domingo, 29 de setembro de 2013

#Resenha: O Resgate do Tigre - Colleen Houck

Tiger's Curse #02 - O Resgate do Tigre
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 432

"Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página."

Compre: Saraiva | Submarino

Este livro foi cortesia da editora Arqueiro.

Resenhas anteriores:

Se eu me apaixonei completamente por A Maldição do Tigre, deveria esperar ficar ainda mais derretida pela incrível continuação. O Resgate do Tigre começa bem de onde o último livro terminou, Kelsey está voltando para os Estados Unidos depois de decidir se afastar de Ren e seus sentimentos conflitantes pelo príncipe indiano.
Mas, mesmo longe, ela não consegue esquecer de jeito nenhum tudo o que viveu na Índia para quebrar a primeira parte da maldição que mantém Ren e seu irmão Kishan como tigres há mais de 300 anos. Ela está certa de que sua vida nunca mais será a mesma e rapidamente percebemos que ir embora foi a pior decisão que essa jovem poderia ter tomado. Kelsey teve seus motivos, é claro, um coração confuso foi o suficiente para nebular sua mente e afastá-la de tudo que ela aprendeu a conviver, ficando mais que à vontade.

"Eu havia deixado meu coração na Índia e podia sentir sua ausência em meu peito. Tudo o que restava de mim era uma casca vazia, entorpecida e sem sentido."
(pág. 11)

Kelsey tenta de todas as formas voltar à sua rotina normal, mas como fazer isso quando tudo a faz se lembrar dele? O seu tigre branco, que ficou para trás, que ela deixou, achando que estaria fazendo a coisa certa. Ela se martiriza o tempo todo, comparando tudo aos seus momentos com Ren, mesmo que fossem de extremo perigo.
Querendo ou não, sofri junto com ela, pois entendi até certo ponto por que ela resolveu partir, mas fiquei angustiada pelo tempo que Kelsey levou para se dar conta de que ela pertencia a um certo lugar do outro lado do oceano, buscando pistas de uma antiga profecia e correndo perigos estranhos a qualquer outra mera jovem de sua idade.
Felizmente, ela não consegue ficar afastada por muito tempo e logo ela tragada novamente para a vida dos dois príncipes charmosos e amaldiçoados. Como sempre, tudo o que é bom dura pouco e Kelsey precisa enfrentar uma enorme perda, precisa salvar Ren.

"Cinco semanas. Cinco breves e felizes semanas fora tudo que tivemos juntos. (...) Não era suficiente. Não quando se está apaixonada por alguém. Por alguma razão parecia que eu sempre perdia as pessoas que amava. Como iria viver sem ele?"
(pág. 167)

Então, ela se aproxima de Kishan, o irmão bad boy e atrevido, absolutamente sensual e provocador. Nesse livro, temos um novo e complexo vislumbre do outro irmão, é Kishan que acompanha Kelsey na segunda parte para quebrar mais uma fase da maldição. E é impossível não se apaixonar por ele também. Praticamente empurrada em sua direção, com sentimentos tão intensos fluindo entre eles fica quase impossível se segurar. Isso só a deixa ainda mais confusa, mas, basta uma pequena clareada na mente para que Kelsey descubra o que realmente quer. Quem realmente quer.
Kishan é impulsivo, explosivo e afiado. O que Ren tem de romântico e cauteloso, seu irmão tem de direto e cara de pau. A tensão entre eles é palpável, o mais jovem dos irmãos não poupa esforços, não disfarça sentimentos. Dá para perceber que Kelsey está presa nesse redemoinho e já conta com preocupações demais para uma garota de 18 anos.

"- E parece que as únicas garotas por quem me interesso...sempre pertencem a Ren.
(...)
- Você está falando sério? - gaguejei.
- Sim. Estou falando sério. Sou um cara bastante franco e direto. Não brinco com esse tipo de coisa."
(pág. 180)

