domingo, 19 de maio de 2013

"I got #News for you..." 87

Grupo Editorial Autêntica

Lançamento: A Identidade Nacional, Um Enigma


Título: A identidade nacional, um enigma
Título original: L’identité nationale, une enigme
Autor: Marcel Detienne
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 112
Editora: Autêntica Editora
Editora origem: Editions Gallimard
Área temática: História | Historiografia | História do Livro
Coleções: História e Historiografia
Coordenadores da Coleção: Eliana de Freitas Dutra
Preço: R$34,00

Em 2007, uma nação europeia decide criar um ministério da identidade nacional. Por mais familiares que pareçam, as noções de identidade e de nação se revelam de uma complexidade que desperta a curiosidade da História e da Antropologia. Assim, conjugando as duas disciplinas, Marcel Detienne coloca em perspectiva algumas maneiras radicalmente diferentes de conceber o que parece fazer parte do “senso comum”, a saber, o que somos juntos e o que os outros não são. Essas maneiras são diversas ficções do passado e do presente: o puro Celta da Padânia, na Itália; o hindu-hinduísta de raízes védicas, na Índia contemporânea; o Japonês nascido da terra dos deuses sem outros predecessores; o Ateniense que se quer um puro rebento da terra autóctone; o Alemão historial de ontem, mais grego do que os Gregos, do tempo de Heidegger e de Hitler; o native americano, num continente aberto à imigração, e o Francês de cepa, novamente enraizado.

Sobre o autor

Historiador belga especializado no estudo da Grécia Antiga, é professor emérito da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos, onde começou a lecionar, no Departamento de Clássicos, em 1992. Detienne também tem se dedicado a estudos antropológicos baseados no estruturalismo de Claude Lévi-Strauss. O historiador foi diretor de estudos da École Pratique des Hautes Etudes, na França, onde lecionou até 1998, e também foi um dos fundadores do Centre de Recherches Comparées sur les Sociétés Anciennes, em Paris.


Lançamento: Museu e Museologia


Título: Museu e museologia
Título original: Musée et muséologie
Autor: Dominique Poulot
Tradução: Guilherme João de Freitas Teixeira
Páginas: 160
Editora: Autêntica Editora
Editora origem: Editions La Decouverte
Área temática: História | Historiografia | História do Livro
Coleções: Ensaio geral
Preço: R$37,00

Os museus converteram-se, no decorrer de uma geração, em uma das instituições culturais mais prestigiadas e visitadas no mundo inteiro. A preocupação com as diferentes categorias de público, agora central, ilustra uma política de desenvolvimento cultural, enquanto a multiplicação das coleções tem alimentado uma redefinição dos patrimônios. A organização e o funcionamento de tais estabelecimentos, cada vez mais profissionais, correspondem a exigências políticas e sociais, assim como a inéditas condicionantes de ordem ética e comunicacional; em particular, os imperativos da mediação e da exposição implicam o surgimento de novos ofícios. A análise da instituição inscreve-se na encruzilhada da antropologia da cultura, da sociologia do trabalho ou das organizações, além da história dos objetos.

Sobre o autor

É historiador francês, especializado em museus e patrimônio histórico. Professor na Sorbonne (Paris-I), é pesquisador no Centre National de la Recherche Scientifique, na Unité Mixte de Recherches Laboratoire d’Anthropologie et d’Histoire de l’Institution de la Culture, e dedica-se à história da cultura e de suas instituições. É autor, entre outros livros, de Musée, Nation, Patrimoine (Gallimard, 1997), Une histoire des musées de France (La Découverte/Poche, 2008) e _Uma história do patrimônio no Ocidente, séculos
XVIII-XXI. Do monumento aos valores_ (São Paulo, Estação Liberdade, 2009).


