quarta-feira, 31 de julho de 2013

#Indicação - Filme: Paranorman




Paranorman - 2012

Norman Babcock (Kodi Smit-McPhee) é um garoto que consegue ver e falar com os mortos. Entretanto, o único que acredita em suas habilidades é Neil, um amigo excêntrico. Um dia, o tio de Norman conta sobre um importante ritual anual realizado na cidade, com o objetivo de protegê-la de uma maldição jogada por uma bruxa séculos atrás. Norman resolve ajudar no ritual, mas as coisas não saem como planejado e uma nuvem mágica faz com que os mortos se levantem das tumbas da cidade.


Comprar: Saraiva | Submarino

Paranorman é mais uma animação gravada em stop-motion (técnica em que são utilizadas uma sequência de fotografias de modelos feitos em massinha de modelar), assim como foi feito em A Fuga das Galinhas, O Estranho Mundo de Jack, A Noiva Cadáver e Frankenweenie. Portanto, não se trata de uma animação 100% fluida ou perfeita, existem certas limitações e os traços dos personagens podem não ser tão delicados. Ainda assim, é um trabalho que exige muitas horas de concentração e o resultado fica excepcional, afinal, quem pode imaginar que esses pequenos não passavam de bonecos inanimados mexidos de pouquinho em pouquinho e fotografados a cada "passo"?
Todos sabemos que zumbis, bruxas e vampiros estão na moda. O mundo sobrenatural está na moda. Então é claro que Paranorman chamou a minha atenção. Norman nada mais é do que um garoto médium, ele consegue se comunicar com os espíritos dos mortos que ainda não seguiram em frente e, portanto, permanecem em meio aos vivos. Mas seus pais não o entendem muito bem e sua irmã mais velha acha que ele pirou de vez; e eles não são os únicos. Ele é o típico esquisitão no colégio, perseguido por um valentão e seu grupo. Típico.
Mas Norman parece não se incomodar com nada disso, ele é o garoto tranquilo, conformado com sua situação de esquisito e com todas as piadas, comentários e olhares tortos que precisa aguentar. Tudo muda de cenário, no entanto, quando ele precisa da ajuda das pessoas mais impensáveis para impedir que a maldição da bruxa tome conta da cidade. Só que, sem saber exatamente o que está acontecendo, Norman corre em círculos por algum tempo até tomar o rumo certo.
Como em muitas outras cidades pequenas, o passado desta cidade sulista oculta o assassinato de uma bruxa que, para se vingar, amaldiçoou os sete responsáveis por seu julgamento e condenação. Todos os anos, uma história deve ser lida no local onde a bruxa foi enterrada para que ela não desperte e não instaure o caos. No entanto, com a morte do tio estranho de Norman, o responsável pela leitura nos últimos anos, o garoto, agora é o único que pode fazer isso e digamos que ele não é a pessoa mais bem preparada ou informada para a tarefa.
Enquanto acompanhamos a intensa maratona de Norman e seus acompanhantes (que estão ali por livre e espontânea pressão), vamos descobrindo junto com ele a história da bruxa e do por quê ela amaldiçoou aquelas pessoas que, agora, ergueram-se de seus túmulos e estão aterrorizando a cidade. Uma animação que mistura assombrações com História, velhas crenças e aceitação.
Já aviso que não há nenhuma novidade, mas a diversão é garantida. Eu dei muitas risadas e a parte de que mais gostei foi a da revelação da bruxa. Para mim, foram as melhores cenas da animação. E, apesar de não ser o melhor dos filmes no quesito autenticidade, posso dizer que vale a pena conferir se você é fã de qualquer um dos elementos que eu citei acima: stop-motion, velhas crenças, zumbis, bruxas, sobrenatural, em geral. Aproveitem!

Nota:


4 comentários:

Gabriel disse...

Oie :)

Nossa amei a resenha, eu quero assistir esse filme urgentemente apesar de você que não é nada inovador só diversão estou empolgado, beijos !!

http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

alice aguiar disse...

cara eu adoro esse filme <3

Nanie disse...

Ah, quero muito ver esse filme! Mesmo sabendo que não tem muita novidade >< hahahah Adoro animações e o principal mesmo é que seja divertido, né?!


Beijos,
Nanie

Michelli Santos Prado disse...

Oi Vê!!

Amo filme infantis e A fuga das galinhas é um dos meus preferidos =)
Acho tão divertido, leves e fazem a gente voltar a ser criança!!Não assisti ainda Paranorman mas será uma das minhas próximas locações...

Bjuss♥