sábado, 30 de novembro de 2013

"I got #News for you..." 109


Arqueiro

Bate-papo com Abbi Glines


Confira a íntegra do bate-papo abaixo:


Bate-papo com Jaqueline Vargas

Confira o bate-papo na íntegra abaixo:



Baraúna

Lançamento: A Casa da Cristaleira

A Casa da Cristaleira 
Autor: J. R Digenio
Número de páginas: 392

“A casa da Cristaleira” é o novo suspense publicado pela Editora Baraúna.

No próximo mês a Editora Baraúna lançará uma incrível obra de suspense, “A casa da cristaleira”, do autor. J.r. Digenio. A obra narra a história de uma familia, os Parkers, que após sofrer um grande trauma, encontram-se insatisfeitos com o rumo de suas vidas, por isso decidem se mudar para os Estados Unidos em busca do sonho americano. Os Parkers vão morar em uma linda casa em Nova Jersey. Dentro do local existe uma cristaleira aparentemente antiga, mas que ainda mantém seu intenso brilho e encanto. Will Parker não sabia o motivo do tamanho de seu fascínio pelo objeto, assim como ficava curioso e assustado com os fenômenos sobrenaturais que ocorriam nas noites de lua cheia naquela cidade. Ao mesmo tempo, crianças estavam sendo raptadas na região e a polícia não tinha nenhuma pista, o que fazia a população se sentir insegura e descrente nas autoridades. Nesta época, Will passa a ter visões sobre esses estranhos desaparecimentos e sofre por não ter certeza se são reais, porém, em sua busca por uma resposta acaba sendo considerado o principal suspeito dessa misteriosa trama onde, literalmente, as aparências enganam. 

Sobre o autor

J. R. Digenio nasceu e foi criado na cidade de São Paulo. Formou-se em Administração de Empresas, é empresário e inventor por natureza, tendo exercido diversas outras atividades antes de dedicar-se inteiramente a esse mágico e delicioso mundo da escrita, onde a realidade e a fantasia se encontram. Apaixonado pelo sobrenatural, A Casa da Cristaleira é seu romance de estreia.


Grupo Editorial Autêntica

Coleção Moebius na Apple Store






Lançamento: Vestido de Noivo

Vestido de noivo
Título original: Robe de marié
Autor: Pierre Lemaitre
Tradução: Zéfere
Páginas: 272
Editora: Editora Vertigo
Editora origem: Calmann-lévy
Preço: R$29,90

Sophie, uma jovem mulher que leva uma vida pacata, começa a cair lentamente na loucura: milhares de pequenos e inquietantes sinais se acumulam e, de repente, tudo se acelera. Seria ela a responsável pela morte da sua sogra e de seu marido enfermo?
Pouco a pouco ela se encontra envolvida em vários assassinatos, dos quais ela não tem a menor lembrança. Então, desesperada, porém lúcida, ela organiza sua fuga, muda de nome, de vida, se casa, mas o seu terrível passado a alcança.
As sombras de Hitchcock e de Brian de Palma pairam sobre esse thriller diabólico.


Lançamento: Na mente, o veneno

Na mente, o veneno
Título original: Dans la tête, le venin
Autora: Andrea H. Japp
Tradução: Vinicius Carneiro
Páginas: 272
Editora: Editora Vertigo
Editora origem: Calmann-lévy
Preço: R$29,90

Diane Silver é uma das melhores profilers do mundo e trabalha na base de Quantico do FBI. Caçar serial killers é para ela uma questão pessoal: sua filha, Leonor, foi torturada e morta. Apesar de ser perita em traçar o perfil de um criminoso, Diane não consegue até hoje entender como Leonor, tão desconfiada, aceitou seguir aquele que seria seu assassino.
Yves, um policial francês formado por ela nas técnicas de profiling, é provavelmente o único amigo de Diane, que tem um caráter difícil. Ele a mantém informada sobre os crimes selvagens cometidos na França. Será que existe uma ligação entre esses assassinatos e aqueles cometidos no México ou em Nova York? Entre esses casos internacionais – a caça ao assassino de prostitutas nas ruas de Boston e o assassinato de Leonor – uma ligação começa pouco a pouco a aparecer.
Diane vai abrir a Caixa de Pandora, reconstituir o quebra-cabeça e chegar até o último predador. E não lhe importam as consequências…

Sobre a autora


Nascida em 1957, toxicóloga de formação, Andrea H. Japp començou a escrever romances policiais em 1990 com La Bostonienne, premiado no Festival de Cognac em 1991. Hoje, autora de mais de vinte romances, é considerada como uma das rainhas do crime francesas. Ela é também autora de várias novelas, é roteirista para a TV e autora de histórias em quadrinhos.


Lançamento: Estava Escrito

Estava escrito
Título original: Skriften på veggen
Autor: Gunnar Staalesen
Tradução: Elisa Nazarian
Páginas: 352
Editora: Editora Vertigo
Editora origem: Gyldendal Group Agency
Preço: R$34,90

As aventuras do detetive Varg Veum o levam a um mundo obscuro, em que adolescentes privilegiados são atraídos para as drogas e a prostituição. E a situação fica ainda pior quando o juiz local é encontrado morto em um hotel de luxo, usando lingerie, e pais desesperados imploram para que Veum encontre uma garota desaparecida.
No rastro das pistas que encontra, Veum percebe que precisa seguir com suas investigações no impiedoso submundo de Bergen, na Noruega. O que era, a princípio, uma investigação de rotina, torna-se um jogo extremamente perigoso e eletrizante, que o detetive precisará resolver em uma corrida contra o tempo…

Sobre o autor

É um autor de romances policiais nascido em Bergen, Noruega. Seus romances colocam em cena Varg Veum, um ex-funcionário do Serviço de Proteção à Infância que se tornou detetive particular.


Lançamento: A Fera Interior

A fera interior
Título original: Svinehunde
Autores: Lotte e Søren Hammer
Tradução: Márcia Guimarães
Páginas: 448
Editora: Editora Vertigo
Editora origem: Gyldendal Group Agency
Preço: R$39,90

Cinco corpos masculinos mutilados – castrados – e um rico empreendedor que denuncia na mídia a falta de firmeza da justiça dinamarquesa para com os pedófilos. O inspetor Simonsen, que tem experiência demais para não desconfiar das coincidências, logo compreende que está diante de um plano de grandes dimensões, cujos pormenores ainda desconhece…
Neste primeiro romance, intenso e cativante, Lotte e Søren Hammer constroem uma intriga milimétrica e engenhosa sobre um assunto ainda tabu na Dinamarca, a pedofilia. Pintando o retrato de uma opinião pública que toma partido dos assassinos, os autores levam o leitor a questionar suas próprias certezas éticas.

Sobre os autores

Os irmãos Lotte e Søren Hammer são fenômeno na Dinamarca e sua obra já foi publicada em quinze países. A fera interior é o primeiro romance policial da dupla – e o início de uma série centrada no inspetor Konrad Simonsen 
e sua equipe.


Lançamento: Mrs. Dalloway

Mrs Dalloway
Autora: Virginia Woolf
Tradução: Tomaz Tadeu
Páginas: 272
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Literatura Estrangeira
Coleções: Mimo
Coordenador da Coleção: Tomaz Tadeu
Edição: 2
Preço: R$53,00

Tudo se passa num dia de junho de 1923. Clarissa, esposa de Richard Dalloway, membro do Parlamento britânico, sai para comprar flores para a festa que dará à noite. No caminho passa por algumas das ruas centrais de Londres e por dois de seus principais parques, encontrando o amigo Hugh Whitbread. Seu trajeto cruza com o de outro personagem central, Septimus Warren Smith, que, acometido de um sério trauma de guerra, encaminha-se, com a esposa que conheceu na Itália, Rezia, para uma consulta com um importante psiquiatra.
Já em casa, Mrs Dalloway recebe a visita de um antigo namorado, Peter Walsh. Deixando a casa de Clarissa, ele empreende sua própria caminhada por Londres, regressando, depois, ao seu hotel, de onde sai, ao final da tarde, para a festa da antiga namorada. O romance culmina na festa de Mrs Dalloway, onde se encontram pessoas de suas atuais relações, como o próprio Primeiro-Ministro, e pessoas de seu passado: além de Peter Walsh, também Sally Seton, uma paixão da adolescência.

Sobre a autora

Virginia nasceu no nº 22 da rua Hyde Park Gate, no bairro londrino de Kensington. O pai, Leslie Stephen (1832-1904), era um conhecido escritor, tendo dedicado sua vida sobretudo a estudos biográficos. Viúvo, casara-se, em 1878, em segundas núpcias, com Julia Duckworth (1846-1895), também viúva, trazendo, ambos, filhos do primeiro para o segundo matrimônio (Leslie, uma filha; Julia, uma filha e dois filhos). Do novo casamento, resultarão mais quatro filhos: antes de Virginia, Vanessa (1879) e Thoby (1880) e, depois, Adrian (1883).


Lançamento: Ao Farol

Ao Farol
Título original: To the Lighthouse
Autora: Virginia Woolf
Tradução: Tomaz Tadeu
Páginas: 232
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Literatura Estrangeira
Coleções: Mimo
Coordenador da Coleção: Tomaz Tadeu
Preço: R$49,00

Virginia Woolf passava as férias de verão, até os treze anos, na casa de praia da família em St Ives, na Cornualha, numa baía de onde se avistava o farol da ilha de Godrevy. Esses verões à beira-mar ficaram para sempre na sua memória.
Sua amada mãe, Julia Stephen, renomada por sua beleza, morreu quando Virginia tinha treze anos. Ela teve aí o primeiro dos colapsos nervosos que a atormentariam pelo resto da vida.
Com o pai, Leslie Stephen, historiador e alpinista, Virginia mantinha uma relação ambígua. Ele era, nas suas próprias palavras, “espartano, ascético, puritano”. Mas também podia ser muito carinhoso para com os filhos. E foi pela leitura dos livros de sua biblioteca que Virginia, que nunca frequentou escola nem universidade, obteve toda a sua educação.
Ao Farol é a transposição artística da memória dos verões passados em St Ives e da relação com os pais. Mas um romance, se bem concebido, nunca é um relato autobiográfico. Tal como no sonho freudiano, a artista procede por condensações, deslocamentos, deformações.


Lançamento: Cinema e Educação

Cinema e educação – Reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola
Autora: Adriana Fresquet
Páginas: 128
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Cinema | Teatro | Música
Coleções: Alteridade e criação
Preço: R$34,00

Cinema e educação pode ser lido como um texto inaugural em língua portuguesa sobre a apropriação do cinema não como instrumento educativo, mas como ferramenta da imaginação cotidiana. As reflexões contidas neste volume posicionam conceitos muito usados mas pouco compreendidos, desmascaram conservadorismos acadêmicos e de políticas públicas na área da educação e instigam a uma mudança de postura fundamental para o conhecimento e para a vida. Talvez a maior contribuição desta pesquisa, iniciada há oito anos no âmbito da Faculdade de Educação da UFRJ e que se estendeu criativamente por escolas públicas, cinematecas, hospitais e muitos outros espaços de encontro e aprendizado, tenha sido reconhecer que a aventura da cognição está dentro de nós desde sempre, bastando uma centelha qualquer, interior ou a do projetor cinematográfico, para pôr o sujeito em movimento. O cinema tem espaço privilegiado nesta reflexão, percebendo-se o quanto ele se tornou uma das mais imediatas experiências do mundo contemporâneo e um dos instrumentos mais eficazes para “aprender e desaprender”, construir e desconstruir as certezas do mundo. Nada mais natural do que usá-lo como pavio da transformação necessária de uma realidade há muito formatada e embalada para uma vivência automatizada.

Hernani Heffner
Conservador-chefe da Cinemateca do Museu de Arte Moderna 
do Rio de Janeiro (MAM Rio)
Professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Sobre a autora

Nasceu em Mendoza, Argentina. Aprendeu a ler cedo, perguntando, para desvendar a curiosidade que lhe provocavam as listas do “fazer” que sua mãe, Juanita, escrevia cotidianamente e as histórias em quadrinhos de García Ferré. Jorge, o pai, a ensinou a olhar as diferenças que o sol e o vento imprimem nas neves dos Andes, nas plantações de uva e nas árvores que contornam os caminhos mendocinos. Tia Mabel chamou a atenção para o invisível do mundo. Filha de professora e agricultor, cresceu junto de dois irmãos, aprendendo piano e artes cênicas. Cursou o ensino fundamental na escola pública do bairro e o ensino médio na Escuela Superior del Magisterio da Universidad Nacional de Cuyo. Formou-se na Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación Santa María de los Buenos Aires, da Pontifícia Universidad Católica Argentina (UCA), onde também defendeu o doutorado. Morou em Brasília, onde nasceram suas três filhas. Fez o pós-doutorado no Rio e hoje é professora na Faculdade de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Coordena o projeto de pesquisa Currículo e Linguagem Cinematográfica na Educação Básica e o Programa de Extensão Cinema para Aprender e Desaprender (CINEAD). É membro do grupo fundador e da coordenação da Rede Latino-Americana de Educação, Cinema e Audiovisual (REDE KINO). Para a autora, palavras como “cafuné” e “saudades”, o mar, a música e o cinema brasileiros renovam certezas da vida aqui. A saudade, o cafuné da família e dos amigos da infância, as montanhas, a música e o cinema argentinos insistem em manter viva a dúvida.


Lançamento: Godard e a educação

Godard e a educação
Autores: Ana Lucia Soutto Mayor, Mário Alves Coutinho
Páginas: 192
Editora: Autêntica Editora
Área temática: Cinema | Teatro | Música
Coleções: Alteridade e criação
Preço: R$39,00

Primeiro volume da coleção Alteridade e Criação, este livro apresenta uma coletânea de textos sobre a obra de Jean-Luc Godard e suas contribuições para a formação humana e para a educação. A partir da rica produção cinematográfica do cineasta francês, os autores refletem sobre estratégias “pedagógicas” inscritas em seus filmes e revelam, nesta obra, uma “pedagogia godardiana”.

Em análises sobre a narrativa, as estratégias discursivas e o sensível olhar que Godard propõe aos seus espectadores, os autores discutem aspectos, tanto específicos quanto gerais, dos processos de construção da linguagem cinematográfica de Godard, em interlocução com os domínios da educação. Oferecem, assim, ao leitor um precioso estudo da obra de um dos maiores cineastas da história, que, além de 
propor um novo olhar e uma nova perspectiva para a sétima arte, possuía em si e em sua obra um desejo nitidamente pedagógico, uma vontade de ensinar o próprio processo de aprendizado.

Sobre os autores

Ana Lucia Soutto Mayor

É professora de Literatura e Língua Portuguesa do Colégio de Aplicação da UFRJ. Doutora em Literatura Comparada (Literatura e Cinema) pela UFF e mestre em Literatura Brasileira pela UFRJ, pesquisa as relações entre literatura, cinema, poesia e educação. É vice-coordenadora do grupo de ensino, pesquisa e extensão Cinema para Aprender e Desaprender (CINEAD), coordenado pela Prof.ª Adriana Mabel Fresquet.
Coordenou, com Verônica de Almeida Soares, Arte e saúde: desafios do olhar (EPSJV, 2010) e Arte e saúde: aventuras do olhar, com Verônica de Almeida Soares e Marilda Moreira (EPSJV, 2013). Publicou diversos artigos em coletâneas especializadas nas áreas de literatura, cinema e educação. É autora de Tramas do poético: literatura, cinema e filosofia – No limiar do vazio, à beira de Clarice (Vermelho Marinho; no prelo).

Mário Alves Coutinho

É doutor em Literatura Comparada pela Faculdade de Letras da UFMG e tem pós-doutorado pela Escola de Comunicação da mesma instituição.
É autor dos livros Escrever com a câmera: a literatura cinematográfica de Jean-Luc Godard e Godard, cinema, literatura. Traduziu os livros Tudo que vive é sagrado (poemas de William Blake e D.H. Lawrence), Canções da inocência e da experiência (Blake) e O livro luminoso da vida (Lawrence). Organizou Presença do CEC: 50 anos de cinema em Belo Horizonte, participou, com ensaios, de vários livros, escreveu roteiros de cinema (filmados), assim como para vários jornais e revistas brasileiros. Dirige e escreve ensaios videocinematográficos para o programa Cine Magazine, da Rede Minas.


Lançamento: Nada Dramática

Nada dramática
Aventuras e desventuras de uma garota que sobreviveu ao ensino médio sem ser popular, sem fazer mimimi... e sem conseguir evitar de se apaixonar
Autora: Dayse Dantas
Páginas: 320
Editora: Editora Gutenberg
Área temática: Ficção, Jovem-adulto
Preço: R$34,90

Camilla Pinheiro conseguiu passar sua vida escolar praticamente ilesa, sem se envolver em dramas adolescentes. Isso é uma grande vitória para ela, que sempre foi muito aplicada nas aulas. E pretende continuar assim, agora que está no terceiro ano do ensino médio do colégio Coliseu, um dos mais puxados e concorridos de Goiânia. Sempre organizada, seus planos para o último semestre se resumem 
a um só objetivo: passar no vestibular com as melhores notas.
Porém, graças a uma confusão amorosa envolvendo seu melhor amigo, Camilla vê seus dias calmos de estudos se transformarem, em meio a revoluções escolares, brigas familiares, intrigas na turma, dúvidas sobre o futuro e até uma inesperada paixão, que ela insiste em negar para si mesma. Para se abstrair do mundo real, agora virado de cabeça para baixo, ela posta em seu blog as aventuras da “Agente C”, sua identidade nada secreta para quem a conhece e sabe o que é viver um dos períodos mais intensos da vida.


Lançamento: A segunda vez que te amei

A segunda vez que te amei
Autora: Leila Rego
Páginas: 272
Editora: Editora Gutenberg
Área temática: Adulto, Ficção
Preço: R$39,90

André e Juli pareciam ter nascido um para o outro. Depois de seis anos de casamento, e sendo também sócios em um restaurante, as coisas, porém, já não eram o conto de fadas do início. Na verdade, sentiam que estavam vivendo mesmo o lado mais sombrio da sua história.
Raquel e Alberto tinham a vida perfeita: empregos glamorosos, com rendimentos que permitiam um alto padrão de vida, um filho carinhoso e saudável, o apartamento dos sonhos, férias sempre inesquecíveis… mas um fato inusitado faria com que aquele castelo encantado estivesse prestes a ruir.
A vida, no entanto, traça caminhos inesperados. E o que parecia não ter saída de repente se transforma em uma encruzilhada, na qual André, Juli, Raquel e Alberto podem se encontrar e agarrar a nova chance para a felicidade, trazendo para suas vidas mais amor, paixão, emoção e companheirismo, e assim conseguir viver como sempre sonharam. Inclusive com final feliz!


Lançamento: Bruce Dickinson

Bruce Dickinson
Os altos voos com o Iron Maiden e o voo solo de um dos maiores músicos do heavy metal
Título original: Bruce Dickinson – Flashing Metal with Iron Maiden and Flying Solo
Autor: Joe Shooman
Tradução: Eliel Vieira
Páginas: 304
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Independent Music Press
Área temática: Biografia & Memórias
Preço: R$49,90

Bruce Dickinson é o vocalista do Iron Maiden, uma das mais importantes bandas de heavy metal de todos os tempos. Junto com ela, faz enorme sucesso há mais de três décadas. Fora da banda também teve uma trajetória marcante. Antes de juntar-se ao Maiden, fez parte do Samson, e no período em que esteve afastado da banda que o consagrou, construiu uma bem-sucedida carreira solo. Além da música, Dickinson se envolve em atividades peculiares, graças à sua personalidade singular. Já integrou o time britânico de esgrima, apresentou por oito anos um programa de rádio na estação digital BBC 6Music, é autor best-seller de ficção, e já foi apresentador do Discovery Channel e do Sky One. Além de tudo isso, fez vários voos como piloto da companhia aérea comercial Astraeus, incluindo uma missão de resgate de ingleses residentes em Beirute em 2006. Na turnê mundial Somewhere Back in Time World Tour (2008-2009), o próprio Bruce pilotou o avião do Iron Maiden – um Boeing 757 customizado, batizado de Ed Force One, uma referência ao mascote que estampa praticamente todos os lançamentos da banda.
Atualmente, Bruce Dickinson roda o mundo também apresentando palestras sobre empreendedorismo e criatividade empresarial. Este livro mostra pela primeira vez sua história completa e traz entrevistas exclusivas com quem o conhece melhor: pessoas com as quais conviveu em sua juventude, companheiros de estrada e outros que o acompanham até os dias de hoje, quando o Iron Maiden mantém-se como uma das maiores lendas da música em todo o planeta.


Lançamento: Prenda-me, por favor!

Prenda-me, por favor!
Título original: Kaffe med ran
Autora: Catharina Ingelman-Sundberg
Tradução: Jaime Bernardes
Páginas: 336
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Forum Bokförlaget
Área temática: Adulto, Ficção
Preço: R$37,90

No Lar Diamante, uma casa de repouso em Estocolmo, moram Martha, uma adorável senhora de 79 anos, e seus amigos Anna-Greta, Stina, Krattan e Snillet, todos na mesma faixa etária. Depois que o local é vendido, a nova administração torna as coisas bem complicadas: o tratamento recebido pelos idosos está horrível, a comida é racionada e de péssima qualidade, a rotina está tediosa, e nem sair para se exercitar eles podem mais. Ninguém aguenta mais ficar ali. E Martha fica imaginando que eles estariam muito melhor se fossem para a prisão sueca… Que, aliás, ela pensa, é uma ótima solução!
O grupo, então, se reúne e planeja um grande roubo, que deverá garantir que todos sejam condenados. Com o assalto perfeito combinado, eles escapam do asilo e a aventura começa. Porém, nem tudo ocorre como o planejado, e logo eles se veem envolvidos em uma trama inusitada, que poderá fazê-los conseguir a tão sonhada vida melhor. Atrás das grades…


Lançamento: O Clã dos Dragões

O Clã dos Dragões - Vol. 1
Título original: Lumen Ja jään maa - Sysilouhien sukua
Autor: Ilkka Auer
Tradução: Lilia Loman, Pasi Loman
Páginas: 336
Editora: Editora Gutenberg
Editora origem: Otava Publishing Company Ltd
Área temática: Ficção, Jovem-adulto
Coleção: Série Terras de Neve e Gelo
Preço: R$ 39,90

Nos tempos antigos, o reino de Noridium era governado pelos temíveis Dragões Negros. Durante séculos, na fria região de Caldia, circularam lendas sobre a Bruxa do Gelo, que seria a descendente cruel e imortal dessas criaturas. Porém, tais lendas se tornarão realidade para a adolescente Nonna e para seu protetor, o urso polar de estimação, Fenris. Depois de ver sua aldeia atacada e destruída, ela é forçada a deixar sua casa e sua vida para trás. Os rumores de que os deuses antigos voltaram à Terra aumentam a cada dia, e tudo começa a mudar. O grande temor é de que o Clã dos Dragões recupere seu domínio. Nonna se vê, então, em meio a uma luta pelo poder, e ameaçada por um grande mal. Ao procurar defender-se, descobre mais sobre seus ancestrais, mas percebe que está mais envolvida com o futuro do reino do que poderia imaginar.

Sobre o autor

Nasceu em Pori, na Finlândia. Aprendeu a ler aos 4 anos de idade e começou a escrever seu primeiro livro – uma história de detetive – aos 12. O livro nunca foi concluído, mas isso não o fez desistir da carreira de escritor. Formou-se em marketing e administração no início da década de 1980. Na mesma época, ingressou no mundo da fantasia, depois de ler os livros de Margaret Weis e de se apaixonar por RPG e por histórias de terror, principalmente sobre zumbis. Fez parte da equipe que criou a primeira revista finlandesa de RPG, a Adventurer. A partir disso, começou e não parou mais de criar cenários, personagens, mundos e histórias nesse universo, inspirado principalmente na mitologia escandinava. Escreveu artigos e histórias curtas antes de publicar, em 2004, este que é seu primeiro livro, que inaugura a série de quatro volumes Terras de Neve e Gelo, a qual ele levou três anos para escrever. Diz que, para ele, tudo serve de inspiração, e até em sonhos tem ideias malucas que usa em seus livros e suas histórias. Atualmente, mora em Helsinque com sua esposa e sua filha. Saiba mais sobre o autor e esta série em Sysilouhi.


Lançamento: Um pouco além do resto

Um pouco além do resto
Autora: Clarissa Corrêa
Páginas: 208
Editora: Editora Gutenberg
Área temática: Crônicas, Não-Ficção
Preço: R$ 34,90

Um pouco além do resto é um livro de crônicas que falam de amizade, relacionamentos, dúvidas, escolhas, sentimentos e dos conflitos internos pelos quais todos passamos na vida. Expressam, no texto bem-humorado, fluído e por vezes ácido de Clarissa Corrêa, o que vivemos diariamente para buscar ser felizes. Clarissa consegue exprimir com palavras simples, e até engraçadas, o quanto complicamos a felicidade, e o como poderia ser mais simples viver bem. Ela põe em palavras o que sentimos, expressando brilhantemente muito do que não conseguimos – ou não temos coragem de – dizer.

Sobre a autora

É gaúcha e libriana, com ascendente em Peixes e Lua em Leão (apesar de não saber bem se isso significa alguma coisa). É escritora e redatora publicitária, já tendo trabalhado em diversas agências de Porto Alegre, atendendo a grandes marcas de grandes clientes. Atualmente, além de escrever seus livros e ser colunista do site da revista TPM, faz freelas dentro e fora da propaganda, produzindo conteúdo para diversas mídias. É autora dos livros Um pouco do resto, O amor é poá e Para todos os amores errados (Gutenberg).


Lançamento: Máximas do Dirceu

Máximas do Dirceu
Autor: Dirceu Ferreira
Páginas: 128
Editora: Editora Gutenberg
Área temática: Crônicas, Não-Ficção
Preço: R$ 24,90

Neste livro, o célebre frasista e escritor Dirceu Ferreira, colaborador do antológico Pasquim, reúne suas mais divertidas e engraçadas frases sobre o cotidiano brasileiro. Com humor sutil e por vezes ácido, é um brilhante cronista da realidade nacional, já que, ao retratar cenas do dia a dia em suas frases hilariantes e contundentes, consegue promover, ao mesmo tempo, uma reflexão e uma risada. Suas centenas de máximas são acompanhadas de ilustrações do cartunista Nani. Além das frases e das charges, há no livro alguns fac-símiles de cartas e bilhetes de figuras importantes do cenário cultural brasileiro que influenciaram Dirceu e ao mesmo tempo foram influenciadas por seu trabalho, como Carlos Drummond de Andrade, Ziraldo, Henfil, Zuenir Ventura e até mesmo o jogador de futebol Tostão, que assina o prefácio da obra. 

