domingo, 24 de maio de 2015

#Resenha: Meu Hamster é um Astronauta - Dave Lowe

Meu Hamster é um Astronauta (Cheiroso & Ben Travesso #02)
Autor: Dave Lowe
Editora: Valentina
Número de páginas: 140

"Depois de se meterem numa gigantesca confusão em Meu Hamster É Um Gênio, a dupla mais divertida do pedaço está de volta à ação. Contando com a inteligência (muita) e a coragem (pouca) de seu genial (e genioso) hamster falante, Ben está disposto a encarar o maior e mais arriscado desafio de sua vida: utilizando duas latas de ervilha, ele quer fazer um foguete e vencer o imbátivel Eduardo Bafo de Ovo. O problema é que Ben mal consegue fazer um sanduíche! As aventuras e desafios que farão de Cheiroso & Ben Travesso uma dupla inesquecível foram criadas também para ensinar que aprender é a experiência mais legal de todas e que sem ciência o homem não irá muito longe na jornada da vida!"

Compre: Saraiva | Submarino

Resenha anterior:

Depois de muito esperar pela continuação e ter me divertido muito com o primeiro livro, onde conhecemos Ben Travesso e seu hamster super inteligente, falante e convencido, Cheiroso, era de se esperar que Meu Hamster é um Astronauta trouxesse mais aventuras, trapalhadas e diversão dessa dupla tão improvável.
Mas, embora a história, novamente, seja diferente do que podemos estar acostumados, para mim, talvez a demora no lançamento aqui no Brasil ou minhas altas expectativas, fizeram com que a leitura não fosse aquela coisa toda.

"Bufei. Às vezes, era muito legal ter um pequeno gênio peludo morando comigo. Mas, outras vezes, eu achava que seria muito melhor ter um peixinho-dourado, um papagaio até, ou, pelo menos, um hamster que não fosse tão genioso." 
(pág. 12)

Claro que Ben e Cheiroso, mais uma vez, terão de contar um com o outro se quiserem vencer, mas isso não significa que será fácil ou menos tumultuado, afinal de contas, estamos falando de um hamster que é um gênio!
E foi justamente a personalidade de Cheiroso que me irritou um pouco durante a leitura. Tudo bem que trata-se de um bichinho muito inteligente, mas talvez sua esperteza tenha sido superestimada, deixando os humanos ao seu redor como perfeitos idiotas. A petulância do pequeno hamster ficou um pouco repetitiva e a diversão resumiu-se ao projeto de ciências que ele estava disposto a ajudar Ben a desenvolver para ganhar destaque que seu concorrente, Eduardo Bafo de Ovo, sempre insistia em roubar dele.

"Eu é que não via lá muita graça. Nem ele, quando o chamavam de 'Bafo de Ovo'. É sempre assim, os garotos que adoram colocar apelidos detestam que coloquem neles." 
(pág. 71)

E é assim que Ben e Cheiroso acabam tendo uma ideia mirabolante que, é claro, faz sobrar todo o trabalho intelectual para o hamster realizar, com muito louvor, diga-se de passagem. Mas será que a ideia de Cheiroso vai dar realmente certo? Ou Ben será objeto de gozação do desprezível Eduardo? Como um hamster poderá ajudá-lo a tornar-se um sucesso na feira de ciências da escola e o novo "cara" da sua turma?
Tudo em nome da ciência, é claro.

"Ele estava meio gorducho para os modelitos da Barbie, mas as roupas do Pequeno Pônei ficavam perfeitas." 
(pág. 56)

Em geral, Meu Hamster é um Astronauta foi uma ótima leitura de passatempo, embora eu esperasse muito mais diversão e risadas, como dei na primeira vez em que li o primeiro livro. Talvez tenham sido as altas expectativas ou a demora no lançamento, apesar disso, sem dúvida estou ansiosa por mais aventuras de Ben e Cheiroso, esperando me divertir mais nessa história sem maiores pretensões. Indicada principalmente para crianças, mas reforço que pode ser aproveitada por pessoas de todas as idades, a parceria de Ben e Cheiroso promete sempre muitas ideias geniais, aventuras e confusões.
A edição, novamente, está caprichada, mas confesso que senti falta de algum detalhe no próprio livro, como era o caso da mordida que havia na parte superior do primeiro volume. Com certeza era um charme a mais, que chamava a atenção! As ilustrações são divertidíssimas e a narrativa é leve e devorada em poucas horas. Só posso torcer para que a editora Valentina não se demore a publicar os próximos livros!


Nota:


7 comentários:

Desbravadores de Livros disse...

Olá, Vê.
Esse livro me interessou. Algumas vezes precisamos daquela leitura mais levinha para relaxar, sabe? Quando você lê simplesmente para esvaziar a mente... Esse livro parece cumprir o objetivo. Fiquei interessando, sem dúvidas!

Liih disse...

Sinceramente pelo que escrevestes e pela sua pontuação do livro, acho que não é bom. E não sendo bom não me interesso. Eu já não curto muito animais, ai ainda querem colocá-los como "superiores" aos humanos... Pra mim não dá.

nathalia silva disse...

Dica anotada para quando for na saraiva, talvez possa vir a comprar não para mim, mais para minha sobrinha. Quero comprar o primeiro livro e ler pra ela. :))) Enfim, é uma pena que você tenha sentido falta de algo e que suas expectativas não deixaram você gostar tanto como foi com o primeiro livro.

beijos
http://ventoliterario.blogspot.com.br

alice aguiar disse...

Tipo é aquele livro pra ler mas não é lá essas maravilhas né.
tipo não me interessei muito, mas parece ser legalzinho na medida do possível.
sem contar que eu não sou mt fã de livros de animais,por isso n leria sabe!

suzana cariri disse...

Oi!
Ainda não conhecia a historia mas parece um livro legal e leve de se ler, isso também acontece comigo sempre que crio muita expectativa sobre um livro acabo me decepcionando muito raro não acontecer !!

nathalia silva disse...

Achei a história do livro super fofinha e me parece ser um bom livro de entretenimento. Só acho uma pena você não ter gostado tantoooo como foi com o primeiro livro, que pelo que vejo é maravilhoso, gerador de boas risadas. kkkk


Beijo

Fran Ferreira disse...

Vê, me parece bem legal; adoro histórias infanto-juvenis e infantis, ela me fazem dsestressar, não recordo nada sobre esse livro. Gostei bastante, aliás você sabe me informar quantos livros são no total??????
BJsss