domingo, 24 de maio de 2015

Nota de Cancelamento e Novos Termos & Condições


É com grande pesar que hoje venho anunciar publicamente o cancelamento de duas parcerias com editoras.
Normalmente não gosto de ressaltar quando isso acontece, até mesmo porque existem inúmeros motivos pelos quais o blog pode não ser aprovado para renovar a parceria com uma editora e isso não precisa ser motivo de alarde.
Por outro lado, quando a editora se comporta de maneira desrespeitosa e infiel ao que se propôs perante o blog ao selecioná-lo como seu parceiro, acredito que este seja um momento ímpar no qual o blogueiro deve se manifestar e, mais importante do que isso, anunciar para que outros blogs e pessoas não venham a se sentir prejudicados posteriormente.

Portanto, hoje venho dizer que o Only The Strong Survive está encerrando suas parcerias com as editoras Madras Teen e Madras Hot. Por falta de organização e transparência das editoras (selos de uma mesma empresa), o blog ficou sem qualquer resposta desde que anunciou as parcerias em postagens separadas, dando o devido destaque à cada uma.
A princípio, ficou acordado que todos os blogs selecionados receberiam exemplares para resenha, o que se arrastou por meses, sem que qualquer posicionamento fosse dado. Enquanto alguns blogs puderam escolher os títulos que resenhariam, o Only The Strong Survive sequer teve essa possibilidade.
Posteriormente, acompanhando as redes sociais, ficou esclarecido que o problema estava com os Correios e, sendo assim, deveríamos entrar em contato informando nossos CEPs para averiguação do paradeiro dos livros enviados. Como não havia sequer obtido resposta a respeito das postagens de anúncio das parcerias, me abstive de enviar o e-mail e apenas aguardei qualquer contato que fosse da editora.

Na última sexta-feira (22/05), no Facebook, foi feito outro anúncio, provavelmente o mais confuso, vago e obscuro de todos, onde uma lista de blogs aparecia como de pré-selecionados para recebimento dos livros para resenha. E quanto aos outros que haviam sido selecionados? O que seriam deles? A parceria ainda estava de pé? Havíamos feito a divulgação para nada?

Não digo tudo isso interessada apenas em receber os livros prometidos para resenha, longe disso. O que realmente não me conformo é com a falta de comunicação entre editoras e parceiros e esclarecimentos sobre o que estava acontecendo. Se os blogs receberiam os títulos mediante rodízio, a cada determinado período de tempo ou se todos receberiam de uma vez, nada disso ficou claro. Muito pelo contrário, a editora só se fez enrolar cada vez mais. Primeiro, todos os blogs receberiam livros; depois, apenas alguns deles; finalmente, apenas os pré-selecionados.

Senti-me por fora de toda a logística da editora que pareceu-me dar o passo maior do que a perna e, pior de tudo, preferindo fazer um anúncio público sobre sua incompetência e jogando a culpa e uma funcionária, do que vir diretamente aos blogs parceiros, por e-mail, explicar o que estava acontecendo. Até hoje, não recebi qualquer resposta ao meu e-mail. Eu cedi espaço aqui no blog para divulgá-los, divulgar os títulos que viriam e acreditei no apoio a dois selos que estavam começando agora no mercado. Todo o meu apoio, agora, pareceu marketing gratuito. A editora teve todos os holofotes voltados para ela quando vários blogs passaram a anunciar as parcerias pela blogosfera, divulgar lançamentos e alguns chegaram até a resenhar seus títulos. Tudo para que sequer se prestasse a responder aos e-mails e dúvidas dos blogueiros.

São esses tipos de atitudes que sempre me fazem pensar seriamente na maneira como o blog abre seu espaço para divulgações sem esperar nada em troca. O blog é um hobby e, por hobby, já se entende que faço isso por prazer. Para fazê-lo, dedico parte do meu tempo, parte do meu dia, para pensar em postagens, ler livros, procurar conteúdos diferentes e sempre mantê-lo atualizado. E faço isso recebendo livros em troca. Não ganho dinheiro. Quem dera pudesse largar todo o resto e ficar só com o blog. Mas essa não é a questão.

A questão é que as pessoas acabam vendo o blog como um espaço gratuito de divulgação. E ele acaba sendo mesmo. Por muitos anos eu abri as portas do Only The Strong Survive para autores iniciantes (ou não), editoras e outros blogs, tudo com o maior carinho e desejo de sucesso para todos eles. O problema é que todos começaram a querer seu espaço aqui sem dar nada em troca. Ora, essa blogueira fará uma postagem sobre o meu produto, sobre o qual ela nem sabe, mas vai trazer as pessoas a conhecê-lo. Percebem como não faz sentido?

Se você indica uma coisa, o mínimo que se espera é que você já tenha experimentado essa coisa e possa emitir um juízo a respeito dela. E isso, por muito tempo, não passou pela minha cabeça. Mas nos últimos meses, tenho pensado cada vez com mais afinco no absurdo disso. Como posso indicar aos meus leitores algo que eu sequer li ainda? Como posso vir aqui apresentar uma obra que só conheço pela sinopse?

