domingo, 21 de agosto de 2016

#Resenha: Diário de um Banana: Rodrick é o Cara - Jeff Kinney

Diário de um Banana: Rodrick é o Cara (Diário de um Banana #02) (Diary of a Wimpy Kid #02 - Rodick Rules)
Autor: Jeff Kinney
Editora: V&R
Número de páginas: 218

"Faça o que quiser, só não pergunte a Greg Heffley como foram suas férias de verão, porque ele realmente não quer falar sobre isso. De volta às aulas, Greg está ansioso para enterrar de vez os últimos três meses... e um acontecimento em particular.
Mas seu irmão mais velho, Rodrick, não vai deixar que as coisas caiam no esquecimento assim tão fácil. Ele é testemunha de um "pequeno" incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas sabe como são os segredos, né? Logo, logo estão na boca do povo, especialmente quando há um diário envolvido na confusão."


Compre: Saraiva | Submarino

Resenhas anteriores:

Diário de um Banana é aquela série de livros que faz com que as crianças leiam e, ao mesmo tempo, se divirtam, principalmente com o texto em forma de diário, a narrativa descontraída e fácil de ler, além dos desenhos palitinhos que acompanham as páginas.
Bom, quando eu era criança, esses livros ainda não existiam, o que certamente não me impede de voltar um pouquinho a ser criança e virar fã dessa série.
Neste segundo volume, Greg teve bastante azar nas suas férias de verão ao ser obrigado a frequentar a piscina pública junto com sua família estranha. Mas nada disso impede que outras confusões acabem por aproximar Greg de seu irmão mais velho, Rocrick, por mais impossível e improvável que isso pareça.
Em alguns momentos, a leitura pode parecer um tanto boba, principalmente se você for mais velho. Confesso que às vezes eu cheguei a questionar a capacidade intelectual de Greg. Tentei manter em mente o tempo todo de que se trata de um livro para um público bem mais jovem e talvez as crianças não achem isso tolo. Mesmo assim, penso que o autor poderia ter colocado sacadas um pouco mais espertas, embora o próprio Greg não seja um modelo disso.

Clique para ampliar.
Como filho do meio, ele é um personagem que quase cai no esquecimento da família. Parece que os pais simplesmente deixaram de se preocupar e exigir de Rodrick e protegem o caçula, Manny, até demais. Greg fica bem no meio termo e às vezes acaba levando sermão por culpa dos outros dois irmãos.
Mas as enrascadas em que ele se mete com Rodrick acaba por criar certa cumplicidade entre os dois. Esse é um dos pontos que vale destaque na história. No entanto, a todo momento eu simplesmente não pude deixar de fazer comparações entre o livro e o filme, afinal, o primeiro volume havia sido tão fiel, que foi praticamente inevitável. Surpreendentemente, Rodrick é o Cara toma certos rumos inesperados, que não condizem com o que vi na adaptação.
Apesar dos contratempos, a vida de Greg dá uma leve evoluída e os pequenos "aprendizados" que tem com o seu irmão o deixam levemente esperançoso de que, algum dia, eles poderão se entender e tornar-se grandes confidentes.

Clique para ampliar.
Talvez esse não tenha sido o melhor volume de Diário de um Banana, mas mantenho meu interesse pela série, com certeza! Pode ser que eu tenha esperado mais do livro em relação ao filme, já que curto bastante as adaptações e ri muito com elas, mas tudo bem. Afinal de contas, o livro é sempre melhor do que o filme, não é?
Esse volume eu li através do Kindle Unlimited, por isso os quotes, na verdade, foram screenshots da tela do meu celular. rs Ainda aguardo ansiosamente pelo momento em que terei todos os volumes, de capa dura, ornamentando a minha estante e, um dia, darei aos meus filhos para que leiam! Até lá, só olhando muito na Amazon e esperando abaixar o preço. HA
Aquele livro para ler em uma sentada e dar algumas risadas, sem esperar muita coisa, com certeza!

Clique para ampliar.

Classificação Final:


Nenhum comentário: