quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

#Indicação - Filme: Cirque Du Freak - O Aprendiz de Vampiro

Circo dos Horrores: O Aprendiz de Vampiro (Cirque du Freak: The Vampire's Assistant) - 2009

O filme narra o conto assustador de um menino que inconscientemente rompe uma trégua entre duas facções de vampiros. Puxado em uma fantástica vida de incompreendidos shows de Aberrações grotescas com criaturas da noite, um adolescente vai desaparecer a partir da segurança de uma existência aborrecida e cumprir o seu destino em um local extraído dos pesadelos.
Com 16 anos de idade, Darren (Chris Massoglia) era como a maioria das crianças em seu bairro suburbano, tirava boas notas pois sua mesada dependia disso e sempre obedecia os pais Ele sai com seu melhor amigo Steve (Lucas, na tradução brasileira do livro) (Josh Hutcherson). Mas quando ele e seu amigo caem em um freak show itinerante, as coisas começam a mudar dentro de Darren.



O Aprendiz de Vampiro é um daqueles filmes que eu tinha vontade de assistir antes mesmo de estrear no cinema, mas, a verdade é que o tempo passou e eu acabei assistindo pela primeira vez só quando passou na televisão. E eu curti bastante.
Não vou dizer que é um filme perfeito, o foco não é só sobre os vampiros, muitas outras coisas cercam o ambiente do Circo dos Horrores, que é exatamente o que diz: um circo dos horrores. Pense nas criaturas mais bizarras, como uma mulher barbada elevada a um nível completamente diferente. Temos não só vampiros, como também homens-répteis, garotas com rabo de macaco, homens incrivelmente altos além de outros seres estranhos.
E é nesse circo que Darren, por insistência de seu amigo, Steve, acaba entrando. Nele, os amigos, juntamente com uma seleta plateia, aproveitam o curioso e peculiar show dos integrantes desse circo itinerante. Quando chega a apresentação do Sr. Crepsley, ambos Darren e Steve ficam encantados, mas por motivos diferentes: Darren é louco por aranhas e quando Madame Octa, faz seu show, ele fica simplesmente deslumbrado; enquanto Steve reconhece o Sr. Crepsley como um vampiro que, inclusive, figura em um de seus livros, sua verdadeira paixão.
Guiados por essas duas obsessões, eles acabam se metendo em problemas quando Darren decide pegar Madame Octa para si e Steve acaba confrontando o Sr. Crepsley sobre virar um vampiro. Depois dessa noite, tudo começa a dar errado e pode ser que esses dois grandes amigos sigam caminhos bem diferentes.
Como eu mencionei antes, o filme não dá todo o foco para os vampiros como imaginei que fosse, embora o enredo gire em torno disso. Quando Darren faz um pacto com o Sr. Crepsley, uma antiga rixa entre vampiros como ele e outros, que não se abstém de consumir sangue humano, volta à tona já que estava a apenas um passo de romper a trégua. Além disso, o ambiente em que tudo acontece, o Circo dos Horrores, permite a adição de novos personagens, como Ophidio, Rebecca e Madame Truska que vão acolher Darren em sua nova morada.
O filme foi inspirado em uma série de livros de mesmo nome, escrita pelo britânico Darren Shan (pois é, o mesmo nome do protagonista) que possui doze livros e outros nove romances. Para mim, eu tinha esperanças de uma continuação, mas não deve ter sido um filme muito rentável, já que parou no primeiro filme. E, apesar do confronto entre os dois tipos de vampiros ter acontecido no filme, senti que faltou algo a mais, pois houve um gancho que poderia indicar novas aventuras para Darren, agora que ele fazia parte do circo.
Como já ocorreu tantas outras vezes, Cique du Freak me fez ficar curiosíssima pela série de livros, justamente para continuar e entender o que houve com todos os personagens após o primeiro confronto, quais foram as diferenças entre livro e filme entre outras possibilidades. Aqui no Brasil, a série foi publicada pela editora Rocco e, conforme consulta no Skoob, todos os 12 livros foram traduzidos embora nunca os tenha visto em uma prateleira de livraria. rs
De toda forma, o filme é uma boa opção se você, assim como eu, tem grande curiosidade por todos os tipos de vampiros. Não vá esperando uma super produção, mas também não posso dizer que é um filme ruim. Digamos que é um filme mediano. Vale a sessão, mas só de vez em quando.

Nota:


5 comentários:

Fernanda Faria disse...

Adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei essa indicação. com certeza vou querer assistir.
beijos

Kelry Caroline disse...

Amei o livro e a resenha, já esta na minha listinha.


Beijos Vê.

Ana Paula Barreto disse...

Não sabia da existência deste filme, confesso. E também não sou chegada a vampiros e outras criaturas "sobrenaturais". Estou aprendendo a gostar de zumbis! rsrs
Quem sabe um dia desses não dê uma chance aos vampiros e veja o filme! Valeu pela indicação.
bjs

Priscila Barros disse...

Oh, nunca tinha ouvido falar. Eu adoro vampiros, mesmo não tendo lido muito sobre eles.
Com certeza vou procurar esse filme pra ver.

Letícia Andrade disse...

Já tinha ouvido falar desse filme e sempre quis assistir, vou baixar :D