Com a situação hoje das editoras, resolvi não adiar mais e, não só cancelo estas duas parcerias, como também aproveito para colocar em vigor os novos Termos e Condições do blog que há algum tempo esperava para colocar em prática. Peço que todos vocês leiam, independentemente de serem leitores, autores ou blogueiros parceiros. Esse documento contém regras importantes sobre como as coisas funcionarão daqui para frente. Parece um pouco sério e exagerado demais, mas chegamos a um ponto em que algumas questões precisam funcionar de maneira diferente, para que eu possa dar conta do blog da forma como ele merece e para que eu traga sempre a vocês, leitores, o melhor conteúdo, recheado de opiniões e indicações sinceras.

Então, fecho esse post em parte decepcionada que as coisas tenham chegado a este ponto de um blogueiro precisar romper a parceria com a editora por falta de compromisso e organização desta, mas em parte feliz por saber que o blog estará com tudo determinado e organizado para receber seus leitores e melhorar cada vez mais seu conteúdo. Espero, realmente, que nenhum outro blog ou autor se sinta prejudicado por qualquer editora que seja.


8 comentários:

Natasha Romaszkiewicz disse...

"A questão é que as pessoas acabam vendo o blog como um espaço gratuito de divulgação. E ele acaba sendo mesmo. Ora, essa blogueira fará uma postagem sobre o meu produto, sobre o qual ela nem sabe, mas vai trazer as pessoas a conhecê-lo. Percebem como não faz sentido?

Se você indica uma coisa, o mínimo que se espera é que você já tenha experimentado essa coisa e possa emitir um juízo a respeito dela. E isso, por muito tempo, não passou pela minha cabeça. Mas nos últimos meses, tenho pensado cada vez com mais afinco no absurdo disso. Como posso indicar aos meus leitores algo que eu sequer li ainda? Como posso vir aqui apresentar uma obra que só conheço pela sinopse?"



Nossa, Vê, é incrível o tanto de gente que pensa assim, né? Eu concordo plenamente com você no quão absurdo (e até mesmo errado!) é indicar algo que você não conhece! Seja um livro, um produto, uma comida, qualquer coisa! As pessoas leem blogs justamente para ter uma opinião pessoal sobre tal assunto e se não temos como dar a nossa opinião verdadeira sobre tal coisa, não faz sentido publicar, né! Você está certíssima na sua decisão e no alerta para os outros blogueiros!

Desbravadores de Livros disse...

Olá, Vê.
Essa questão de parcerias estão se tornando cada vez mais complicadas, infelizmente. Tem editor que vê o blog apenas como um outdoor, pior ainda quando acontece atitudes tão lamentáveis como essa. É simplesmente intolerável. Acredito que você tomou a decisão certo.
Que as editoras nos tratem com mais respeito!
O bom é que ainda existem editoras maravilhosas no mercado e que o trato com o blogueiro é primoroso.

Nathalia Simião disse...

Oi Vê. Eu acompanhei essa palhaçada toda da editora com os blogs pq muitas amigas eram parceiras, e nossa, não tenho palavras pra isso! Foi um total descaso da editora, uma posição muito, muito feia mesmo. Devem achar que blogueiro é idiota. Acho que você esta certa em cancelar depois de tudo isso e ficar mais atentar com parcerias.

Liih disse...

Caramba realmente elas vacilaram e feio. Sei que nunca esperamos que isso aconteça, mas é bom sempre estar preparados, visto sempre existem aqueles que agem de má fé. Mas né, você esta certíssima. Pelo que se pode perceber, essa editora não merece seu tempo e trabalho dedicado a ela.

nathalia silva disse...

Essa questão é um pouco delicada e só digo uma coisa: a pior coisa da história foi o modo como as situações se desenrolaram sem nenhuma explicação VERDADEIRA por parte de quem estava responsavel pelo marketing da editora. Infelizmente, meio que acabou prejudicando a imagem da editora que já tem tantos anos de mercado...

alice aguiar disse...

cara eu vi a treta que deu isso no facebook da editora, e achei mt complicado sabe.
eles citando pessoas no facebook e o dono ainda veio no perfil do facebook da minha amiga tentando coagir ela falando q ela tava falando mal da editora. a gente teve q colocar ele no lugar dele!

suzana cariri disse...

Oi!
Muito chato quando esse tipo de coisa acontece, você faz um acordo e acaba que a outra parte não cumpre ouvi muitos comentários sobre a editora nas redes sociais e acabou que eles não deram nenhum explicação, vocês estão certo em cancelar!!!

Fran Ferreira disse...

Nossa Vê, que situação chata; imagino sua decepção e tristeza em acreditar numa parceria e descobrir que eles nem se importam em lhe dar uma satisfação. Eu nunca tinha ouvido falar dessa editora, se já li algo deles não sei, pois não presto muita atenção nisso. Agora, saiba que estou com você, fiquei sem pc por 1 ano, e agora que voltei estarei sempre.
BJsss