Correndo contra o tempo e com muito trabalho pela frente, não resta nada a Kelsey a não ser mergulhar de cabeça com apenas um objetivo em mente: salvar seu tigre branco. E muita coisa a aguarda nessa segunda etapa, será uma longa jornada em busca de mais um artefato capaz de salvar o povo da Índia. Kelsey, Kishan e o Sr. Kadam terão muitos desafios, vários perigos, dentre eles o principal causador de toda essa jornada: Lokesh.
Eu nem preciso dizer o quanto me apaixonei pelo livro. Terminei-o com aquela sensação que só os melhores livros que já li puderam me proporcionar. Uma sensação de estar em transe, presa e perdida na história que acabei de ler, sem a mínima vontade de retornar ao mundo real. Por muito tempo fiquei relembrando o que havia acabado de ler, principalmente porque o final foi arrebatador, de partir o coração.
Um ponto que achei muito interessante foi a autora começar o livro bem da parte onde parou no volume anterior e o mesmo acontece no epílogo, artefato que alguns autores usam para saltar brevemente no tempo. Ela não, segue uma narrativa completamente linear deixando, é claro, pequenas pontas soltas ao longo do livro, pontas essas que espero ver amarradas nos próximos volumes.
Nessa segunda parte, pude conhecer um pouco mais de Kishan e seu ponto de vista sobre tudo o que tem acontecido em sua família nos últimos séculos. Conheci mais do que o garoto sedutor e arrebatador, tivemos um vislumbre do que esse príncipe um dia fora. Achei tudo fascinante! Apesar de ter sentido muito a falta de Ren nos momentos de maior ação, quando apenas o tigre negro estava presente, não pude deixar de me divertir muito em O Resgate do Tigre.
Terminei a leitura com suspiros, lágrimas e completamente entorpecida. Uma saga que ganhou ainda mais espaço em meu coração, cujo significado só se faz mais importante a cada progresso. Confesso que tenho medo e ansiedade pelo que me aguarda nos próximos livros. Algumas coisas descobri sem querer, outras deduzi a partir de dicas de pessoas que já leram. Mas de uma coisa estou certa: será uma das melhores, se não a melhor!, leituras do ano. E eu tenho certeza de que serão livros que gostarei de reler o tempo todo.
A capa é maravilhosa; se eu achava que a de A Maldição do Tigre era linda com aquele tom azul metalizado, a do tigre negro, toda de um vermelho alaranjado metalizado foi de tirar o fôlego! Ainda me lembro de quando tirei o livro do pacote e fiquei longos minutos admirando-a, alisando os detalhes em relevo. A revisão da Arqueiro está ótima! Mas eu adoraria que a editora investisse em um mini glossário ao final dos livros, reunindo todas as palavras e expressões em hindi que os meninos falam ao longo da história. São lindas e, com certeza, guardarei na memória!
Mal vejo a hora de seguir em frente, principalmente para dissolver essa angústia que O Resgate do Tigre deixou. Se vocês ainda tiverem qualquer dúvida quanto a essa saga, minha sugestão é: leiam! É simplesmente perfeita, uma história maravilhosa, incrível, que me derreteu toda, me encantou completamente. Ren e Kishan são os personagens mais sedutores que podemos imaginar e fica quase impossível escolher entre qualquer um deles. Definitivamente entendo a confusão que Kelsey deve sentir. rs
Altamente indicado, esse segundo volume conseguiu ser ainda mais extraordinário que o primeiro. E que venha A Viagem do Tigre!

"Lokesh tinha a persona traiçoeira do Imperador Palpatine misturada à crueldade sádica de Hannibal Lecter. Ele desejava o poder a qualquer preço, como Lorde Voldemort, e exibia a brutalidade de Ming, o Impiedoso, que, como ele, havia matado a própria filha."
(pág. 375)

Nota:


26 comentários:

Adriana disse...

Li a Maldição do tigre e gostei bastante da historia, não sabia que esse segundo livro foca mais em mostrar a vida de Kishan e seu ponto de vista, também acho que vou sentir falta de Ren nesse segundo livro, mas mesmo assim, me pareceu muito boa a continuação que ao meu ver não tem nada de "maldição do segundo livro, a historia continua tao boa quanto no primeiro livro. Ótima resenha! bjão! :)

Jéssica Antunes disse...

Nossa, que resenha apaixonada. Não li nenhum dessa série ainda, mas esta lindo demais. Me deixou curiosa

Michelli Santos Prado disse...

Olá Vê!!
Adorei a resenha! Me senti mais motivada ainda para começar a ler a série! Está serie é uma das minhas metas para o ano que vem=)

Nara Brasil do Amaral disse...

Eu já tenho o primeiro livro da série, 'A maldição do tigre', mas ainda não começei a ler e peço mil desculpas por não poder ler sua resenha sobre o segundo volume. Porém espero que me entenda que eu não quero nenhum tipo de spoiler e só por isso não li sua resenha...

Ketlen Patricio disse...

Ainda não li nenhum livro da série mas já vou anotar aqui pra não esquecer, pretendo ler logo pois me interessei bastante (:

Pamella Moura disse...

Já tá no topo da minha wishlist haha
Essa história parece encantadora...quero ter a oportunidade de ler a série o mais rápido possível (:

Jean Rossi disse...

Logo depois de ler a Maldiçao do Tigre, já tenho anotado para ler o Resgate do Tigre,pois a sequência ainda tem muitos pontos a esclarecer sobre o primeiro livro e é claro que também irá surpreender ainda mais!

Ricardo Biazotto disse...

E depois você fala que as minhas resenhas são enormes. Nem falo nada pra você, Verônica KKKKK
Bom, acho que só eu sei o quanto você gosta dessa série e sinto que você irá gostar cada vez mais. Como já conversamos, a série melhora com o passar dos livros e, apesar do desfecho de alguns personagens, que particularmente me desagradaram, e do romance, que eu realmente não suporto, a série é incrível. Se antes eu já gostava da cultura indiana, com essa série isso apenas se intensificou.
Eu realmente espero que você continue gostando, e não se irrite tanto quanto eu me irritei com a Kelsey. Espero também que a Houck lance a próxima série logo (que como você também sabe, eu só soube da existência na última semana).


