quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Retrospectiva 2014

2014 está acabando e chega a hora de olhar para o ano e rever tudo o que aconteceu. Com as leituras não é diferente, assim como com filmes e seriados também.
Alguns livros foram ótimos, outros nem tanto e ainda houve aqueles que simplesmente foram arrebatadores.
Tive a oportunidade de mediar eventos maravilhosos em parceria com a editora Arqueiro, participei de tantos outros para conhecer autores incríveis, lancei um conto em uma antologia e ainda fui para a Bienal pela segunda vez. 
Definitivamente posso dizer que meu ano foi muito literário e o investimento foi pesado, mas o que consegui foi um porre cultural sem precedentes. rs Com certeza me organizarei ainda mais em 2015 para que possa agarrar todas as oportunidades que aparecerem.
Campinas está atraindo cada vez mais eventos literários e as editoras estão se interessando em trazer autores mais conhecidos e badalados para cá. Claro que não vou poder ficar de fora. Só me resta torcer para que encontros especiais não se acumulem em um mesmo fim de semana ou, até, em um mesmo dia, fatos que enfrentei este ano, infelizmente.
Mas, afinal, quais foram os melhores livros de 2014? E o melhor filme? Série? E encontro/evento literário?
Confiram a seguir os escolhidos deste ano e que 2015 traga muito mais!


As 10 melhores leituras de 2014

10º lugar: Veneno

Apesar de a releitura de contos de fadas estar na moda, nada me preparou para o que encontraria em Veneno, primeiro livro da saga Encantadas. Uma história carregada de sensualidade e com distorções surpreendentes a respeito dos personagens que pensávamos conhecer tão bem.
O livro deixou-me bastante irritada com o desfecho e até hoje estou tentando reunir forças para encarar a continuação sem enlouquecer para que tudo acabe no felizes para sempre que estamos acostumados. É dureza. rs


9º lugar: A Extraordinária Viagem do Faquir que ficou preso num armário da IKEA

Uma enorme surpresa; apesar da capa minimalista, o título quilométrico e esquisito e uma sinopse que prometia uma história muito louca, foi simplesmente uma das leituras mais divertidas de 2014. Acompanhar o Faquir, cujo nome se pronunciava de uma forma diferente a cada momento, em sua grande aventura dentro do armário IKEA além de, o mais importante, a transformação que essa experiência causa nele são simplesmente fantásticos!
Acredito que seja uma leitura obrigatória, pois trata-se de um enredo muito inédito e que traz grandes lições de caráter.


8º lugar: Boneca de Ossos

Livro de estreia do selo #irado, aposta infanto-juvenil da editora Novo Conceito, Holly Black me pegou com uma trama sombria, até mesmo para crianças. Com um pano de fundo de terror, Boneca de Ossos esconde uma história triste e trágica, um passado obscuro que ronda uma estranha boneca de porcelana de ossos.
Com ilustrações entre as páginas, esse título foi ótimo começo, levando-me a prestar muito mais atenção nos próximos livros de Holly Black, como A Menina Mais Fria de Coldtown e Magisterium.


7º lugar: A Droga da Obediência

Acreditem ou não, A Droga da Obediência foi o primeiro livro do Pedro Bandeira que li. Eu tive a oportunidade de conhecê-lo aqui em Campinas e o mais legal foi voltar para casa com a coleção completa d'Os Karas e, ainda por cima, autografada com tanto carinho por ele!
Não demorou muito e eu já devorei o primeiro livro em apenas duas madrugadas. Uma história leve, aventureira e divertida que se passa nos tempos da escola, acompanhando uma turma descolada e muito esperta. Com certeza devorarei os demais livros em 2015! Me ganhou completamente.


6º lugar: Assassinato na Casa do Pastor

Primeiro livro da Agatha Christie lido e posso dizer que a escrita dela não só me apaixonou, como também sua astuta investigadora Miss Marple. Assassinato na Casa do Pastor foi apenas o primeiro título do que depois viria a tornar-se uma verdadeira febre para mim: encontrar, comprar e ler, exatamente na ordem de publicação os livros da rainha do crime, tarefa nada fácil e, por vezes, um pouco cara.
Mas preciso dizer que valeu muito à pena e, desde então, tenho reunido os livros para fazer uma verdadeira maratona de leitura. Pretendo terminar as histórias de Miss Marple primeiro, já que eu adorei demais essa velhinha incrível!


5º lugar: O Mundo pelos Olhos de Bob

Esta foi a primeira leitura de 2014 e posso dizer que comecei com pé direito. Ler um pouco mais sobre a história de Bob e James foi emocionante e inspirador. Adorei saber um pouco mais sobre como eles escreveram e publicaram o primeiro livro, mais as dificuldades que ainda tiveram de passar.
Uma história de superação, amizade e apoio que me ganhou com toda a certeza e que espero realmente ler muito mais em breve!


4º lugar: Desejo à Meia-Noite

Já estava muito animada com as leituras de romances de época, parte da preparação para o segundo evento que eu mediava, livros leves, divertidos e muito apaixonantes. Mas o grande diferencial de Lisa Kleypas foi ter abordado os ciganos em sua história. Esse povo muitas vezes marginalizado e misterioso deu um toque mais do que especial à trama e ainda deixou algumas questões em aberto para o próximo livro. As capas lindas, o gênero delicioso de ler e muitos mistérios e superstições fizeram desse livro um dos melhores que li.


3º lugar: O Duque e Eu

Comecei por ele a me introduzir no mundo dos romances de época e, talvez por isso mesmo, eu até agora o considere o melhor de todos. A escrita de Julia Quinn é leve, rápida de se devorar, e muito, muuuuuito engraçada.
O Duque e Eu foi apenas o início do que promete ser uma série maravilhosa sobre a família Bridgerton, uma família da qual eu desejaria fazer parte!
Adoro como as leituras são simples, sensuais e emocionantes. Embora todos os livros já tenham estampado na sinopse e no gênero que terão um final feliz, não importa como, é um alívio você saber que vai se divertir com um livro, passando por altos e baixos, mas com a promessa de que tudo terminará bem! Uma ótima recomendação se você estiver curioso pelo gênero!


2º lugar: A Espada de Shannara

Apesar de não ser muito fã de fantasias pelas narrativas longas, descritivas e entediantes, A Espada de Shannara veio para me provar o quanto estava errada. Narrativa longa e descritiva? Com certeza. Entediante? Nem um pouco.
Pode parecer um pouco maçante no começo, mas, uma vez que você pega o ritmo, sente-se parte da história e se apega aos personagens de tal forma que parece estar bem ao lado deles, quase tocando-os.
É apenas o primeiro livro, mas foi uma experiência e tanto, embora nem de longe tenha me preparado para o título arrebatador que viria a seguir...


1º lugar: A Filha do Sangue

Acho que não preciso dizer muito sobre este livro, afinal, me faltam palavras para expressar o quão intenso, espetacular e magnífico ele foi e o quanto me arrebatou. Terminei o primeiro livro de uma série completamente sem rumo. A começar pelo gênero, fantasia negra, o universo criado por Anne Bishop foi inédito e apaixonante. Com os três SaDiablo arrancando suspiros e com personagens tão intensos e sombrios, A Filha do Sangue elevou meu ano literário a um nível totalmente novo. As Trevas dominaram meu fascínio e, depois dele, jamais me recuperei.
Até hoje estremeço só de pensar no que me aguarda na continuação e, finalmente, no último livro da trilogia das Joias Negras. Será que meu coração vai aguentar? rsrs


Melhor filme: Frozen

Você pode pensar: "Ué, mas não foi o filme que você assistiu logo em Janeiro de 2014, dois dias após sua estreia? Como não assistiu nada melhor desde então?"
Pois é, gente. A verdade é que Frozen veio para arrasar, com tantas novidades e novas perspectivas para uma animação Disney que simplesmente não houve nada que se equiparasse a ele. Me apaixonei pelos personagens, me surpreendi com uma resolução maravilhosa e emocionante que nem de longe esperava e, claro, passei a cantar as músicas sem parar, principalmente a do queridinho e fofucho Olaf. Tem como não amar uma história tão linda como essa?


Melhor seriado: The Musketeers


Nada como a adaptação de um bom clássico para deixar as coisas mais interessantes. Ainda mais se essa adaptação for feita pela BBC. Com muitas cenas de ação, intrigas e um toque de época incrível, The Musketeers é a adaptação do romance de Alexandre Dumas e que me fez querer novamente ler os clássicos desse autor que também assina O Conde de Monte Cristo, cuja adaptação cinematográfica, embora dita completamente distinta, é uma das minhas favoritas.
Atores belos com atuações impecáveis dão um toque todo especial à trama e o sentimento de camaradagem é notável, o que deixa tudo ainda mais divertido. Com certeza ficarei de olho, aguardando ansiosamente pela 2ª temporada!


E é isso aí, pessoal, espero que tenham gostado das minhas escolhas e, caso tenham ficado em dúvida sobre qual ler primeiro, não deixe de conferir as resenhas!
2015 vem aí e eu espero que seja recheado de leituras maravilhosas, filmes incríveis e séries apaixonantes, não só para mim, como também para todos vocês! Espero vê-los por aqui nesse novo ano para acompanhar ainda mais novidades do blog que, sem vocês, não teria chegado aonde está atualmente!
Muito obrigada e um ótimo ano de 2015, repleto de conquistas, paz, saúde e muito sucesso para todos nós!

Até o ano que vem! ;)

Feliz Ano Novo!!



2 comentários:

Desbravadores de Livros disse...

Olá, Vê. Tudo bem?
Adorei o seu top 10, mas ainda não li nenhum dos livros =/
Deles, o que mais quero ler é A Espada de Shannara.

Quanto à série, eu não sabia de sua existência. Vou correr para assistir. Já li o livro e adorei!

Taynara Freitas disse...

Olá Vê, se eu te contar que estou louca para ler a maioria desses livros, você não acreditaria. Quero muito ler O Duque e Eu, livro que está na minha meta de leiyura para 2015. Frozen, também não cai pra mim. Foi o melhor filme de animação que já assisti acompanhando Spirit - O Corcel Indomável, o enredo foi magnífico, o musical maravilhoso e o roteiro uma graça.
Amei seu post, parabéns! Essa retrospectiva está de mais!
Beijos,
Taynara Freitas
http://blogeternoencanto.blogspot.com.br/