segunda-feira, 30 de junho de 2014

#Resenha: Chéri à Paris - Daniel Cariello

Chéri à Paris
Autor: Daniel Cariello
Editora: Selo Longe
Número de páginas: 163

"Caro leitor, prepare-se para uma bomba: não há pão francês na França. Dói dizer, mas é verdade. No país dos 500 tipos de queijo e centenas de variedades de vinho, você não vai encontrar o pãozinho que, desde sempre, nos é vendido por aqui como uma especialidade da terra de Napoleão.
No entanto, há passeatas para todos os gostos. Escolha a sua preferida e vá às ruas! Ou, então, crie seus slogans e cartazes, junte os amigos e comece um movimento. Na França, o importante é marcar sua posição, seja ela qual for.
E esse ser curioso, que é o francês, ele faz mesmo biquinho pra falar? Come carne de cavalo? O quê, não tem pão francês na França? Nem porteiro em Paris? Como é que se diz "toca Raul!" no idioma de Molière?
Muitas perguntas, poucas respostas e incontáveis descobertas em 48 crônicas sobre a vida de um brasileiro em Paris, escritas nos 5 anos em que o autor - cronista da revista Veja Brasília - morou na capital francesa."


Raramente compro e-books que não sejam títulos que eu previamente desejava e que estão em uma boa promoção, mas eu tive que abrir uma exceção para Chéri à Paris quando ele apareceu na oferta do dia na Amazon e o mais legal é que não me arrependi nem um pouco do investimento.
Escrito por um jornalista que passou 5 anos morando na França, esta é uma coletânea de contos e crônicas que retratam com muito bom humor as confusões e peculiaridades do povo francês observadas (e vividas!) por um brasileiro.
Passando por temas como futebol, gastronomia, moradia, vizinhos e, acreditem só, até a velha questão do pão francês, Chéri à Paris é a desmistificação e confirmação de muitas crenças que temos sobre os estrangeiros e, principalmente, sobre os franceses.

"Ao chegar, uma surpresa: dos alto-falantes saía música brasileira! (...) e os franceses, que adoram a canção, dançavam um samba meio frankenstein."
(pág. 11)

Com uma narrativa leve e muito engraçada, Daniel divide conosco pequenos fatos de seu cotidiano que, de tão hilários, chegam a ser surreais. Desde a ida até a feira de rua que conta com muitos alimentos fresquinhos, até ir a museus, lidar com seus vizinhos e o fato de encontrar com uma moradora de seu prédio constantemente, como se a mulher simplesmente surgisse do nada e estivesse em todos os lugares.
Ele também escreve sobre as constantes manifestações dos franceses, a dificuldade em resolver problemas simples de vazamento e outras loucuras que me levaram às gargalhadas. Sem medo de clichês, as crônicas são bem variadas e o ritmo de leitura é muito rápido. Dá até para adaptar algumas coisas brasileiras e afrancesá-las como o típico "toca Raul" que transforma-se em um debate quando se tenta explicar o significado dessa expressão a um francês.
Tudo o que posso dizer para resumir essa leitura é que morar na França pode ser tudo, menos entediante.

"Nada daqueles prosaicos relógios com um sininho em cima, que as vovós usavam para acordar. O cara colocou uma salsa em um volume imbecil, de sacudir as gárgulas de Notre-Dame." 
(pág. 37)

Chéri à Paris é uma leitura indicada para todos, principalmente porque traz consigo não só o lado cômico de se viver fora do Brasil e as peculiaridades de uma cultura diferente, como também é repleto da magia que se pode ter quando se está em um país que não é o seu. Embora na França tudo possa parecer passível de uma manifestação e não haja pão francês (pô!), Daniel ressalta em diversos momentos que não importa o quanto ele ande pelas mesmas ruas todos os dias, ainda existem coisas a serem descobertas em Paris.
Desde lojas de instrumentos musicais com um toque aconchegante, diferente e extraordinário, até feiras ao ar livre e museus que podem ser descobertos a qualquer momento. Além disso, a variedade dos temas abordados serve para que a leitura não fique estagnada em apenas essa ou aquela característica e acabe tornando-se maçante.
Nada disso, vamos de uma ponta a outra, passando por diversas histórias e situações, algumas extremamente engraçadas, mas existem também aquelas mais sérias, que só dão um toque ainda mais especial ao livro. Sem contar que a capa é uma graça e cada conto tem uma pequena ilustração no início, que dá todo um charme.
Em suma, este e-book vale demais o investimento, pois é uma leitura deliciosa indicada para aqueles momentos em que você simplesmente quer se distrair, mas sem fugir muito do cotidiano. É uma ótima oportunidade para comprovar suas ideias a respeito dos franceses e, claro, dar muitas risadas com as trapalhadas e aventuras do Daniel por lá.
Até fiquei com vontade de visitar Paris, pois eu sei que jamais poderia ficar entediada. Essa leitura só aumentou meu fascínio pela cidade e, claro, pelos franceses também. Altamente indicada e escrita com habilidade para ser breve, porém precisa e muito, muito completa!