Beijos, bilauta!

Nikki Zanetti disse...

Dizem que o Resgate do Tigre é ainda melhor que o primeiro... Realmente, espero que a série fique melhor a cada livro (São quantos, cinco? quatro?). Enfim, amei a resenha, só nos deixa com mais vontade ainda de ler os livros. xo.

Gislayne Perez disse...

Bem, eu comecei a ler O resgate do tigre, mas a leitura empacou... Esse segundo volume é um pouco mais parado e sem graça do que o primeiro... Pelo menos até a parte que eu li, que foi no capitulo 8... Mas mesmo assim, quando tiver um tempinho vou terminar o livro... Quem sabe o final não seja uma surpresa?

Suzii Andrade disse...

Que resenha de tirar o fôlego hein, com apenas só o que vc escreveu já me envolvi com os conflitos de Kelsey e fiquei intrigada com o rumo que a hist´roa esta tomando!!Ainda não tive a oportunidade de começar a ler a série mas não vejo a hora *-* Quanta magia ♥
Bjus

Pamela Duarte disse...

A saga parece ser mesmo muito boa. Uma estória envolvente e de tirar o fôlego. Acho as capas lindas. Espero ler em breve. :)

Jônatas Amaral disse...

Com certeza seguirei seu conselho de ler esta saga.

O Primeiro livro lerei em breve (e voltarei para deixar minha opinião oficalmente kkk), e este próximo com certeza entrará logo na lista.

Parabéns pela resenha, confesso que pulei certas partes, para não me adiantar em algumas partes da história, mas pelos seus comentários já me sinto cada vez mais animado.

Parabéns mesmo!!!

Jônatas Amaral

Se puder Aprecie e deixe seu comentário: http://alma-critica.blogspot.com/

Willian disse...

Mantendo a qualidade dos outros livros. Uma boa pedida

Edcléia Ferreira Damasceno disse...

Adoreiii..louca pra ler o livro!!!
Edcléia Ferreira
edcleia.di@gmail.com

Thainá Bastos disse...

Ainda não li o primeiro livro, mas é melhor eu ler logo, não aguento mais esperar. rsrs' Ler as suas resenhas me deixou com muito mais vontade de ler. rs'

Carol Freitas disse...

Resenha muito bem feita. Ainda preciso ler o primeiro livro para ler esse!

Roseneia Santos disse...

Tirando a capa que é maravilhosa com com esses tigres lindos !
A saga verdadeiramente estar imperdível,um triângulo amoroso que eu pude ver,romance e mistério enfim muito bom!
Beijinss!!

rose.nea@hotmail.com

Diandra Fernandes disse...

É bom saber que o 2º livro tem o mesmo impulso e não decaiu, minha preocupação com séries é exatamente isso, pq algumas começam bem e depois vem a decadencia. Ótima resenha!

Cibele Santos disse...

Acredito que não tenho mais duvidas sobre ler ou não ler esse livro, estou muito curiosa para ler toda a saga, to juntando o dinheiro para comprar na bienal aqui de salvador...Amei a resenha...show de bola...

Evelin Souza disse...

muito legal a sua resenha.

Rossana Moraes disse...

Realmente a capa desse livro é de ficar minutos e minutos olhando, é linda! *-*

Estou com tanta vontade de viajar com esse livro, de conhecer a história da Kelsey. Espero poder ler logo os livros e sentir esse turbilhão de sensações que você sentiu :D

ELIZABETH MACHADO DE SALLES disse...

Uma história incrível, cheia de aventuras e perseguições. Nada que nossa mocinha não possa fazer pra salvar o tigre. Ansiosa pra ler esta série. Show.

Nardonio Alves disse...

Desde o lançamento de "A Maldição do Tigre" que estou de olho nessa saga. Adoro fantasia/magia/aventura, com toques de Mitologia. E a Mitologia Indiana é realmente rica e muito interessante. Também gostei bastante das capas, mas essa de "O Resgate do Tigre" é bem mais bonita.


@_Dom_Dom

Cris Aragão disse...

O segundo livro de uma série geralmente é o mais difícil porque o leitor já conhece os personagens principais, sabe qual é o objetivo da história e é nesse momento que o desenvolvimento é crucial para continuar encantando para que você queira muito continuar lendo os próximos livros.

Stephanie Remohi disse...

Confesso que passei meus olhos rapidamente pela resenha, pois ainda não li o primeiro livro. Mas tenho certeza que esse livro é tão maravilhoso quanto o primeiro. Seu entusiasmo só aumenta minha curiosidade em ler essa série, e apesar de não ter lido a resenha sei que há muitos pontos positivos sobre ela. Esperamos que a continuação continue nos surpreendendo.