quarta-feira, 12 de agosto de 2015

#Indicação - Filme: Thor - Mundo Sombrio



Thor: O Mundo Sombrio (Thor: The Dark World) - 2013

Enquanto Thor (Chris Hemsworth) liderava as últimas batalhas para conquistar a paz entre os Nove Reinos, o maldito elfo negro Malekith (Christopher Eccleston) acordava de um longo sono, sedento de vingança e louco para levar todos para a escuridão eterna. Alertado do perigo por Odin (Anthony Hopkins), o herói precisa contar com a ajuda dos companheiros Volstagg (Ray Stevenson), Sif (Jaimie Alexander), entre outros, e até de seu irmão, o traiçoeiro Loki (Tom Hiddleston), em um plano audacioso para salvar o universo do grande mal. Mas os caminhos de Thor e da amada Jane Foster (Natalie Portman) se cruzam novamente e, dessa vez, a vida dela está realmente em perigo.


Indicações anteriores:

Geralmente, pessoas muito fãs de quadrinhos e super heróis tendem a criticar os filmes do Thor, principalmente o primeiro. Eu, como mera leiga, assumo que gostei, e muito, do primeiro filme e me divirto até hoje quando o vejo passando na TV. Podem me culpar. rs
Mas, Thor: O Mundo Sombrio foi um pouquinho diferente na minha percepção. Notavelmente um filme de atmosfera mais sombria, diferente do ensolarado vilarejo em que se passa o primeiro capítulo da história do deus nórdico, estamos em locais bem diferentes agora e numa sequência direta de Os Vingadores.

O professor Erik Selvig está um pouco desnorteado depois de ter sido dominado por Loki. Jane está tentando levar uma vida normal, mesmo sentindo a ausência de Thor e Darcy tenta ajudá-la como pode. Entretanto, ela acidentalmente descobre um prédio abandonado com um estranho comportamento, como se houvessem vários portais interdimensionais nele. Sem querer, ela acaba adentrando um desses portais e vai parar em um mundo completamente diferente, onde uma substância atrai sua curiosidade.

Enquanto isso, Thor está lutando ao lado de seus amigos para retomar a paz entre os nove reinos, Loki está sob custódia em Asgard e mais irônico do que nunca, mas, quando Jane some por horas e Heimdall falha em localizá-la, ele é tragado para a Terra para checar o que aconteceu.
Não demora a perceber que fenômenos estranhos cercam Jane desde que ela retornou do portal e, em perigo, Thor decide levá-la consigo para Asgard, afim de descobrir uma maneira de curá-la. Na Terra, Darcy resgata Erik do hospital psiquiátrico e ele tem uma teoria que colocará todos em risco.

A história toda pode parecer muita informação, mas todos os acontecimentos estão interligados aos filmes passados, então uma dica que dou é: veja na ordem. Principalmente se você não acompanhar os quadrinhos, como eu, e seguir apenas as adaptações cinematográficas. Se bem que eu confesso que nem todos os filmes me agradam, mas são suficientes para que você não confunda o Gavião Arqueiro com o Falcão, por exemplo.

O cenário de Thor: Mundo Sombrio não é só sombrio porque está no título, mas toda a atmosfera de catástrofe iminente está muito além do poder e ganância destruidores de Loki que, aliás, roubou toda a atenção deste filme, na minha opinião. Tudo é muito mais do mesmo: a Terra correndo perigo, Thor aparecendo para salvar sua bela donzela Jane, a pesquisadora metida em confusão; até que Loki é convidado/intimado/ameaçado a ajudar nessa empreitada.
Talvez pensem que, com um novo vilão como Malekith, Loki ficaria apagado ou, no mínimo, como um vilão amansado e sem graça. Mas é ele que dá toda a graça para o filme, com tiradas provocantes e muito divertidas. Eu ouso dizer que, se fosse para assistir Thor: Mundo Sombrio novamente, ele só fica interessante a partir do momento em que o Loki faz sua participação.

Toda a situação fica mais delicada quando uma enorme perda ocorre e o tempo está se esgotando antes que a tênue linha de espaço que separa os reinos praticamente inexista por alguns momentos. É justamente nessa hora em que Malekith deseja implementar sua destruição e extinção do universo como o conhecemos. Plano muito ambicioso? Esperem até ver o que ele tem em mãos para pensar tão grande assim.

Apesar de ter achado o começo do filme bem chato e sem trazer nenhuma situação verdadeiramente inédita, a diversão começou a aparecer nos momentos em que Loki participou. Porque é impossível odiá-lo sem amá-lo primeiro. E eu fiquei ainda mais impressionada com esse personagem que, para mim, roubou completamente a cena no filme.
Não sei ao certo se classifico Thor: Mundo Sombrio como do time das continuações que decaíram ou no das que melhoraram consideravelmente. Por conta disso, digo que o filme é extremamente bem feito, com o retorno de atores que, cada vez mais, integrarão esse universo dos super heróis, e que, com toda a certeza, vale a chance e o divertimento. Mas não se surpreenda se precisar desesperadamente de um motivo para continuar assistindo o filme logo no começo. Persista e você se surpreenderá!


Nota:



8 comentários:

Desbravadores de Livros disse...

Olá, Vê.
Já assisti ao filme e concordo contigo: ainda falta algo.
O filme só ficou bom mesmo porque o Loki consegue tomar as rédeas do filme. Para mim ele foi o cara nessa adaptação.
Claro, outro motivo pelo qual vale assistir ao filme é porque ele faz parte do universo interligado da Marvel.

ludmila cabral disse...

oush eu so vi pontos positivos nesse filme! acho que tipo qnd eu gosto de alguma coisa eu nao consigo ver defeito! ihsuhasu acho que isso atrapalha um pouco

tonsdeleitura.blogspot.com

RUDYNALVA SOARES disse...

Vê!
Sou bem fã dos filmes da Marvel e não critico Thor, muito pelo contrário, amo.
Já assisti os dois e gostei mito, não costumo ficar olhando os defeitos, a não ser que sejam erros gritantes, mas não é o caso aqui.

Desejo uma ótima
semana, cheia de luz e paz!

“A alegria evita mil
males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)

cheirinhos

Rudy

http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Participem do nosso Top Comentarista!

Rebecca Martins disse...

Oi Vê!
Acho que estou tão indecisa quanto você em relação a se decaiu ou se foi bom, porque acho que dentre todos os filmes da Marvel ele é o mais fraquinho..
E ai Mds, o Loki sempre tem que chegar pra ''divertir'' as coisas né? Ele entrando o filme fica mais legal e você começa a gostar do filme.
Acho que vou ver o filme novamente e ter uma opinião melhor (ou pior kk) sobre ele.
Beijos!!
mlugarparaleresonhar.blogspot.com

nathalia silva disse...

Eu não vi esse filme vê e nem tenho curiosidade. Acho que eu não conseguiria terminar ele até o final, ainda mais que o inicio foi bem chato né? Kkkk Eu não gosto muito de assistir filmes de ação essa é que é a verdade. Mesmo assim, valeu pela dica.

bjus

Ycaro Brito disse...

Já assistti Thor - Mundo Sombrio, e me apaixonei pelo filme, assim como sou apaixonado por todos os outros divulgados pela Marvel e DC Comics. Enfim, só não assisti o 2, mas o 1 é divino.

mirian kelly disse...

Não curto filmes assim, até porque não assisti aos anteriores. Mais mu pai já o assistiu e não gostou, ele até que curte muito os generos.

Vitor Lacerda Siqueira disse...

Eu amo os filmes da Marvel, mas não vi esse filme ainda. Eu não sei o por quê! Acabei me esquecendo, verei hoje ainda. Assim poderei ver o que eu acho do filme.
Abraço!
Vitor Lacerda