terça-feira, 8 de maio de 2018

#Indicação - Filme: Um Doce Assassinato



Um Doce Assassinato (Murder, She Baked #02 - A Plum Pudding Mystery) - 2015


A época mais movimentada do ano também passa a ser o momento mais maravilhoso para biscoitos de Natal, e o próprio pudim de ameixa especial de Hannah. Ela está tão ocupada e amando, porém, mais um caso aparece e há suspeitos - uma amarga ex-mulher, a filha do ex-sócio da vítima, uma mulher que a vítima estava cortejando, e alguns investidores. Agora, com tantos suspeitos para investigar e os doze dias antes do Natal voando, Hannah precisa correr contra o tempo, e solucionar o caso, antes que chegue o Ano Novo.


Disponível em HBO GO



Esta deve ser a primeira vez que venho indicar no blog um telefilme e tenho boas razões para isso! Primeiro, porque foi uma indicação da Nana Barcellos do blog Canto Cultzíneo (aliás, se você gosta de telefilmes, ela sempre está indicando bons títulos por lá!); segundo, porque tem um tema investigativo, apesar de às vezes parecer clichê; e terceiro porque é essencial para qualquer domingo à tarde quando você não tem mais nada para assistir na TV!
Um Doce Assassinato é baseado em uma série de livros chamada Murder, She Baked e os dois primeiros livros chegaram a ser publicados aqui no Brasil pela extinta Lua de Papel. Eu ainda não tive a oportunidade de lê-los, mas depois venho contar para vocês minha experiência.
De volta ao filme, Hannah é dona de uma bem sucedida confeitaria: a Cookie Jar, bem localizada na pequena cidade onde mora e é muito famosa por seus deliciosos cookies. Na época do Natal, é óbvio que a movimentação cresce e as pessoas se veem mais, fazendo compras, realizando os preparativos e trocando receitas para essa época tão especial. E é nesse clima aconchegante que o filme se passa.
O ponto central da cidade é uma grande loja ao ar livre de pinheiros para montar árvores de Natal , O Elfo Maluco, e tudo foge ao controle quando o dono dessa loja é encontrado morto por Hannah, que faria uma entrega de pudins de ameixa (daí o título do filme/livro). Com os dedinhos e a curiosidade pinicando para descobrir como tudo aconteceu, Hannah conta com sua habilidade de observação e também a de tirar informações das pessoas oferecendo seus irresistíveis doces para montar o próprio caso investigativo.
E é assim que somos apresentados a outros personagens do filme, como o policial Mike, a irmã de Hannah e sua mãe que sabe de tudo e conhece todos, o bem apessoado dentista Norman e a fiel ajudante de Hannah na confeitaria. Todos, é claro, eventualmente tragados pela espiral de inquirição da confeiteira, embora alguns a contragosto.
Conforme o caso se desenvolve e os personagens se aproximam da verdade, temos um momento crítico para, então, todos os fatos finalmente se encaixarem. Eu gostei, apesar de previsível, que todos os personagens praticamente se uniram para contribuir de alguma forma com a vontade de Hannah de pegar o criminoso. É claro que sempre terá aqueles avisos de "fique fora disso", "deixe com a polícia" etc, etc. Mas isso não deixa o filme menos divertido e gostoso de assistir.
Lembrando que, por se tratar de um filme feito para a televisão, não teremos nada muito glamouroso ou super hiper mega produzido, erros de continuidade são facilmente identificados e a impressão de que está sempre o mesmo dia na produção também é inevitável. Mas não deixem que esses pequenos detalhes ofusquem o potencial. Em se tratando de um filme investigativo, eu curti a forma como o mistério foi desenvolvido e apresentado, tudo especialmente acompanhando a perspectiva de Hannah, então nós descobrimos junto com ela.
Apesar de não prometer grandes expectativas e surpresas, Um Doce Assassinato rapidamente entrou para o rol dos meus favoritos porque é um filme tranquilo e divertido para se assistir a qualquer momento e sem enjoar!
Caso você seja assinante da HBO, vira e mexe esse filme está na grade de exibição ou você pode acessá-lo através do site on demand. Vale a pena!

Classificação final:

Nenhum comentário: