quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

#Resenha: Crônicas e Absinto - Camila Gatti

Crônicas e Absinto
Autora: Camila Gatti
Editora: Novo Século
Número de páginas: 136
Sinopse: "O que você quer da sua vida? Está na fase em que somente a correria do dia a dia não o preenche mais? Sente um vazio existencial ou cansou do joguinho de depositar no outro suas expectativas, seu amor, seu futuro, seus sonhos, sua vida ou até mesmo suas frustrações? Pensa que chegou a hora de dar uma guinada na vida e ser uma pessoa melhor, realmente ser feliz e realizada? Ter o que oferecer ao outro, a si mesmo e ao mundo é maravilhoso: a contribuição de cada ser humano é essencial, tal qual cada grão de areia na praia. Convido você a fazer uma reflexão, a fi­m de participar deste fascinante mundo da evolução; muito se fala, pouco se faz; muito se perde nos ruídos e no excesso visual mundano. *Está na hora do divino iluminar cada um.* Seja na arte, nos campos da ciência, na medicina, nas exatas e na religião, somente com a criatividade e a ousadia individual é possível adquirirmos conhecimentos culturais, econômicos e sociais, incluindo os avanços tecnológicos, decidindo, assim, a ascensão do futuro da humanidade. Se isso instigou você lá dentro é porque chegou a hora de despertar. Aproveite."

Este livro foi cortesia da autora.

De leitura rápida e escrita sem papas na língua, não demorou muito para que Crônicas e Absinto me encantasse. Eu me identifiquei com as ideias propostas pela autora do começo ao fim. Sabe aquele livro onde, enquanto você lê, simplesmente não consegue parar de balançar a cabeça de maneira afirmativa, concordando com muitas das coisas que são ditas? Esse foi o meu caso.
Pode parecer filosófico, um desabafo de "quem sou? de onde vim? para onde vou? o que farei da minha vida?", mas é muito mais do que isso. O livro se estende além das indagações pessoais e passa por diversos assuntos, como política, saúde, religião, meio ambiente, família e tantos outros quanto você possa imaginar. E foi isso o que mais me surpreendeu, a autora não se restringe a um tipo específico de reflexão, é muito completo e dinâmico, indo de uma ponta a outra, passando por todo e qualquer tipo de frustração, questionamento e pensamento.
A verdade às vezes pode doer, mas só comprova que o que estamos fazendo, está influenciando diretamente no modo como vivemos, nas coisas de que tanto reclamamos. De que adianta todo mundo reclamar dos políticos, do meio ambiente, das condições dos serviços públicos e da quantidade de impostos que pagamos nesse país se ninguém se mexe para fazer algo a respeito? Claro, existem pessoas que se reúnem, promovem campanhas, passeatas, abaixo-assinados, mas, infelizmente, é uma parcela mínima do que poderia realmente ser se todos se juntassem e não vivessem na base do conformismo.
Crônicas e Absinto não só pode expor opiniões que talvez sejam a de muitas pessoas como também explicita o que se pode fazer, o que podemos reivindicar, ou seja, não é só um livro com reclamações, indignações, mas também como tudo pode funcionar melhor se resolvermos agir, questionar.
A leitura é altamente indicada para quem está procurando um passatempo rápido, uma leitura bem diferente dos outros livros que estamos acostumados a encontrar. Para mim, esse livro deveria ser leitura obrigatória, não só para quem, assim como eu, adora questionar as coisas, mas também para aqueles que gostariam de tornar-se pessoas questionadoras, mas não sabem por onde começar. Além de propor as coisas que estão erradas, o mais interessante é que a autora nos apresenta, também, o que poderia acontecer se isso ou aquilo ocorresse de maneira correta como, por exemplo, na questão dos impostos. As informações são concretas, não é só um livro com os questionamentos de uma autora reclamona que só aponta os erros, mas não oferece soluções.
A capa é sóbria (com o perdão do trocadilho) e a revisão e diagramação estão ótimas. Se você é daqueles que não curte um capítulo longo, como eu, esse livro é para você!
Crônicas e Absinto, portanto, foi, para mim, uma leitura mais que completa e que não pode (nem deve) faltar para ninguém. Ao longo do livro, gostei de vários trechos que poderia compartilhar aqui, mas acabaram sendo tantos que não pude escolher quais seriam os melhores. Desculpem por isso. rs

Nota:

Quando (e se) essa resenha atingir os 50 comentários, vou liberar o sorteio de um exemplar autografado + marcador de "Crônicas e Absinto". ;)


7 comentários:

Kelry Caroline disse...

Oi Vê, adorei o livro, confesso que não conheçia. A
A história é bem intensa e nos dar muitos ensinamentos.

JessicaLisboa disse...

Sem nunca ouvi falar da autora nem do livro, porem ate que me simpatizei com ele, espero futuramente lelo.

Gladys Sena disse...

Não conhecia esse livro.
Não curto muito crônicas sabe...

Fernanda Faria disse...

Eu ainda não conhecia o livro e nem a autora. Mas o enredo me parece bem interessante. A capa ficou um pouco misteriosa e intrigante. Só achei o livro um pouquinho curto. Mas confesso que fiquei um tanto curiosa.
beijos

Priscila Barros disse...

Até hoje não me identifiquei com nenhum dos livros assim..

Letícia Andrade disse...

Fiquei bastante curiosa por essa proposta diferente do livro, quero muito ler!

Camila Márcia disse...

Oi Vê,

Gostei da resenha e já tinha ouvido falar do livro mas nunca tinha me interessado e nem lido nenhuma resenha, agora mudei de opinião... estou bastante curiosa.

bjs,
Camila Márcia
@camila_marcia
De Livro em Livro
Devaneios Fugazes