Nota:



16 comentários:

Raquel Pereira disse...

Esse livro parece ser uma delícia pra ler, fiquei super curiosa. Pelo fato de serem crônicas, deve ser uma leitura super rápida. Adorei a capa também, ficou super fofa.


Bjok

Monica Navarro disse...

Paris é um sonho. Enquanto ele não se realiza, posso ler esse livro e conhecer um pouco mais dessa cidade maravilhosa.
Gosto muito de ler contos e crônicas.
A capa é muito legal.

Desbravadores de Livros disse...

Como assim na França não tem pão francês? Essa resenha quebrou minhas ilusões. haha
Adoro crônicas e achei bem interessante esse livro; acho que seria uma leitura bem agradável. Quero ler esse livro.

Érika Rufo disse...

Esse livro parece ser muito divertido. Como assim não tem pão francês na França?? Que desilusão... rsrs Adoro ler crônicas pois é uma leitura bem rápida e deliciosa de se fazer. Fiquei com vontade de ler o livro.


Beijos!!

Franciele de Santana disse...

París, París (suspiros) adorei a proposta do livro adoro pequenas histórias principalmente porque podemos ir lendo aos poucos sem se preocupar em perder o fia da meada, mas pelo jeito nesse livro pela suas perspectiva isso vai ser impossível, e vamos devorá-lo em pouco tempo, como já falei em outro post adoro dicas de e-books pela facilidade que eles nos proporcionam e sem falar no precinho rsrsrrsrs.
Adoro histórias divertidas e com certeza essa leitura vai ser um prato

Luciana Campos disse...

Adorei a proposta do livro! Não sou tão fã de histórias curtas assim (prefiro aquelas bem densas, cheias de personagens com inúmeras histórias pra contar), mas achei essa uma graça.
Também não curto muito investir em e-books, por isso passo a leitura :/

Daniel Cariello disse...

Olá, Verônica e todo mundo! Aqui é o Daniel, autor do livro. Obrigado pela resenha e pelos comentários. Se quiserem, podem ler um trecho aqui: www.cheriaparis.com.br (basta clicar em "Leia um trecho (PDF)"). Beijos!

Bianca Aguiar disse...

Sou apaixonadas por contos e crônicas e assim que li a resenha senti vontade de ler! Amo crônicas que não ficam entediantes e principalmente, são engraçadas e divertidas! Além do mais, quem não quer conhecer um pouco mais de Paris? :) Adorei a resenha *u*

mgrezender disse...

Nossa, adorei a resenha, estou com muita vontade de ler o livro. a capa também é muito bonita.
Maristela G Rezende

Vick Ventlando disse...

Eu adoro crônicas! E já ouvi falar do trabalho deste escritor.
Meus parabéns pelo lindo blog e pela excelente resenha!


Beijinhos de sua leitora, Vick.

Evelise Ciriaco disse...

Oi!
Não conhecia o livro, mas sempre quis conhecer a França e acho que se ler também vou ficar mais curiosa. gosto de ler crônicas para descontrair, geralmente são leituras bem leves e essas parecem muito divertidas!
Bjs
sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

Aline Ramos Costa disse...

Que perfeito..adoro livros feitos em contos ou crônicas..e esse parece ter sido bem escrito e de uma forma que nos encantará totalmente...adorei...com certeza quero muito lê-lo, e assim conhecer um pouco mais sobre Paris visto de uma forma diferente do que conehço...bjs

Jônatas Amaral disse...

Sou e sempre serei um aficionado por crônicas.
Quero muito ler este livro justamente por ser um livro de crônicas e crônicas francesas. Um outra paixão. França. Sempre amei a França, mesmo nunca estando lá. Mas, os livros são para isso nos fazer viajar.


Quero muito ler este livro.


Jônatas Amaral
alma-critica.blogspot.com.br

shirlaine santana disse...

nossa não sei se fui a única mas me tirou umas risadas rsrsr já curti esse livro e acho que se eu ganhar vamos nos dar muito bem!

Fran Ferreira disse...

AI, me deu uma saudade de um tempo de minha vida que escutei vários "sons" franceses, era muito engraçado ouví-los conversando, amei sua leveza na resenha que me instigou á lê-lo, gosto de crônicas, com certeza vou dar muitas risadas.
Bjsss

Letícia Rodrigues disse...

Amei sua resenha! Não tinha visto falar no livro ainda, mas sua resenha me deixou com muita vontade de conhecer essa história. E também porque gosto muito de crônicas. Bjss