domingo, 14 de julho de 2013

"I got #News for you..." 93

Grupo Editorial Autêntica

Lançamento: A Comunidade que Vem

Título: A comunidade que vem
Título original: La comunità che viene
Autor: Giorgio Agamben
Tradução: Cláudio Oliveira
Páginas: 104
Editora: Autêntica Editora
Editora origem: Bollati Boringhieri
Área temática: Filosofia
Coleções: Filô
Coordenadores da Coleção: Gilson Iannini
Preço: R$34,00

Em A comunidade que vem, Giorgio Agamben lê, com releitura, uma constelação de conceitos e empreende, assim, um mapeamento deles, inserindo-os no tríplice registro do levantamento, da pesquisa e do exame. Agamben define seu livro de 1990 como uma reflexão sobre as relações entre essência e existência, entre quid est e quod est, gerada tanto pela nona seção de Ser e Tempo, dedicada à negatividade, quanto pela proposição 6.44 do Tractatus Logico-Philosophicus de Wittgenstein, que diz: “o que é místico não é como o mundo é, mas que ele seja”. O livro, portanto, pode ser lido como uma reflexão sobre o Irreparável, ou em outras palavras, sobre a incontornável condição profana do mundo.
Não é fortuito que, para tanto, Agamben adote a fórmula do inventário. A comunidade que vem poderia ser vista como a releitura, feita pelo próprio Agamben, de seu método arqueológico. Mas, aviso aos navegantes: a comunità de Agamben não significa a comunidade nem mesmo o comunismo, o comunitarismo. Che viene também não quer dizer futura. Quer dizer inoperante e decreativa. Impolítica. Algo que está sempre chegando, no meio de uma coletividade e é, justamente, porque nunca acaba de chegar por inteiro, que ela resiste ao coletivo e até mesmo ao indivíduo.

Sobre o autor


O filósofo Giorgio Agamben nasceu em 1942, em Roma, e laureou-se em Direito, em 1965, com uma tese sobre Simone Weil. Em 1966, participou do primeiro Seminário de Thor, que Heidegger realizou a convite de René Char. Entre 1974 e 1975, pesquisou em Londres na Warburg Institute Library.Entre 1982 e 1993, assume a tarefa de apresentar ao público italiano uma edição completa das obras de Walter Benjamin pela editora Einaudi, de Turim. Nesse processo, acaba descobrindo textos inéditos de Walter Benjamin na biblioteca de Paris. Por discordâncias com a editora, abandona o projeto. Entre 1986 e 1993, torna-se diretor de programa do Colégio Internacional de Filosofia de Paris. A partir de 1988, começa a ensinar na Itália, primeiro em Macerata, depois em Verona e, por fim, no Istituto Universitario di Architettura (IUAV) de Veneza, de onde se demitiu em 2009.


Lançamento: Guia de Roma - Segredos de um viajante

Título: Guia de Roma – Segredos de um viajante
Autor: Ruy Araújo
Páginas: 224
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Turismo | Aventura | Lazer
Preço: R$45,00

Roma é considerada um museu a céu aberto: uma cidade com mais de 2.700 anos de história, que abriga a maior concentração urbana de tesouros artísticos do mundo. Não faltam motivos para que seus visitantes retornem à Roma e sobram outros milhares para quem ainda não a visitou.
Este guia é fundamental tanto para quem pretende conhecê-la como para quem já a conhece mas não foi além de seus pontos turísticos mais visitados. Ruy Araújo apresenta aqui valiosas informações sobre Roma, cidade que visita regularmente desde 1973 e, por isso, conhece desde suas preciosidades arquitetônicas e artísticas mais populares aos inesgotáveis tesouros ocultos que se pode encontrar a cada esquina da capital italiana. O autor ainda oferece uma variedade de informações úteis ao turista, como onde se hospedar, o que visitar, onde comer, onde comprar, quanto gastar, além de importantes dicas e curiosidades sobre a exuberante cidade eterna.

Sobre o autor

Ruy Araújo nasceu em São Gotardo, Minas Gerais. Formou-se em Engenharia pela Universidade Federal de Minas Gerais.

É casado, pai de duas filhas e mora em Belo Horizonte. Divide seu tempo entre suas empresas nas áreas de construção civil, hotelaria e shopping-center, suas atividades como vice-presidente da Associação Comercial de Minas Gerais e seu hobby preferido: as viagens pelo mundo. Sempre solicitado por seus amigos a fornecer “dicas de viagem”, decidiu escrever este guia sobre sua grande paixão.


Lançamento: Editores Artesanais Brasileiros

Título: Editores Artesanais Brasileiros
Autora: Gisela Creni
Páginas: 160
Editora: Autêntica Editora
Co-edição: Fundação Biblioteca Nacional
Área temática: Arquitetura | Artes | Design | Moda
Preço: R$39,90

Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.
Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros.

Sobre a autora


Nasceu em São Paulo, em 1965. Graduou-se em Editoração pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e obteve o título de mestre em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, cuja dissertação resultou neste livro. Atua no mercado editorial há quase 30 anos, a maior parte deles na editora Companhia das Letras.


Lançamento: Guaynê derrota a cobra grande

Título: Guaynê derrota a cobra grande – Uma história indígena
Autor: Tiago Hakiy
Ilustração: Mauricio Negro
Páginas: 32
Editora: Autêntica Editora
Preço: R$29,00

A Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) – seção brasileira do International Board on Books for Young People (IBBY), cuja missão é divulgar livros de qualidade para crianças e jovens –, reconhecendo o trabalho inédito da escrita literária criada por indígenas para esse público, e como ação de fortalecimento da nova década dos povos indígenas (2005-2015), proclamada pela UNESCO, criou, em 2004, em parceria com o Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual (INBRAPI), por meio do Núcleo de Escritores e Artistas Indígenas (NEArIn), o Concurso Tamoios de Textos de Escritores Indígenas. A obra Guaynê derrota a Cobra Grande – Uma história indígena, de Tiago Hakiy, amazonense de Barreirinha, filho da etnia sateré-mawé, é a vencedora do 9º Concurso Tamoios de Textos de Escritores Indígenas. A Autêntica Editora, unindo-se a essa ação inovadora, publica o texto vencedor, possibilitando que este, transformado em livro, seja lido por mais pessoas.

Sobre o autor


É poeta, escritor e contador de histórias tradicionais indígenas. De Barreirinha, estado do Amazonas, descende do povo sateré-mawé. É autor de vários livros: Awyató-pót: histórias indígenas para crianças; Águas do Andirá; Petrópolis. Tem textos publicados nas antologias A quinta estação e Antologia poética dos escritores indígenas. É membro do Núcleo dos Escritores e Artistas Indígenas (NEArIn). Em 2012 foi vencedor do Concurso Tamoios de Textos de Escritores Indígenas. Formado em Biblioteconomia pela UFAM (Universidade Federal do Amazonas), mora no coração denso da floresta amazônica, onde ocupa o cargo de Assessor Especial, na prefeitura municipal de Barreirinha.


Lançamento: Sombra e Ossos

Título: Sombra e Ossos
Título original: Shadow and Bone
Autora: Leigh Bardugo
Tradução: Eric Novello
Páginas: 288
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Square Fish
Área temática: Ficção, jovem-adulto/adulto
Preço: R$34,90

Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se
à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Sobre a autora


Nasceu em Jerusalém, cresceu em Los Angeles e se formou na Universidade de Yale. Mora atualmente em Hollywood, onde se entrega à sua paixão pelo glamour, em sua outra identidade profissional, como a maquiadora artística L.B. Benson. De vez em quando, ela também canta com sua banda, a Captain Automatic. Este é o primeiro volume da Trilogia Grisha, e é também seu primeiro livro, que já se tornou best-seller do The New York Times e do Los Angeles Times e também foi eleito um dos melhores livros do ano pela Amazon. Ela foi considerada uma das seis melhores autoras estreantes de 2012 pelo comitê New Voices, da American Booksellers Association, e também ganhou uma indicação ao Abraham Lincoln Award e à Indie Next List Selection.


Lançamento: Você tem sete mensagens

Título: Você tem sete mensagens
Título original: You Have Seven Messages
Autor: Stewart Lewis
Tradução: Claudio Blanc
Páginas: 256
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Random House
Área temática: Literatura Brasileira | Literatura Estrangeira
Preço: R$34,90

Pode um coração dolorido conhecer um grande amor?

Luna é uma adolescente que perdeu a mãe em um acidente há cerca de um ano, atropelada por um táxi nas ruas de Nova York. Ela, o pai e o irmão ainda estão vivendo a dor e tentando superar o luto. Quando Luna vai ao estúdio em que sua mãe trabalhava para recolher seus pertences, surpreende-se ao encontrar o celular dela com sete mensagens de voz não ouvidas.
A jovem começa a ouvir as mensagens uma a uma. Depois de escutar a primeira, fica intrigada e decide investigar. Com a ajuda de seu vizinho Oliver – por quem sempre nutriu uma paixão secreta –, vai ouvindo as outras mensagens e descobre segredos chocantes e fatos inesperados, reconstruindo, assim, um quebra-cabeça que revelará algo que ela nunca sonhou existir.
Seu coração, porém, experimenta um turbilhão de sentimentos. Pode a dor de uma perda tão importante conviver com o nascimento do primeiro amor? As descobertas sobre seu passado, que mudam o que ela sabia em relação a si mesma, devem ser um obstáculo para a intensa paixão que ela ousa sentir?

Sobre o autor


É autor dos romances Rockstarlet e Relative Stranger. Ele também é compositor e radiojornalista. Mora parte do tempo em Nova York e parte em Massachusetts. Veja mais sobre ele no site stewart lewis.


Lançamento: A cura da infelicidade

Título: A cura da infelicidade - Como os antidepressivos melhoram, pioram e moldam a vida de milhões de
pessoas
Título original: Coming of Age on Zoloft – how antidepressants cheered us up, let us down, and changed who we are
Autora: Katherine Sharpe
Tradução: Paulo Polzonoff Jr.
Páginas: 304
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Harper Perennial
Área temática: Saúde/Comportamento
Preço: R$34,90

Questões como essas, que afligem uma significativa parte da população mundial, surgiram nos últimos 25 anos, quando foi lançada uma nova geração de antidepressivos, o que mudou profundamente a maneira como as pessoas lidam com suas infelicidades. A essas dúvidas junta-se uma questão ainda mais delicada para quem tem menos de 25 anos e cresceu tomando o medicamento: qual é minha verdadeira identidade? Quem sou eu sem os remédios?
Esses foram os questionamentos de Katherine Sharpe, a autora deste livro. Aos 18 anos, uma série de ataques de ansiedade a levaram a receber um diagnóstico de depressão e a uma prescrição para tomar antidepressivos, o que ela fez pelos dez anos seguintes. O remédio ajudou, mas ela ficava incomodada por precisar usar a droga e por pensar em si como alguém com transtorno mental. Porém, percebeu que não estava sozinha. Muito mais gente do que imaginava vivia a mesma situação.
Por essa razão, decidiu escrever este livro. A partir de sua experiência pessoal, e com uma intensa e profunda pesquisa médica e histórica, além de dezenas de entrevistas com médicos e pessoas portadoras da doença, a autora faz nessas páginas um retrato inédito dos antidepressivos. Explora questões de identidade, aborda benefícios e malefícios, experiências e vivências, e mostra como esses remédios moldam a vida de milhões de pessoas no mundo. É uma leitura reconfortante tanto para quem tem a doença, quanto para os que convivem com pessoas que, todos os dias, precisam enfrentar a vida com (remédios para) depressão.

Sobre a autora


Nasceu em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos. Cursou antropologia e inglês na faculdade Reed College, em Portland, no Oregon, e fez mestrado em literatura na Cornell University. Foi editora da revista Seed do ScienceBlogs.com, e da publicação digital sobre estilo de vida ReadyMade. Publica artigos em vários veículos, entre eles a n+1, a revista do Washington Post, a GOOD, a Seed, a ReadyMade, o The Village Voice, e a Scientific American Mind, entre outros, além de ser uma colaboradora regular da revista Wired Design. Ela tem um fanzine chamado 400 Words, que já foi destaque na Newsweek, na Utne e fez parte da lista de recomendação da McSweeneys.net. Além disso, mantém um blog na versão digital da revista Psychology Today. Veja mais em seu site.


Lançamento: Caos

Título: Caos
Título original: Chaos
Autor: Moebius
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 88
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Les Humanoïdes Associés
Preço: R$59,00

Neste volume que conclui a fantástica Coleção Moebius da Editora Nemo, encontramos ilustrações, HQs curtas e desenhos produzidos pelo artista na fase clássica de seu trabalho e também para seus cadernos pessoais. Um dos fundadores da revolucionária revista Métal Hurlant, Moebius transformou a estética da ficção científica, influenciando criadores em todo o mundo. Este álbum é propriamente uma bela e caótica reunião de diversos trabalhos desse grande gênio dos quadrinhos e da ilustração.

Sobre o autor


Moebius é o criador de uma obra absolutamente original e inovadora. Dono de um traço inconfundível e também incrivelmente mutável, esotérico e surrealista, futurista e atemporal, inimitável e muito copiado, um gênio da luz e do espaço, ele mudou definitivamente a história dos quadrinhos e das artes visuais na segunda metade do século 20.


Lançamento: Os Companheiros do Crepúsculo

Título: Os Companheiros do Crepúsculo
Título original: Les Compagnons du Crépuscule
Autor: François Bourgeon
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 240
Editora: Editora Nemo
Editora origem: 12 bis
Preço: R$94,00

Considerado um dos melhores álbuns de quadrinhos já produzidos, Os Companheiros do Crepúsculo se passa na Idade Média durante a Guerra dos Cem Anos. A história é centrada nos personagens do Cavaleiro, Mariotte e Anicet, em sua busca por redenção ou pela simples sobrevivência. Misturando fantasia e lutas sangrentas, cenas cotidianas e um tom de erotismo, um dos destaques desta obra-prima das HQs é o belo e detalhado traço do autor, que transporta os leitores para os cenários e o clima da época. Imperdível para quem gosta de grandes histórias e para os amantes da arte dos quadrinhos!

Sobre o autor


Um dos grandes nomes dos quadrinhos internacionais, François Bourgeon é conhecido por suas longas sagas de temas históricos, traço detalhado e fortes personagens femininas. Tendo se tornado mundialmente conhecido com a série Os Passageiros do Vento, sua obra-prima viria em seguida: Os Companheiros do Crepúsculo), uma primorosa HQ medieval, lançada em volumes entre 1984 e 1992, reunida numa edição conjunta em 2010. Entre outros trabalhos também produziu a HQ de aventura espacial O Ciclo de Cyann.


Espero que tenham gostado. Super ansiosa pelos lançamentos Sombra e Ossos e Você tem sete mensagens. Acho que serão leituras muito boas!

Não deixem de comentar!

Verônica

Nenhum comentário: