar e pensar no quanto a vida era difícil naqueles tempos, sem tantos avanços com os quais vivemos hoje em dia.Uma verdadeira aula de história, com a diferença de ser muito mais interessante e emocionante do que aquelas que tive na escola e, claro, adquirindo um tom sobrenatural que eu adoro! Desde o princípio, sabemos que Diogo possui uma maldição, mas ele não é o único a sofrer com a própria danação. Conforme ele for se aproximando de seu destino final, Taubaté, vamos descobrindo quem poderá estar à sua altura, ou até pior, para um confronto entre homens malditos."


11- Reformed Vampire: Grupo de Apoio ao Vampiro (Catherine Jinks)


"Esqueça tudo o que conhece sobre vampiros. Esqueça mesmo. Porque Reformed Vampire é uma história inesperada, contada por Nina, vampira desde 1973, autora de livros sobre vampiros e membro do Grupo de Apoio ao Vampiro, cujas reuniões ocorrem todas as terças-feiras, sediadas na Igreja de Santa Ágata, em plena Sydney, Austrália. (...) Não tem nada a ver com poderes, super velocidade, glamour ou qualquer outro adjetivo. Essa infecção nada mais é do que o próprio nome: uma condição enferma a que todos os infectados (e transformados em vampiros) tem de lidar todos os dias de sua vida. Náuseas, vômitos, fraqueza, são apenas alguns dos sintomas da triste realidade de se ser um vampiro."


10- Série "Card Captor Sakura" (CLAMP)


"A série de anime me acompanhou por um longo tempo e eu jamais fui capaz de esquecê-la. A história de Sakura Kinomoto, uma jovem estudante que um dia acaba encontrando um livro e, dele, liberta as Cartas Clow para depois, com a ajuda de um pequeno ser, o guardião Kerberos, tentar reuni-las novamente me encantou desde o começo.Sakura, Kero, sua melhor amiga Tomoyo, o irmão petulante Touya, a paixão secreta Yukito e muitos outros acabaram se tornando inesquecíveis. As aventuras de Sakura, sempre acompanhada pela câmera da amiga Tomoyo que faz questão de filmar todas as capturas de Cartas Clow, me fizeram querer aproveitar o relançamento da série de mangás que, até hoje, é considerada um dos maiores sucessos de vendas da editora JBC."


9- Demoníaco (Pandora Fairel)


"Lidando com uma pilha de corpos de adolescentes cada vez maior e a caça, por sua cabeça, aberta em todo o Inferno, Diablo precisa utilizar de toda sua agilidade para matar mais demônios do que nunca. Sentindo a pressão por estar deixando o demônio escapar, permitindo que ele faça mais vítimas, ela acaba por trombar com ele em uma de suas desovas e o persegue. Mas será que, ao encontrá-lo e ter seu primeiro vislumbre, Diablo concordará que ele é o demônio nojento e doentio que ela tem em mente?O que fazer quando seus próprios pais a querem morta e o demônio que persegue é bonito e sedutor demais para o próprio bem? Conseguirá Diablo, manter-se viva e sã, mesmo com todos que conhece atrás dela? E o mais importante: será que ela vai conseguir cumprir sua palavra e completar a missão?"


8- Star-Crossed (Rachael Wing)


"Posso dizer que Jen e Chris parecem aquelas crianças que desde a pré-escola se odeiam mortalmente e que, toda vez que se encontram, é como fogos de artifícios que explodem para todos os lados. Pode até parecer engraçado no começo, mas logo percebemos que, apesar de trocarem ofensas e desaforos, isso, de certa forma, acaba machucando-os. Eles tem breves lapsos de humanidade, por assim dizer.E quando a peça da escola a ser interpretada é justamente Romeu e Julieta, os papeis não poderiam servir de forma mais perfeita, afinal de contas, dizem que a linha que separa o ódio do amor é tênue... Mas de repente, a rixa entre as famílias começa a tomar grandes proporções, proporções essas que, na verdade, deixam de fazer sentido para os dois. As farpas passam a desviar e atingir pessoas que nada tem a ver com isso e começamos a nos perguntar se realmente vale a pena que os filhos tomem de tal forma as dores dos pais."


7- O Diário Serial (Igor Castro)


"Um relato aterrador de um serial killer, uma dupla de policiais tentando estar à frente de seu planejamento minucioso, cinco vítimas que carregam sua marca. Em uma cidade marcada pelo turismo e pelas praias belíssimas, como pode Florianópolis ser palco de tamanha atrocidade? O que está impulsionando este matador em série, quais são seus motivos, quem será sua próxima vítima?(...) A dinâmica entre as narrativas permite que nós, leitores, não fiquemos de fora de nenhum aspecto da história. Embora o assassino apresente os motivos pelos quais está promovendo a matança, em nenhum momento temos plena certeza de quem está escrevendo."


6- Um Estudo em Vermelho (Sir Arthur Conan Doyle)


"Os dois entram de acordo para alugar o apartamento 221 B da Baker Street e imediatamente se mudam. Lá aparece o primeiro caso que, a princípio, não desperta muito interesse por parte do detetive, mas, por insistência de Watson, eles decidem ir até o local. É nesse momento que o Dr. Watson tem os vislumbres da ação investigativa do colega de cômodos. O caso parece muito misterioso a princípio: tudo o que eles tem é um corpo sem marcas de agressões que o pudessem ter levado à morte, uma vela vermelha, uma aliança de mulher e a palavra vingança, escrita em alemão com sangue, na parede. Mas isso não é obstáculo para Sherlock Holmes.O modo como ele conduz a investigação corre com momentos de raciocínio rápido, atenção aos detalhes e consulta a seus antigos estudos e crimes já cometidos. Claro que tudo isso é acompanhado da incredulidade do Dr. Watson, o que só faz da história ainda mais fascinante, afinal, estamos acompanhando tudo pela perspectiva do Watson, é notável que tenhamos os mesmos questionamentos que ele quanto à credibilidade do raciocínio de Holmes (ou não, porque eu ficava dizendo toda hora "isso é Sherlock Holmes!")."


5- Jogando Xadrez com os Anjos (Fabiane Ribeiro)


Esse eu ainda não terminei de ler, mas faz parte da minha meta para finalizar 2012 sem pendências. Mas, até agora, Jogando Xadrez com os Anjos (antigo "Xadrez") tem se mostrado uma leitura emocionante e extremamente bem escrita. O carisma da pequena Anny me lembra muito a história de Pollyanna e, embora a leitura me deixe com um nó na garganta, é fato que me pegue sorrindo em algumas passagens maravilhosas. Em breve trarei a resenha dessa história lindíssima e, por enquanto, deixo a sinopse:

"Inglaterra, 1947. A Europa encontra-se devastada pela Segunda Guerra Mundial, assim como o coração de Anny. A garota de oito anos vê seu mundo desmoronar ao receber a notícia de que não poderá mais viver com os pais e terá que se mudar de casa levando pouco mais que seu tabuleiro de xadrez. Tudo parecia um pesadelo, até que surge Pepeu, um jovem misterioso que mudará para sempre a vida de Anny, levando-a a aprender sobre o mundo e a viver momentos emocionantes sem sair dos canteiros de seu pequeno jardim. Ao lado de anjos que são colocados em sua jornada, a doce menina aprende a enfrentar as dificuldades através de lições de abnegação, fé e amor verdadeiro."


4- Garota Replay (Tammy Luciano)


"Então, procurando respostas, Thizi vai atrás do que ela chama de "Garota Replay" dela mesma, mas como nada nessa vida é fácil, o primeiro encontro a deixa cheia de perguntas. E se ela estivesse ficando louca? Mas aquela não seria a única aparição da Replay em sua vida. Não. É como se ela estivesse ali para lhe mostrar algo, dar alguma mensagem. Para decifrá-la, Thizi deverá olhar a própria vida e, apesar de tentar se ver espelhada na Garota Replay, terá de encontrar as próprias respostas para as suas perguntas.E, quando encontrá-las, poderá se surpreender com o motivo pelo qual a Garota Replay surgiu em sua vida e qual é o seu verdadeiro significado.(...) Eu jamais poderia ter previsto o que viria a seguir. Uma reviravolta inacreditável, que me deixou de queixo caído. Não estou exagerando, já li muitas resenhas em que as pessoas não tinham gostado muito e outras em que gostaram. Para mim, foi uma enorme surpresa, já que eu esperava tão pouco."