Lançamento: Rua de Mão Única


Título: Rua de mão única - Infância berlinense: 1900
Título original: Einbahnstraße – Berliner Kindheit um 1900
Autor: Walter Benjamin
Tradução: João Barrento
Páginas: 160
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Filosofia
Coleções: Filô
Coordenadores da Coleção: Gilson Iannini
Preço: R$34,00

Um livro-rua, um livro-cidade

Rua de mão única é uma coletânea de aforismos e fragmentos em que Benjamin parte de temas pouco convencionais num livro de filosofia, como sonhos pessoais, cartazes, monumentos, praças, galerias, etc. Seu objetivo é bastante singular: criar uma filosofia a partir de observações sobre as ruas da cidade e sobre os caminhos da lembrança e do pensamento. Um “bazar filosófico”, como ponderou certa vez o filósofo e amigo Ernst Bloch.

Infância berlinense: 1900 é o questionamento benjaminiano de suas próprias “lembranças encobridoras” (Freud). Benjamin transforma suas memórias de infância em objeto de análise histórico-social, procurando enfatizar duas coisas que não são típicas em livros de memórias: o quadro político da memória (em que “eu” são “muitos”) e a construção das lembranças a posteriori (é o ato de lembrar que dá sentido ao passado, e não o contrário).

Os dois textos representam um giro fundamental na obra do autor. Sem abandonar nenhum dos seus temas anteriores (mito, linguagem, alegoria), Benjamin passa a encará-los pela perspectiva das grandes cidades modernas, dando início ao ambicioso projeto de elaborar uma filosofia da história centrada na crítica dos fetiches e mitos específicos da cultura capitalista (“progresso”, “novidade”, “mercadoria”, etc.).

Sobre o autor

É um dos mais importantes pensadores do século XX. Filósofo, ensaísta, crítico literário e tradutor, abandonou sua carreira acadêmica após a rejeição de sua tese de livre-docência, intitulada Origem do drama trágico alemão, pela Universidade de Frankfurt, que a considerou pouco convencional. Escreveu peças para rádio, além de artigos para diversos jornais e revistas, entre elas a Zeitschrift für Sozialforschung, revista do Instituto de Pesquisa Social (mais tarde conhecido como “Escola de Frankfurt”). Alemão, filho de judeus, deixou seu país em 1933 rumo a Paris, onde ficou até a invasão nazista. Em 1940, fugiu ilegalmente para Portbou, Espanha, onde suicidou-se para não ser capturado pela Gestapo. Benjamin deixou vasta e brilhante obra literária, além de ter contribuído enormemente para a teoria estética, para a filosofia, para o pensamento político e para a história.


Lançamento: Dicionário de História do Mundo


Título: Dicionário de História do Mundo
Título original: A Dictionary of World History
Organizadores: Edmund Wright, Jonathan Law
Tradução: Cristina Antunes
Páginas: 784
Editora: Autêntica Editora
Editora origem: Oxford University Press
Área temática: História da Educação, História | Historiografia | História do Livro
Preço: R$79,00

Um dicionário de história do mundo com alcance verdadeiramente mundial!

Com vasto conteúdo sobre a história do mundo, este dicionário é uma valiosa ferramenta de pesquisa, com milhares de verbetes dedicados aos eventos, movimentos, batalhas, organizações, lugares e pessoas mais importantes da história mundial.

Você encontrará aqui:

Mais de 4.000 verbetes claros, concisos, contextualizados e informativos;
Informações sobre eventos históricos que marcaram o mundo, desde a pré-história até os dias atuais, como os períodos paleolítico, mesolítico e neolítico, passando pela Peste Negra, pela Grande Depressão e pelas grandes guerras, até o Onze de Setembro e o tsunami de 2004;
Biografias de figuras históricas do mundo, como Alexandre, o Grande, Pedro I, Elizabeth I, Bill Clinton, Nelson Mandela, Osama Bin Laden, George Bush, entre outras centenas de personalidades que mudaram o curso da história mundial;
Verbetes dedicados a todos os países do mundo, com estatísticas, mapas e descrições sobre localização geográfica, economia e história de cada um deles;
Vinte e cinco mapas detalhados sobre os grandes eventos que marcaram a humanidade;
Verbetes sobre os movimentos políticos e religiosos mais importantes de nossa história;
Uma rede de referências cruzadas entre os verbetes relacionados para facilitar a leitura;