Sobre o autor

É escritor, cartunista e jornalista. Começou sua carreira de humor no Correio de Araxá e foi lançado nacionalmente n’O Pasquim, por Ziraldo. Foi também colaborador regular no Estado de Minas e na Folha de S.Paulo. É autor de cinco livros: Minhas Marílias e seus nomes de guerra (independente), Picadinho de humor à mineira (Editora Codecri), Inconfidências mineiras de humor (Editora Codecri), Édipo é a mãe! (Nova Fronteira, 5ª edição) e … mas podem me chamar de Woody Allen (independente).


Lançamento: Peter Pan - vol. 3

Peter Pan - Volume 3
Autor: Régis Loisel
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 104
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Glénat Éditions
Preço: R$ 69,00

A extraordinária recriação da aventura de Peter Pan, traduzida para o universo adulto por Régis Loisel, chega à sua conclusão neste terceiro volume pela editora Nemo. Peter Pan, o líder dos seres imaginários da Terra do Nunca, continua sua vitoriosa luta contra os piratas do Capitão Gancho. Mas, em suas rápidas visitas à Londres dos tempos de Jack, o Estripador, o menino que não quer crescer volta a se deparar com alguns fatos inevitáveis de nossa existência. Uma HQ bela e imperdível, uma história fantástica e profundamente humana, sobre imaginação e realidade, desilusões e esperança.

Sobre o autor

Régis Loisel mudou-se para Paris em 1972, o lugar onde tudo começou. Durante os anos seguintes, ele conhece Patrick Cothias e Serge Le Tendre, passa o tempo no teraço dos cafés, vive uma vida de boemia. Os projetos chegam com força, com sucesso, com fracasso, não importa.
Em 1983, A Busca do Pássaro do Tempo (com roteiro de Le Tendre) torna-se a virada em sua carreira. Tanto do ponto de vista pessoal, quanto criativo, ele parece ter se encontrado. Aquela série é hoje considerada “a” referência do gênero, muitas vezes imitada, mas até agora jamais igualada; nenhum autor de fantasia heroica conseguiu escapar à influência desse original. A Busca do Pássaro do Tempo poderia ter sido a obra da maturidade, mas acreditar nisso é desconhecer Régis Loisel.
Em 1989, ele começa a se soltar de todas as restrições técnicas e ilustra textos eróticos. Seus desenhos irradiam uma energia de tirar o fôlego, uma terrível sensualidade, seu traço se aproxima do expressionismo de Doré, Rhops ou Rackham. Ao mesmo tempo, ele deixa Paris para se estabelecer em Lannion, na Bretanha. Chegava a hora de realizar a sua interpretação do mito de Peter Pan!
Desde o primeiro álbum da série Peter Pan, ele se posiciona de maneira definitiva como um autor essencial, verdadeira figura de proa de um novo estilo “baseado em sentimentos e emoções”. O sucesso é enorme…


Lançamento: O Mundo de Edena 2

O Mundo de Edena 2: Os Jardins de Edena
Título original: Le Monde d’Edena - 2. Les Jardins d’Edena
Autor: Moebius
Tradução: Fernando Scheibe
Páginas: 64
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Casterman
Preço: R$ 49,00

Os viajantes espaciais Stel e Atan chegam ao planeta Edena, um mundo natural, estranho a seus olhos futuristas. Aos poucos, eles buscam se adaptar ao novo ambiente, descobrindo o sabor de uma maçã, o gosto da água fresca, os efeitos do sol quente. À noite, em seus sonhos, eles são visitados por fadas, enquanto a cada dia seus corpos sofrem uma surpreendente metamorfose. Mas até mesmo um aparente paraíso perfeito pode esconder sombras demoníacas! Partindo do tema bíblico de Adão e Eva, esta belíssima HQ do genial Moebius nos propõe uma intrigante aventura e uma reflexão sobre a vida humana num idílico estado pré-tecnológico.

Sobre o autor

Moebius é o criador de uma obra absolutamente original e inovadora. Dono de um traço inconfundível e também incrivelmente mutável, esotérico e surrealista, futurista e atemporal, inimitável e muito copiado, um gênio da luz e do espaço, ele mudou definitivamente a história dos quadrinhos e das artes visuais na segunda metade do século 20.


