quinta-feira, 28 de agosto de 2014

#Resenha: A Lista de Brett - Lori Nelson Spielman

A Lista de Brett
Autora: Lori Nelson Spielman
Editora: Verus
Número de páginas: 364

"Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente. Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados."

Compre: Saraiva | Submarino

Este livro foi cortesia da editora Verus.

Após a morte da mãe, Brett é a única que, para receber sua parte da herança, tem uma missão praticamente impossível: ela deve cumprir os itens de uma lista de sonhos que ela mesma escreveu quando era jovem. Com uma vida praticamente feita, a jovem de luto se sente irritada e injustiçada pela imposição, mas aceita o desafio, embarcando em uma enorme aventura.

Logo ela percebe que muitos dos itens nada tem a ver com suas ambições e que, para cumpri-los, terá de dar uma verdadeira volta com sua vida de agora. E, durante essa viagem, Brett irá perceber que há muito mais naquela lista do que tolos sonhos da adolescente que uma vez foi; ela vai descobrir a si mesma saindo de sua zona de conforto, de sua vida aparentemente perfeita. Muitas emoções a aguardam nessa incrível jornada, até mesmo uma forte amizade que irá desenvolver com Sanquita, uma jovem de 18 anos que já passou por muita coisa; uma relação belíssima que foge às palavras convencionais descrevê-la.

A Lista de Brett é uma leitura de autodescoberta, um livro emocionante que mostra uma jovem mulher que pensava ter tudo resolvido em sua vida aos 34 anos. Seu mundo não é só abalado pela perda repentina da mãe, mas também pelo pedido peculiar imposto por ela para que Brett possa ter direito à sua parte na herança. Com mais dois irmãos, ela fica bem contrariada com a condição da mãe que, mesmo tendo partido, ainda causará muitas reviravoltas na vida da filha!
Permeado de personagens que vão aparecendo ao longo dessa redescoberta de Brett a si mesma, cada um deles é especial, tendo sua própria presença muito bem representada ao longo da leitura. E uma das que mais me chamou atenção foi Sanquita. Ela vive em um conjunto habitacional para mulheres e, mesmo sendo tão jovem, possui uma história sofrida. Não só ela, como todos os outros personagens carregarão lições valiosas que Brett encontrará nessa jornada.

Eu já sabia que seria uma leitura repleta de emoções, mas não esperava que fossem tão intensas e belamente inseridas e desenvolvidas nesse enredo mais do que especial. No começo, parece mesmo uma grande pegadinha a proposta da mãe de Brett fazer com que a filha reveja sua lista de sonhos e a cumpra no prazo de apenas um ano. Mas, aos poucos, vamos percebendo que olhar para o passado nem sempre é perda de tempo, podemos fazer grandes descobertas sobre nós mesmos e abrir nossos olhos para um futuro que achávamos ter como certo.
Brett encontra-se novamente enquanto vai completando os itens de sua lista e a transformação em sua vida é inspiradora e intensa, cheia de emoções, o que tornou a leitura linda! Um livro escrito de forma deliciosa, uma leitura inesquecível e encantadora.
Quando olhamos para a capa de A Lista de Brett, dá para imaginar, nos desenhos que completam a árvore como folhas, que algo relacionado a eles nos espera naquelas páginas. É um toque delicado e que chama a atenção desde a primeira olhada. A revisão da Verus está muito boa e a leitura é bem confortável. Um livro especial, marcante e que é para ser apreciado aos poucos, mesmo que a curiosidade com o andamento da lista às vezes seja mais forte.
Uma leitura para nos fazer refletir sobre nossas ambições do passado e do presente, uma proposta de revisitar o passado, sair da nossa zona de conforto, mesmo quando pensamos já termos tudo na vida. As descobertas podem ser transformadoras!

"Ela apanha sua bolsa e sai da sala a passos largos, sem se despedir nem me desejar boa sorte. Afundo em uma cadeira, tentando pensar em algo para me sentir grata por hoje."
(pág. 164)

Classificação:



7 comentários:

Luiza Maia disse...

Adorei ter conhecido o livro e a resenha também <33

Já ta na minha listinha de "vou ler" do skoob haha!


Beijos!
http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/2014/08/resenha-probabilidade-estatistica-do.html

Nathalia Simião disse...

Oi Vê, tudo bom?
To louca pra ler esse livro, parece ser uma história muito bonita com a qual a gente aprende algumas lições pra vida. Faz tempo que eu não leio um livro assim e to sentindo falta de ma história emocionante.

Nara Brasil do Amaral disse...

Não li nada da autora ainda, mas pelo carinho que você falou, esse livro me parece contar uma história super especial... Adoro esses desafios, que para ganhar determinada coisa, você tem que fazer outra antes, ainda mais quando vem com um peso nostálgico e sentimental tão grande, como é realizar todos os desejos listados em um papel de sua adolescência... Aposto que a mãe dela teve uma boa razão para fazer isso... É que nem o ditado diz, "mãe de verdade sempre sabe o que faz.".. Não duvido que Brett tera uma grande mudança em sua vida e para melhor, as vezes a pessoa pensa que tudo ta perfeito, mas quando dá uma boa olhadinha em sua volta ver que nem tudo tá tão bom assim...
Ahhh e realmente parece que as figuras na árvore já dão uma prévia do que vai acontecer com cada item da lista, adorei a capa, achei uma fofura!

Desbravadores de Livros disse...

Nunca li nada da autora, mas já conhecia a obra, Vê. Já li algumas resenhas do livro e confesso que fiquei curioso, apesar de não ser um livro do meu gênero favorito. Fiquei curioso quanto a lista e fato e gosto de personagens que vão crescendo durante a obra, como parece ser o caso da protagonista.

Aline Ramos Costa disse...

Ai minha nossa, eu me apaixonei por esse livro desde que vi a capa e a
premissa. Amei a sua resenha, porque vejo que tudo que imaginava sobre o livro acontece,e que ele é
melhor do que eu esperava.Pelo visto é um livro repleto de superação e que nos prenderá do início ao fim da leitura. .Estou louca pra ter a oportunidade de ler
esse livro.. PArabéns pela resenha, ficou ótima..bjs

Érika Rufo disse...

Sempre achei a capa desse livro linda, mas não sabia muito sobre a história. Agora, depois da sua resenha, fiquei encantada com ela! Deve ser uma história linda, bem emocionante. Realmente sair da nossa zona de conforto não é nada fácil e fiquei muito curiosa em saber o que há na lista de Brett e se ela vai conseguir realizar todos os itens.
Beijos!

Thabata Robles disse...

Nossa, nunca fiz uma lista assim... Não sou nem de seguir as resoluções de ano novo imagine algo desafiador como isso?! Acho que a mãe dela foi inteligente transformando a própria morte no despertar da fillha para a vida. Deu vontade de ler!