E muito mais…


Lançamento: O Bem, O Mal


Título: O bem, o mal
Título original: C’est bien, c’est mal
Autor: Oscar Brenifier
Tradução: Beatriz de Almeida Magalhães
Ilustração: Jacques Després
Páginas: 32
Editora: Autêntica Editora
Faixa etária: a partir de 10 anos
Editora origem: Editions Natan
Área temática: Infantojuvenil/juvenil
Preço: R$29,00

Não há apenas uma resposta para as grandes questões da vida.
Não há apenas uma maneira de pensar.
Cada um de nós tem de descobrir, buscar, construir a sua…

Doze ideias sobre o bem e o mal são contrapostas a outras doze neste livro:
alguns pensam que é possível distinguir claramente o bem do mal;
outros, que o mal pode, às vezes, assumir a aparência do bem;
alguns acham que o bem é natural no ser humano;
outros, que é necessário um esforço…

E você?

Sobre o autor

Doutor em Filosofia e educador francês, trabalhou em inúmeros países promovendo ateliês de filosofia para adultos e de prática filosófica para crianças. Publicou, para adolescentes, a coleção L’Apprenti-Philosophe (O Aprendiz de Filósofo), pela Editora Nathan, e o livro Question de logiques! (Questão de lógicas!), pela Seuil Jeunesse. Para crianças, lançou as coleções PhiloZenfants (FilôCrianças), também pela Nathan, traduzida em diversas línguas, e Les Petits Albums de Philosophie (Pequenos Álbuns de Filosofia), pela Autrement, assim como os manuais para educadores Enseigner par le débat (Ensinar pelo debate), pela CRDP, e La pratique de la philosophie à l’école primaire (A prática da filosofia na escola primária), pela Sedrap. É um dos autores do relatório da Unesco sobre a filosofia no mundo: La philosophie, une école de liberté (Filosofia, uma escola de liberdade).


Lançamento: Hipopô


Título: Hipopô
Autor: Weberson Santiago
Ilustração: Weberson Santiago
Páginas: 28
Editora: Autêntica Editora
Faixa etária: a partir de 6 anos
Área temática: Infantojuvenil/juvenil
Preço: R$29,00

Hipopô, o hipopótamo, sofria por ser diferente de todo mundo: era grandão, pesado, atrapalhado… Por isso, se isolava, ia ficando cada vez mais sozinho – até que, no dia do seu aniversário, teve uma grande surpresa e descobriu uma coisa muito, muito importante.

Sobre o autor

Nasci em 1983. Moro em Mogi das Cruzes, SP, com minha esposa Stella e meus filhos Enrique e Mariana. Minha mãe, minha tia e minha avó dizem que, quando eu era crianca, passava boa parte do dia lendo e vendo livros. Fazia meus próprios livros com pedacos de papel que encontrava pela casa. Gostava – e gosto ainda – de ler, de ouvir e de contar histórias. Sou muito feliz por trabalhar fazendo ilustracões para livros, revistas e jornais. Também sou professor da Universidade de Mogi das Cruzes e da Quanta Academia de Artes.


Lançamento: O amor e a amizade


Título: O amor e a amizade
Título original: L’amour et l’amitié
Autor: Oscar Brenifier
Tradução: Beatriz de Almeida Magalhães
Ilustração: Jacques Després
Páginas: 32
Editora: Autêntica Editora
Faixa etária: a partir de 10 anos
Editora origem: Editions Natan
Área temática: Infantojuvenil/juvenil
Preço: R$29,00

Não há apenas uma resposta para as grandes questões da vida.
Não há apenas uma maneira de pensar.
Cada um de nós tem de descobrir, buscar, construir a sua…

Doze ideias sobre o que é amar são contrapostas a outras doze neste livro:
alguns pensam que a amizade pode nascer e desaparecer num instante;
outros, que ela não existe a não ser quando é longa;
alguns amam a si mesmos, outros não…

E você?


Lançamento: A menina que não dá mancada


Título: A menina que não dá mancada
Título original: The girl who never made mistakes
Autores: Gary Rubinstein, Mark Pett
Tradução: Cristina Antunes
Ilustração: Mark Pett
Páginas: 32
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Infantojuvenil/juvenil
Preço: R$29,00

Este livro fala de uma menina, Beatriz, que nunca, NUNCA MESMO, dava mancada.

E é obrigatório para qualquer pessoa perfeccionista, pois mostra que Beatriz é perfeitamente… imperfeita.

Sua história traz uma lição que todos podemos aproveitar: aprenda com seus erros, relaxe, ria de si mesmo e… divirta-se!


Lançamento: A árvore de dinheiro


Título: A árvore de dinheiro
Autora: Sonia Junqueira
Ilustração: Mariângela Haddad
Páginas: 32
Editora: Autêntica Editora
Faixa etária: a partir de 5 anos
Coleções: Histórias do coração
Coordenadora da Coleção: Sonia Junqueira
Preço: R$29,00

Este livro conta a mesma história em dois gêneros: uma narrativa visual, para ser lida primeiro, seguida de uma narrativa verbal. Säo histórias que falam de encontros e de afetos; nelas, o leitor de qualquer idade pode mergulhar e descobrir, a cada leitura, novas vivências para as personagens e um prazer sempre renovado.


Lançamento: A Fabulosa morte do professor de Português


Título: A fabulosa morte do professor de Português
Autor: Lourenço Cazarré
Ilustração: Negreiros
Páginas: 112
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Infantojuvenil/juvenil
Preço: R$34,00

Mariana e Teodoro recebem a incumbência de escrever uma reportagem para o jornal do colégio. Teriam de cobrir a inauguração da livraria Esquina das Palavras, onde estariam vários intelectuais e artistas da cidade.

Durante o evento, ocorrem diversos fatos que culminam com a morte do professor de Português (e crítico de literatura) mais odiado da cidade.

Começam, então, as especulações: quem matou? Por quê? Como? As hipóteses se sucedem, hilariantes, numa mistura de narrativa policial e de humor, até o desfecho surpreendente e engraçado.

Livro de estreia, na Autêntica, do consagrado e premiado escritor Lourenço Cazarré, A fabulosa morte do professor de Português traz a marca do autor: mistério, ação, investigação e humor mesclados num texto fluido, ágil, envolvente.

Sobre o autor

Nasci em Pelotas, em 1953. Não garanto. Nada lembro do meu parto. Mas me recordo de ter passado a infância em Bagé.
Cursei o ginásio na Escola Técnica Federal de Pelotas. Em 1968, formei-me rádio-técnico com a nota mínima porque, no final do curso, quase não consegui montar uma galena (rádio primitivo construído com meia dúzia de peças). Em 1975, formei-me em jornalismo, arranjei um emprego numa empresa de comunicação e passei a ganhar um salário para fazer algo que, com prazer, eu faria de graça: ler e escrever.
Desde 1985 escrevo livros para jovens. Tento escrever histórias movimentadas, às vezes divertidas, às vezes tristes, que segurem a atenção volátil dos jovens leitores. Ou seja, tento desesperadamente fugir da chatice.


