domingo, 23 de março de 2014

#Indicação - Filme: Meu Namorado é um Zumbi




Meu Namorado é um Zumbi (Warm Bodies) - 2013

Em um cenário pós-apocalíptico,  o zumbi R (Nicholas Hoult) passa por uma crise existencial e criando laços de amizade com uma humana chamada Julie (Teresa Palmer), uma de suas vítimas por quem acaba se interessando amorosamente. O problema é que este relacionamento acaba causando uma reação em cadeia em outros mortos-vivos, mas o general Grigio (John Malkovich) não está interessado neste tipo de mudança e sim no total extermínio da ameaça zumbi.

Compre: Saraiva | Submarino

Meu Namorado é um Zumbi é mais um exemplo de adaptação dos livros para as telas que eu confiro sem ter lido o livro, mas que acabou me deixando com muita curiosidade. Para começar, não curto muito filmes de zumbis, não só por me assustar com facilidade, como também me dar um desconforto enorme e, às vezes, ser bobo demais. Mas neste caso, é uma proposta bem diferente e muito, mas muito divertida.
R é um zumbi, ele narra a história do começo ao fim. Quero dizer, para um zumbi, até que ele é bem falante e pensa bastante. Ele nos introduz ao seu cotidiano, embora não se lembre direito de como tudo aconteceu, com observações bem humoradas. O jovem rapaz zumbi coleciona coisas dentro de um avião abandonado, garantindo um bom espaço só para si e para seu gosto musical, que cultiva através de vinis.
Por outro lado, há uma aglomeração de humanos no centro da cidade, cercada, agora, por muros e que, de tempos em tempos, precisa arriscar-se do lado de fora para recuperar os mantimentos que ainda sobraram em vários imóveis abandonados. Mas, para isso, precisam receber treinamento e, mais do que tudo, ter o sangue frio para matar zumbis, mesmo que eles um dia tenham sido sua família, seus amigos. É nesse grupo em que está Julie, filha do general dessa comunidade.
R e Julie inevitavelmente se esbarram quando um grupo altamente treinado (se é que dá para chegar a esse ponto) de adolescentes precisa buscar suprimentos e, ao mesmo tempo, um grupo de zumbis sai do aeroporto em busca de (o que mais?) alimento. R não sabe explicar o impulso que o leva a trazer Julie consigo, sujando-a com o próprio sangue e, assim, deixando-a "imperceptível" diante dos outros, até mesmo de seu melhor amigo (zumbis melhores amigos, quem diria!).
Mesmo relutante, a jovem se vê incapacitada de escapar estando tão próxima a tantos zumbis de uma só vez e, ainda, desarmada. Ela decide confiar em R e, percebendo que ele não tem a intenção de machucá-la, logo se dá conta de que, talvez, os zumbis possam ter objetivos diferentes além de apenas caminhar a esmo e alimentarem-se dos humanos saudáveis. Na verdade, R parece ser diferente de tudo o que ela já viu antes; ele até consegue murmurar algumas palavras!
O que há sobre esses zumbis que Julie e os demais podem ter deixado passar? Por que R parece mais consciente do que os demais e, até, mais humano? Como ele conseguiu preservar sua humanidade, sua percepção de mundo?
Meu Namorado é um Zumbi é um filme fofo e muito engraçado. Eu me diverti muito com a narração do R e confesso que tive dó dele o filme inteiro. Caramba, ele não era um daqueles zumbis malvados que só queria comer pessoas! Ele tinha sentimentos! Mesmo sendo desajeitado e um pouco assustador, ele parecia querer uma salvação, uma mudança dessa vida esquisita. E ele acaba encontrando em Julie uma esperança. Ao contrário dos outros, ela desiste de matá-lo de imediato para entendê-lo. E, para R, é tudo de que ele precisa.
É uma proposta muito diferente e, ao final, eu tive uma compreensão distinta do motivo de todos terem se tornado zumbis. Não posso contar, é claro, mas garanto que vocês irão se surpreender! É algo totalmente novo, não é sobre escapar e matar zumbis. Vai muito além disso. E é por isso que gostei tanto do filme! Não foi só pelo humor e pelo fato de o protagonista ser um zumbi e não apenas mais um tentando sobreviver após o apocalipse; a história, a relação entre um zumbi e um humano saudável foi super diferente e muito bem-vindo. Paramos de só ver pistolas sendo descarregadas em hordas de mortos-vivos e passamos para o lado sentimental, o lado humano.
A narração de R é hilária, seus comentários são divertidos e, desde o começo, ele se mostra um bom anfitrião para nós, espectadores. Ele se preocupa em explicar tudo o que estiver ao seu alcance e ficamos nos perguntando como um zumbi pode ser tão...esperto. O desfecho é surpreendente e a proposta é diferente e muito interessante. Eu adorei o filme e indico, é diversão na certa! Impossível não simpatizar com o R.
Acabei com uma vontade enorme de ler o livro que deu origem ao filme, Sangue Quente (Warm Bodies) e estou muito ansiosa para conferir. Já ouvi dizer que o livro possui um tom mais sério, o que seria uma pena, já que foi principalmente o humor do filme que me conquistou e encantou. Mesmo assim, adoraria conhecer! E indico totalmente o filme!

Nota:


8 comentários:

Karolayne Nascimentos Santos disse...

Ahhhh eu super amo esse filme. Sei que foi baseado em um livro, mas eu nunca li nada de zumbi, e como assisti a adaptação não sei se um dia lerei a obra.
O R é tão fofinho que quase me dá vontade de sair atrás de um zumbi....Quase.
Achei um filme bem divertido. Que bom que você gostou também.
Bjokas
nerdworldofgirl.blogspot.com.br

Mariana Teixeira disse...

Para ser bem sincera, eu detestei esse filme.

Não sei se o livro me daria uma sensação diferente, mas o filme me deixou com raiva.

Eu amo Zumbis... E o filme meio que descaracterizou tudo o que eu mais amo neles kkkkkkkk

Mas eu vi muita gente, assim como você, que se amarrou.

bjs

http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

alice aguiar disse...

eu gostei desse filem, apesar do livro ser melhor xp

aninhlima disse...

Esse filme é maravilhoso, quando estava vendo ele a família toda parou pra ver também, o que gerou várias risadas coletivas, o filme é leve e engraçado, amei ele!
http://exceptionss.blogspot.com.br/

Franciele de Santana disse...

Ah achei legal o filme, como diria meu sobrinho de quase dois anos, ah munitinho!
Interessante ver zumbis quase humanos sem aquela parte bem sanguinária estilo The Walking Dead, acho que realmente o humor fez toda a diferença, e agora fiquei curiosa para conhecer a história e saber o final.

Roseneia Santos disse...

Não gosto muito do gênero para ler,prefiro assistir,achei o enredo bem legal!
Beijinsss!

nathalia silva disse...

Esse jeito desajeitado e meio assustador de R é o que alimentava a parte engraçada do filme. Acho engraçado na parte em que ela sai do avião e imita um zumbi para que os verdadeiros zumbis não soubessem que ela é uma humana... kkkk R realmente era diferente, tinha sentimentos e merecia encontrar uma pessoa legal. E sese com certeza é um bom filme. :)

Desbravadores de Livros disse...

Sou apaixonada por zumbis. Séries, livros, filmes. Tudo que envolva. Eu não assisti esse, ainda. Mas com certeza já será uma indicação aceita quando for assistir com meu noivo.
Super curti.