domingo, 6 de dezembro de 2015

Indo mais a fundo... #33


Para tirar um pouco o pó desta seção, resolvi começar com uma pequena lista de adaptações cinematográficas, inspiradas em livros, games e, até mesmo, HQs para mostrar um pouquinho mais sobre o mundo pós-apocalíptico que estivemos presenciando invadir os enredos de muitas histórias.
Lembrando, antes de mais nada, que não serão comparações entre obras e adaptações, mas indicações de opções para quem está à procura de um filme de cenário pós-Armageddon.
Confiram:

Top 5 - Adaptações com cenários pós-apocalípticos causados por doenças.

Resident Evil (video-game)

"Alguma coisa terrível está oculta na “Colméia”, um enorme laboratório subterrâneo utilizado para pesquisa genética que é controlado pela Umbrella, uma dos maiores conglomerados do mundo. Lá há uma epidemia do T-Vírus, uma arma biológica de grande poder que acaba matando todos os cientistas que lá trabalhavam. Na verdade se eles tivessem sido mortos realmente teria sido ótimo, mas todos são transformados em zumbis, que sentem uma fome incontrolável e transformam todas as suas vítimas em outros zumbis. Quando isto acontece Alice (Milla Jovovich), que não sabe bem quem ela é, e Rain Ocampo (Michelle Rodriguez) se integram a um comando que entra na “Colméia” para entender e tentar controlar a situação. Porém isto tem de ser feito muito rápido, pois em três horas a “Rainha Vermelha”, o supercomputador que controla o local, o selará para sempre e quem estiver lá dentro estará fatalmente condenado a se tornar um zumbi."

Talvez o mais conhecido de todos, a franquia Resident Evil trata de uma corporação poderosa, a Umbrella Corporation, que trabalha no protótipo de uma arma biológica, o T-vírus. Quando o vírus é levado de seus laboratórios secretos, toda a humanidade é exposta a esse risco, a começar com os próprios funcionários que de nada sabiam do que acontecia dentro do próprio estabelecimento da empresa.
Sem saber da real situação, uma equipe é enviada à Colmeia, o principal escritório subterrâneo da Umbrella, e depara-se com os antigos funcionários em condições de mortos-vivos. Presos a esse labirinto, eles precisam retornar à superfície, de preferência, vivos.
Conforme a sequência de filmes prossegue, novas informações sobre a Umbrella e a própria Alice, a protagonista, são reveladas e o apocalipse zumbi parece muito mais distante de um fim.


Meu Namorado é um Zumbi (livro)

"Em um cenário pós-apocalíptico,  o zumbi R (Nicholas Hoult) passa por uma crise existencial e criando laços de amizade com uma humana chamada Julie (Teresa Palmer), uma de suas vítimas por quem acaba se interessando amorosamente. O problema é que este relacionamento acaba causando uma reação em cadeia em outros mortos-vivos, mas o general Grigio (John Malkovich) não está interessado neste tipo de mudança e sim no total extermínio da ameaça zumbi."

Contada pela perspectiva do zumbi R, Meu Namorado é um Zumbi traz uma proposta, a meu ver, de reflexão. Não se trata apenas do mundo como conhecíamos ter sido tomado pelos zumbis e os sobreviventes estarem restritos a viverem atrás de muros. Surpreendentemente, nós acompanhamos a transformação reversa de R, sua evolução ao longo do filme que, já dá para sacar desde o começo, tem um zumbi espertinho demais para o próprio bem. A maneira como essa mudança se dá é que propõe a reflexão acerca do caminho que a humanidade está tomando e no que isso poderia significar de maneira figurada, mas bem sacada.


Padre (HQ sul-coreana)

"Há séculos humanos e vampiros estão em guerra, o que fez com que o planeta fosse devastado. Padre (Paul Bettany) é um guerreiro lendário que participou da guerra com os vampiros. Hoje ele vive na obscuridade, numa das cidades controladas pela igreja. Ele volta à ativa quando Lucy Pace (Lily Collins) é sequestrada por um grupo de vampiros liderados por Black Hat (Karl Urban). Ao lado do xerife Hicks (Cam Gigandet) e de Priestess (Maggie Q), uma integrante da legião de matadores de vampiros, Padre parte para resgatá-la."

Aqui não estamos falando exatamente de zumbis, massssss, Padre traz esse cenário pós-apocalíptico após uma guerra entre humanos e vampiros. E, de alguma forma, essas criaturas não são em nada sexies ou atraentes, mas monstros estranhos, quase como se fossem vítimas de uma verdadeira doença.