Lançamento: Confissões


Título: Confissão
Autora: Paula Pimenta
Páginas: 80
Editora: Editora Gutenberg
Preço: R$27,90

“Confissão” foi o primeiro livro lançado por Paula Pimenta, em 2001, e encontrava-se esgotado há vários anos. A obra, que apresenta poemas escritos pela autora desde a sua adolescência, agora recebe uma nova edição, pela editora Gutenberg. Paula ampliou um pouco o livro original, acrescentando alguns novos poemas e incluindo alguns que anteriormente havia “emprestado” para os seus personagens Fani, de Fazendo meu filme, e o Rodrigo, de Minha vida fora de série.

“Ah, se você pudesse me amar, eu sei que só ia dar certo, que a gente ia esquecer todo o resto e viver só de gostar.”

(Trecho do poema “Confissão”, que deu nome ao livro)

Sobre a autora

Paula Pimenta nasceu em Belo Horizonte (MG). Desde criança apresentou aptidão para a escrita e por esse motivo prestou vestibular para Jornalismo, embora tenha se transferido para Publicidade após dois anos, curso no qual se formou. Como publicitária, trabalhou na Rede Minas, como produtora do programa Brasil das Gerais e como assessora de marketing no Minascentro. Sua carreira de escritora começou em 2001, com o lançamento do livro de poemas Confissão, relançado em 2013 pela Gutenberg. Na mesma época, foi convidada para ser colunista do site Crônica do Dia, no qual escreveu por vários anos. Paula Pimenta ficou realmente conhecida do grande público em 2008, quando lançou Fazendo meu filme 1 – A estreia de Fani, pela editora Gutenberg. Em 2009, lançou Fazendo meu filme 2 – Fani na terra da rainha e, em 2010, Fazendo meu filme 3 – O roteiro inesperado de Fani. Em 2011, lançou uma nova série: Minha vida fora de série – 1ª temporada, sobre Priscila, uma garota apaixonada por séries de TV. Em 2012 publicou o último volume da série Fazendo meu filme 4 – Fani em busca do final feliz e seu primeiro livro de crônicas, Apaixonada por palavras.


Lançamento: A Turma


Título: A turma - Memórias de uma garota que não sabia ser feliz sozinha
Título original: Popular
Autora: Alissa Grosso
Tradução: Luiza Leal
Páginas: 288
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Llewellyn Publications
Preço: R$34,90

O ensino médio está prestes a acabar, mas ela tem medo de perder tudo o que faz dela quem ela é. Até que seu grande segredo é descoberto…

Este romance conta a história de Hanna Best, uma líder popular idolatrada e a estrela do ensino médio de sua escola. A turma existe por causa de Hanna, e tudo gira em torno dela, mesmo com o apoio incondicional das amigas Gilda, Olivia, Sheila e Patrícia, além de Alex, seu namorado fofo, gentil e amoroso. Todos estão sempre lá para ajudar. As amizades, o colégio e a rotina são sua referência e segurança no mundo, mas essa vida está prestes a acabar com o fim do ensino médio, e isso é apavorante para a jovem.

Porém as coisas começam a ruir bem antes, quando uma reviravolta revela o profundo e chocante segredo de Hanna, que só Alex conhecia. E é somente vencendo dores antigas e questões profundas que uma nova fase poderá começar na vida de todos. Com uma história surpreendente, A turma fará você se apaixonar por Hanna, e sentir na pele os dramas, sentimentos e conflitos adolescentes da protagonista, em uma profunda e comovente narrativa.

Sobre a autora

É formada em inglês (com distinção) pela universidade Rutgers. Após trabalhar como bibliotecária e editora em um jornal, iniciou sua carreira de escritora. Faz parte de diversas associações literárias, como The Class of 2K11, The KidLit Authors Club, The Elevensies e The Society of Children’s Book Writers and Illustrators (SCBWI). Atualmente, divide seu tempo entre escrever seus livros, fazer projetos free-
lance e cuidar dos três gatos e do cachorro hiperativo que tem em casa, em Nova Jersey. Este é seu primeiro romance, e a ele se seguiram mais dois já publicados. Saiba mais em seu site Alissa Grosso.


Lançamento: Snoopy


Título: Snoopy – A Felicidade é um Cobertor Quentinho!
Título original: Peanuts – Happiness Is a Warm Blanket, Charlie Brown!
Autor: Charles M. Schulz
Tradução: Wellington Srbek
Páginas: 88
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Kaboom
Preço: R$28,00

Pela primeira vez, a tira de quadrinhos mundialmente conhecida, criada por Charles Schulz, ganha a forma de uma edição com história única. Adaptada de um novo especial de animação e também das tiras originais da série, esta versão em 80 páginas de HQ nos leva de volta à querida vizinhança em que encontramos Linus e suas inseguranças, as desventuras de Charlie Brown na tentativa de empinar uma pipa, o amor não correspondido de Lucy por Schroeder, além do cão beagle mais amado do mundo: Snoopy. Tudo isso, num vivo e colorido passeio pela imaginação de Charles Schulz.

Sobre o autor

Uma vez descreveu a si mesmo como alguém “nascido para desenhar tiras de quadrinhos”. Nascido em Minneapolis, com apenas dois dias de vida, um tio o apelidou de “Sparky”, inspirado no cavalo Spark Plug, da tirinha de Barney Google. Por toda a juventude, ele e seu pai compartilharam um ritual nas manhãs de domingo: ler os quadrinhos de humor. Depois de servir no exército durante a Segunda Guerra Mundial, a primeira grande oportunidade de Schulz veio em 1947, quando ele vendeu para o St. Paul Pioneer Press a série de cartuns intitulada “Li’l Folks”. Em 1950, Schulz se juntou ao United Feature Syndicate, e, em 2 de outubro daquele ano, a tira “Peanuts” (mais conhecida no Brasil como “Snoopy”) estreou em sete jornais. Charles Schulz morreu em Santa Rosa, Califórnia, em fevereiro de 2000, poucas horas antes que a última tirinha desenhada por ele circulasse nos jornais de domingo.


Lançamento: Crônicas Metálicas


Título: Crônicas Metálicas
Título original: Chroniques Métaliques
Autor: Moebius
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 88
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Les Humanoïdes Associés
Preço: R$59,00

Este novo volume da fantástica Coleção Moebius, da Editora Nemo, apresenta ilustrações, HQs curtas e cartuns produzidos durante as duas décadas em que Moebius colaborou para a revista francesa Métal Hurlant. Ao longo de sua carreira, o artista produziu uma enorme quantidade de ilustrações, capas, anúncios, HQs e projetos para filmes. Este álbum é o espelho de sua passagem pelas páginas da Métal Hurlant, concentrando-se na temática da ficção científica.

Sobre o autor

Moebius é o criador de uma obra absolutamente original e inovadora. Dono de um traço inconfundível e também incrivelmente mutável, esotérico e surrealista, futurista e atemporal, inimitável e muito copiado, um gênio da luz e do espaço, ele mudou definitivamente a história dos quadrinhos e das artes visuais na segunda metade do século 20.













5 comentários:

Naty C disse...

O único que me interessou foi Confissões da Paula Pimenta. Ainda não li nada da autora, mas ela é muito recomendada!

Rossana Moraes disse...

Só dois me interessaram, não curti muito a história dos outros.

Foram eles: 'Dicionário de História do Mundo' e 'A Fabulosa morte do professor de Português' , gostei das sinopses.

Gladys Sena disse...

Achei a capa de O amor e a amizade muito fofinha.
Ahhh eu amo o Snoopy, que legal esse lançamento!!

Thicy Lopes disse...

Nenhum dos livros me interessou, talvez eu leia o do Snoopy.

Amanda Péres disse...

'O Bem, O Mal' e 'O amor e a amizade' parecem bem fofos.
'Confissão' da Paula Pimenta deve ser ótimo, sou apaixonada pela autora! :)