3- Peças Fragilizadas (Vera Carvalho Assumpção)


"Alyrio Cobra é um detetive que aceita o trabalho de sair em busca das tais provas. A partir desse momento, uma enorme descarga de adrenalina toma conta do leitor enquanto acompanhamos os passos do detetive e, conforme ele começa a cavar, pior a coisa fica. E o assunto já não é nenhuma novidade: esquemas corruptos, propina, grandes empresários e políticos que, vendo-se ameaçados, passam a deixar um rastro de queima de arquivo, colocando os envolvidos na tramoia com receio de serem o próximo da lista a ter a execução confirmada.Enquanto estamos lendo Peças Fragilizadas, ficamos tensos, pensando aonde tudo aquilo vai dar e, é claro, não muito surpresos que tal situação esteja acontecendo. Mas, conforme acompanhamos a corrida de Alyrio em manter-se a salvo e, ao mesmo tempo, salvar aqueles que o cercam, descobrimos que, tudo o que parece não deve ser nem a ponta do iceberg, um iceberg de corrupção que, querendo ou não, já está presente em nossa sociedade."


2- Desastre (S. G. Browne)


"Poucos livros me causaram sentimentos tão controversos quanto Desastre. (...) Por outro lado, Fado é muito ligado às regras que determinam sua imortalidade e os inúmeros benefícios que vêm com ela, afinal, o Fado existe desde sempre e, por mais que seja interessante nunca envelhecer, seu trabalho pode ser, por vezes, repetitivo demais. E é por isso que ele tem seus encontros com Destino, uma mulher sagaz e muito provocante. Até aí, a vida de Fado parece a mesma desde sempre: escreve sinas para seus humanos, faz "sexo sem contato" com Destino de vez em quando, está sem falar com Morte há algum tempo e sai para beber com alguns pecados capitais, sempre encontrando um imortal pelas ruas movimentadas de Nova York ou em qualquer lugar do mundo para o qual ele tenha se teletransportado.(...) Sara não só vai tirar Fado dos trilhos como também o fará ver a própria existência com outros olhos. Dizem que o amor transforma as pessoas e é exatamente o que acompanhamos enquanto Fado e Sara se apaixonam, embora seja proibido."


1- Identidade Roubada (Chevy Stevens)


"Uma leitura arrebatadora, que levou quase três meses para ser finalizada. Tantas emoções transbordando das páginas, tanta dor e sofrimento que ficou impossível não me sentir pessoalmente afetada, incomodada.(...) Mas a volta à vida não é fácil. Com sua história narrada em 26 sessões de terapia, ela conta à doutora, intercaladamente, como está sua vida atualmente e como foi desde o momento em que fora sequestrada. São momentos de tensão e carregados de sentimentos. Embora a narrativa de Annie seja curta e grossa e, por vezes, até um pouco sombria a sarcástica, jamais poderíamos julgá-la, principalmente por tudo o que passou."


É isso aí, pessoal, espero que tenham gostado! Foi difícil ordenar as leituras, pois todas foram ótimas e, com certeza, marcaram 2012.
E vocês? Alguma leitura especial?





6 comentários:

Gabriel disse...

Nossa bela lista :D

Olha com certeza uma leitura que me marcou muito foi A Culpa É Das Estrelas o livro é fascinante e está nos favoritos de 2012 Em Chamas também perfeito entre outros são muitos .... Beijos !

euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

Clara Beatriz disse...

Poxa, não li nenhum livro da sua lista ):

Mas já conhecia os livros Garota Replay, Desastre e Identidade Roubada, inclusive dois deles estão na minha lista!

Layse Hana disse...

Não li nenhum dos livro uma pena!

Fernanda Faria disse...

Eu não li nenhum dos livros da sua lista ;/ Mas eu gostaria de ler Desastre e Identidade roubada.
beijos

Thaynara ribeiro disse...

Livros 1, 11 e 4 fiquei bem curiosa pra ler. Um estudo em vermelho eu li esse ano e gostei bastante foi o primeiro do Sherlock q eu li e gostei muito.

Amanda Valverde disse...

Já li alguns esses lviros e são otimos! Espero conseguir ler o resto

amanda.valverde2@hotmail.com