Eu sou a Lenda (livro)

"Um terrível vírus incurável, criado pelo homem, dizimou a população de Nova York. Robert Neville (Will Smith) é um cientista brilhante que, sem saber como, tornou-se imune ao vírus. Há 3 anos ele percorre a cidade enviando mensagens de rádio, na esperança de encontrar algum sobrevivente. Robert é sempre acompanhado por vítimas mutantes do vírus, que aguardam o momento certo para atacá-lo. Paralelamente ele realiza testes com seu próprio sangue, buscando encontrar um meio de reverter os efeitos do vírus"

Alguns podem se lembrar um pouco do ambiente da primeira indicação, mas Eu Sou a Lenda acompanha um único homem em sua empreitada pela sobrevivência, estando cercados de monstros/zumbis que são fotossensíveis e, portanto, só saem à noite. Mais uma vez, a questão central do filme está na busca de Robert (Will Smith) pela cura o que culminará em um final que, na minha opinião, precisava ter sido diferente (e por isso que eu preferi muito mais o final alternativo disponível no DVD rs).


Guerra Mundial Z (quase baseado no livro)

"Uma terrível e misteriosa doença se espalha pelo mundo, transformando as pessoas em uma espécie de zumbis. A velocidade do contágio é impressionante e logo o Governo americano recruta um ex-investigador da ONU (Organização das Nações Unidas) para investigar o que pode estar acontecendo e assim salvar a humanidade, tendo em vista que as previsões são as mais catastróficas possíveis. Gerry Lane (Brad Pitt) tinha optado por dedicar mais tempo a sua esposa Karen (Mireille Enos) e as filhas, mas seu amor a pátria e o desejo de salvar sua família acabam contribuindo para que ele tope a missão. Agora, ele precisa percorrer o caminho inverso da contaminação para tentar entender as causas ou, ao menos, indentificar uma maneira de conter o contágio até que se descubra uma cura antes do  apocalipse. Começa uma verdadeira corrida contra o tempo, que mostra-se cada vez mais curto, na medida que a população de humanos não para de diminuir."

Talvez esta não seja exatamente uma adaptação literária, mas de uma coisa sei: acho que nunca vi zumbis correndo tão rápido quanto nesse filme. Eles parecem atletas velocistas, uma coisa assustadora. Novamente tocamos no assunto de uma doença desconhecida e a corrida contra o tempo para encontrar sua cura. O grande diferencial deste filme, em relação aos outros, é o que o mundo ainda não acabou. O fim vai chegando no transcorrer das cenas e o caos e destruição são simultâneos. Não se trata de um mundo destruído e desertificado, com os sobreviventes acuados, mas de toda a agitação da fuga e da luta pela sobrevivência.


E vocês? Algum filme que tenha sido adaptação e se passe em um ambiente pós-apocalíptico que não figurou nessa lista? Não deixem de comentar! Inclusive, podem sugerir novos tópicos para as próximas postagens. Ideias são mais do que bem vindas! :D

6 comentários:

rudynalvacorreiasoares disse...

Vê!
Assisti todos os filmes, porém não li os livros ainda e gostaria muito.
No momento não me lembro de nenhum para indicar.

“Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os
nossos méritos.” (Albert Einstein)

cheirinhos

Rudy

http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6
livros e 3 ganhadores!

Ycaro Brito disse...

Este é um tema muito abordado atualmente, logo gostei bastante de receber mais dias sobre, Conhecia Resident Evil, Eu Sou a Lenda e Guerra Mundial Z, gosto dos dois últimos. Uma grata surpresa foi Meu Namorado é Um Zumbi. Enquanto Padre não me interessou.
Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

Jéssica Maria disse...

Desta lista o único que ainda não vi ,foi "Padre" ,parece bem legal.
Quanto ao outros já vi .Tmb já li Eu Sou A Lenda " e é muito bom ,apesar de ser diferente do filme .
Adorei o post .

JessicaLisboa disse...

Gostei do post, infelizmente não assisti nenhum dos filme citados

Ycaro Brito disse...

Não gostei da premissa passada pelo filme Padre. Quero assistir Eu Sou a Lenda e Guerra Mundial Z, parecem ótimos livros e filmes. Meu Namorado é um Zumbi é bem legal também.

suzana cariri disse...

Oi!
Muito legal o post de todos só conheço o filme Meu Namorado é um Zumbi e Guerra Mundial Z, pois não é um tema que gosto muito mais quero ler algo sobre esses cenários que parecem bem interessantes !!