Lançamento: A Ilha do Tesouro de Robert Louis Stevenson

A Ilha do Tesouro de Robert Louis Stevenson
Título original: Treasure Island
Autores: Manuel Pace, Robert Louis Stevenson
Tradução: Diego Cervelin, Fernando Scheibe
Ilustração: Carlo Rispoli 
Páginas: 104
Editora: Editora Nemo
Preço: R$ 42,00

Um dos grandes clássicos da literatura mundial ganha versão em quadrinhos num álbum repleto de ação e belos desenhos. O jovem Jim Hawkins levava uma vida tranquila, trabalhando na taberna de sua mãe, até que surge um velho pirata. Entram em cena outros piratas ameaçadores, e Jim acaba herdando o mapa para um tesouro lendário. Uma expedição é preparada e, na companhia de nobres e aventureiros, o rapaz chega a uma ilha, onde mais perigos e surpresas o aguardam. Honra, coragem, aventura e amizade são os ingredientes deste grande clássico para leitores de todas as idades!


Lançamento: Snoopy - isto é Tóquio, Charlie Brown!

Snoopy - isto é Tóquio, Charlie Brown!
Título original: Peanuts - It's Tokyo, Charlie Brown
Autor: Charles M. Schulz
Tradução: Wellington Srbek
Páginas: 104
Editora: Editora Nemo
Editora origem: Kaboom
Preço: R$ 28,00

Quando o presidente seleciona o time deles para representar o país num jogo de beisebol no exterior, Charlie Brown, Snoopy e a turminha de nossos personagens favoritos fazem as malas para uma viagem a Tóquio! Mas, entre uma visita ao Monte Fuji, um passeio turístico por templos centenários e uma desastrada luta de sumô para Snoopy, o chefe da equipe, Charlie Brown, tem um jogo de beisebol com o qual se preocupar, e isso está tirando seu sono. Poderá Patty Pimentinha dar a esse time de araque a centelha que precisa para vencer um jogo?

Sobre o autor

Uma vez descreveu a si mesmo como alguém “nascido para desenhar tiras de quadrinhos”. Nascido em Minneapolis, com apenas dois dias de vida, um tio o apelidou de “Sparky”, inspirado no cavalo Spark Plug, da tirinha de Barney Google. Por toda a juventude, ele e seu pai compartilharam um ritual nas manhãs de domingo: ler os quadrinhos de humor. Depois de servir no exército durante a Segunda Guerra Mundial, a primeira grande oportunidade de Schulz veio em 1947, quando ele vendeu para o St. Paul Pioneer Press a série de cartuns intitulada “Li’l Folks”. Em 1950, Schulz se juntou ao United Feature Syndicate, e, em 2 de outubro daquele ano, a tira “Peanuts” (mais conhecida no Brasil como “Snoopy”) estreou em sete jornais. Charles Schulz morreu em Santa Rosa, Califórnia, em fevereiro de 2000, poucas horas antes que a última tirinha desenhada por ele circulasse nos jornais de domingo.


Sextante

Lançamento: Luiza Brunet

Confira um trecho do lançamento abaixo:



Espero que tenham gostado das novidades. Não deixem de comentar! ;)


3 comentários:

Jônatas Amaral disse...

Eu fiquei tipo: UAU!!!
Quantos livros bons cara, sério mesmo.
Gostei muito de "O Vestido de noivo" "Na mente o veneno" "Estava Escrito" e "A Fera interior", achei todos bem interessantes. As capas tem um que de igualdade. kk
Claro, "Ao Farol" da Virginia Woof. É um das autoras que mais admiro.
Desconhecia sobre essa recriação de Peter pan, quem me conhece sabe que é um das minhas história favoritas, logo, preciso deles rapidamente....
O clã dos dragões é um livro que tenho desejado a algum tempo, mas vou comprar depois.
Gostei muito dessa sessão hoje! Muito mesmo!!
até mais!


Jônatas Amaral
alma-critica.blogspot.com.br

Natalia Araújo disse...

Esse livro Máximas do Dirceu deve ser muito divertido.

Adorei os lançamentos, mas fico mais com esse e do Snoopy, claro, rs

desbravadoresdelivros

Jônatas Amaral disse...

Estava reparando bastante nos livros Vestido de noivo, Na mente, o veneno, Estava Escrito e A fera interior, além de achar as capas com um quê de igualdade, percebi que cada um me instiga a cada história, principalmente o Estava Escrito, com aquele subtitulo super interessante.
Os livros da Virginia Woof, são sempre para mim super interessantes, é uma das escritoras que mais admiro.
"Nada dramática" iriei dar de presente este ano, estou participando de um amigo invisivel diferente, onde temos que encontrar livros que o titulo diga algo sobre a pessoa, esse é perfeito para alguém.
sobre o HQ, creio que seja uma HQ, já entrou para minha lista de natal, já sei até para quem pedir kkkkk
Super gostei da sessão hoje!
Parabéns!


Jônatas Amaral
Blog Alma Critica.