18/02/2022

#Resenha: Amor Sem Medidas - Sophie Jackson

 

Amor Sem Medidas (A Measure of Love) - Desejo Proibido #03

Autora: Sophie Jackson
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288
Sinopse: "Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos.
Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos.
Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços.
Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?"

Compre: Amazon

Este livro foi cortesia da Editora Arqueiro.

Riley Moore cometeu um erro há alguns anos, foi preso por isso e, desde então, tem trabalhado duro para recuperar sua vida. Entretanto, este desvio de percurso foi o suficiente para abalar a relação que tinha com o pai e que, logo no início da leitura, descobrimos que sofreu um segundo infarto em pouco tempo e, agora, pode ser a última chance de Riley se acertar com seu velho antes que algo pior aconteça.
Então, de supetão, ele é tragado de volta à cidade natal e, como se as emoções não fossem suficientes, lá ele também reencontra Lexie, a mulher por quem é apaixonado desde que eles dois eram crianças. Mas ela está diferente, assim como ele, decisões foram tomadas, os caminhos levaram rumos distintos e, desde então, os dois se afastaram completamente dos planos que haviam feito enquanto eram jovens, de uma vida juntos e perspectivas de um futuro felizes.

Logo de cara percebemos que Riley está longe de ser um criminoso. Pelo menos não do tipo maldoso, ele é um homem de bom coração, cumpriu a pena, pagou pelos seus erros e agora quer deixar esse momento para trás. É muito fácil simpatizarmos com ele desde o começo. No mesmo ritmo em que vamos conhecendo um pouco de sua rotina na oficina da qual é sócio, também temos flashes de seu passado com Lexie e como o relacionamento dos dois se formou e foi se desenvolvendo.
Preciso ressaltar que Amor sem medidas é um livro bastante diferente do que estou acostumada a ler por dois motivos: primeiro, o centro da história é um homem e não uma mulher; geralmente estou acostumada a ter uma protagonista que deixou tudo para trás ou que teve o amor da vida dela tirado por um erro ou uma decisão impulsiva e isso não está presente aqui. Embora a narrativa se desenvolva em 3ª pessoa, sabemos que Riley é o centro das atenções.
E segundo porque é um protagonista que foge dos padrões. Ele não é um bad boy, não é um boy lixo, nem nada do tipo. Ele cometeu um erro, sim, e se arrepende por isso, foi preso, pagou pelo seu crime e agora tenta seguir com a vida. Nisso, nós acompanhamos os efeitos colaterais que uma condenação gera na vida de uma pessoa. Como, por exemplo, o relacionamento completamente arruinado com o pai.

Riley é um personagem que enfrenta as situações e com Lexie não é diferente. Gostei como a autora foi alternando entre passado e presente para que pudéssemos ir desvendando o histórico dos dois conforme a história avançava. Você não fica presa a uma lenga-lenga de um grande segredo que só é revelado nas últimas páginas. Esse cenário vai se montando conforme as páginas correm e, sendo em terceira pessoa, é muito mais fácil ter as duas perspectivas, assim, é quase natural que você pese na balança as decisões que cada um dos personagens tomou, o que os levou a agir assim.
Apesar de não ter lido os dois primeiros livros da trilogia Desejo Proibido, não senti falta de contextualização e acho que nisso a autora foi muito feliz. Ela soube, é claro, incluir os personagens dos volumes anteriores, mas sem que sua interação com Riley deixasse um vazio na nossa cabeça enquanto líamos.

Você pode achar que Amor sem Medidas é só um livro sobre redenção: a redenção do Riley para com o pai, para com Lexie, para com a família e a própria vida. Mas o livro vai mais a fundo e trata de assuntos importantíssimos e densos, como a depressão. Sophie Jackson foi habilidosa em tecer uma narrativa delicada, detalhada e isso tudo em menos de 300 páginas! A leitura simplesmente flui, deliciosa. A conexão com os personagens não é muito distante da nossa realidade, o que contribui para que possamos considerá-los palpáveis, alguém que realmente existiria no mundo real. Esse é o ponto que me fez curtir a leitura e, ao contrário do que estou acostumada, querer voltar e ler os dois primeiros volumes da trilogia!

Ah e se você acha que é só mais uma história de amor com cenas calientes, fique sabendo que também tem sua dose de drama e uma reviravolta para apimentar um pouco mais e não tornar-se mais um livro de apaixonados desde a infância. Com certeza Sophie Jackson entrou para meu rol de autoras favoritas!

Nota:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Deixe sua opinião, ela é muito importante para o blog! =D