quarta-feira, 16 de abril de 2014

#Resenha: Bob - Um Gato Fora do Normal - James Bowen

Bob - Um Gato Fora do Normal
Autor: James Bowen
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 208

“Nós ganhamos segundas chances todos os dias, mas geralmente não as aproveitamos. E então eu conheci o Bob.”

James Bowen é um músico sem-teto que se apresenta nas ruas de Londres para sobreviver. A partir do momento em que ele encontra um gato de rua machucado, com o pelo cor de laranja e grandes olhos verdes, sua vida começa a mudar. Juntos, James e Bob enfrentam o mundo – e vencem. Uma história verdadeira sobre amor e amizade que vai fazer você sorrir muito.

Comprar: Saraiva | Submarino

Este livro foi cortesia da editora Novo Conceito.

Outras resenhas:

Logo que finalizei a leitura de O Mundo pelos Olhos de Bob, minha escolha para começar 2014, imediatamente senti uma vontade enorme de reler os dois livros e repassar a história e as aventuras e desventuras de James e seu gatinho laranja, Bob.
Infelizmente, com a quantidade de livros que tenho para ler, não posso me dar ao luxo de reler os meus preferidos. Então, quando saiu a notícia de que a editora Novo Conceito lançaria um novo livro de James e Bob, rapidamente fiquei muito animada!
Bob: Um Gato Fora do Normal é uma versão compacta de Um Gato de Rua Chamado Bob. A mesma história está lá, grande parte dos seus capítulos também. Esta é uma edição que está voltada especificamente para o público infanto-juvenil, portanto, acaba sendo uma leitura mais leve.
Quem já leu a história de James e Bob sabe que a vida nas ruas tem suas dificuldades e testemunhamos muita maldade de um ser humano para com o outro que está tentando ganhar a vida. Nessa versão, entretanto, as cenas mais tristes e sombrias foram removidas, deixando a leitura extremamente mais suave e dando a impressão de que foi muito mais fácil para essa dupla improvável começar a se reerguer.

"Viver nas ruas te deixa sem nada. Sem sua dignidade, sua identidade. Pior ainda, as pessoas o tratam como um Zé Ninguém." 
(pág. 26)

Quando acompanhamos a história de James e de como Bob entrou em sua vida, é inevitável a torcida para que tudo acabe bem. Conhecer a vida nas ruas, a luta de um ex-viciado em heroína para colocar tudo de volta aos eixos, é simplesmente emocionante. Bob foi a luz no fim do túnel para que James quisesse definitivamente ser uma pessoa melhor.
Essa essência foi mantida nesse novo título e, apesar de as partes tristes, chocantes e sombrias terem ficado de fora em sua grande maioria, não posso negar que a delicadeza da narrativa deixou tudo mais fácil. Para um público mais jovem (a sinopse no site Goodreads aponta que o livro é indicado a partir dos 11 anos), acredito que muitas outras situações poderiam ser incluídas, principalmente quando James ou Bob sofriam com alguma complicação.
Na minha leitura, fiquei chocada que as pessoas pudessem ser tão más com outro ser humano, quanto mais uma pessoa que estava tentando ganhar a vida de forma humilde e honesta. James não estava roubando, ele só precisava de uma chance. E Bob lhe deu esta chance. Mas, mesmo assim, algumas pessoas podiam ser bem cruéis.

"Nas ruas, as pessoas não se interessam em lhe dar uma chance. Tudo o que elas veem é alguém tentando tirar vantagem, querendo se aproveitar." 
(pág. 69)

No mais, reler a história de James e Bob foi uma delícia. Adorei relembrar como eles se conheceram e como foram os primeiros anos que passaram um ao lado do outro. Foi uma leitura incrivelmente rápida, terminei no mesmo dia. Apesar de ser uma edição compacta, o mais importante manteve-se, que foi a volta por cima que James e Bob começaram a dar, superando os mais diversos obstáculos.
A diagramação está muito confortável de ler, encontrei alguns errinhos, mas o que realmente chamou a atenção foi o design das páginas. Ao início de cada capítulo, além de uma moldura bonita para o título, a editora também inseriu silhuetas de gatos em diferentes posições, deixando tudo ainda mais fofo e belo! Os números das páginas são emoldurados por patinhas de gato e também há gatinhos brincando no meio dos capítulos, nas quebras da narrativa.
E, claro, a cereja no topo do bolo foram as páginas com fotos coloridas ao final do livro. Deu para conhecer um pouquinho mais do cotidiano de James e Bob. O lugar onde eles se conheceram, caminhando pelas ruas de Londres, como Bob costuma aninhar-se nos ombros de James enquanto eles caminham. Tudo isso foi muito legal e fez de mim uma criança feliz. Sou completamente apaixonada pela história de vida deles, pelo exemplo de superação e humildade. É simplesmente emocionante pensar em tudo pelo o que eles passaram e sempre conseguindo superar as dificuldades no final.
Bob: Um Gato Fora do Normal é uma leitura mais que recomendada! Apesar de ser basicamente uma repetição de Um Gato de Rua Chamado Bob, se você estiver procurando reler a história dessa dupla, mas, como eu, estiver sem tempo, é uma ótima alternativa, pois é uma leitura muito rápida. Com uma capa maravilhosa e detalhes visuais muito fofos, o visual deste livro está nota dez! E não posso deixar de mencionar que ler novamente a história dessa dupla improvável, mas inseparável, fez meu coração aquecer uma vez mais e dar valor ao que tenho, assim como também me fez desejar ser uma pessoa melhor.

"O mais importante de tudo, porém, é que eu havia criado raízes. Minha pequena quitinete em Tottenham havia me dado a segurança e a estabilidade que eu desejava." 
(pág. 201)


Nota:



6 comentários:

Thiago Margarida disse...

Quero muito ler o primeiro/original. Infelizmente a fila tá grande =/
Você já leu o Dewey? É muito lindo, e eu curti bastante

Michelli Santos Prado disse...

Oi Vê, ainda não tive a oportunidade de ler os primeiros livros, mas tenho eles na estante e espero poder conferir em breve, e fico animada de saber que você gostou da continuação!!
Beijos!!

Franciele de Santana disse...

Ainda não li nenhum dos livros, mas pelas resenhas que li como a sua trata-se de uma história bonita o bastante para ter uma edição mais leve, para o publico mais jovem.

Desbravadores de Livros disse...

Eu estou com o primeiro livro da série e pretendo ler em breve. Parece ser um livro maravilhoso, apesar de leve e de leitura rápido.
Vejo tantas resenhas positivas que minha curiosidade só aumenta.
Adorei a resenha, Vê.

Veezinha disse...

Ainda não li, Thiago; é sobre gatos também ou é sobre cachorro? Geralmente não sou muito fã de livros assim, mas não sei o que acontece com a história do Bob; é simplesmente demais! rsrsrs Vou pesquisar mais sobre esse, obrigada pela dica! ;D


xx

Thiago Margarida disse...

É de um gato adotado por uma bibliotecária!
Eu achei muito lindo, dá uma chance que vai gostar. ;D